31.3.11

#IB - 25° Parte

- O que aconteceu com seu joelho?
- Resbalei e cai em cima de um caco de vidro. Presisei ir para o hospital para remove-lo!
- O QUE? E PORQUE NÃO LIGOU PARA ME AVISAR?
- Porque não presisou.
- Garota irresponsável.
- Ahh, eu estou bem. ~~ olhei para ele com cara de ironia ~~
- É percebi, já até está me dando patadas. ~~ sorriu com mais ironia ~~
- ¬¬, ok o que você quer me falar?
~~ Ele olha para o Justin ~~
- Poderia fazer o favor de nos deixar a sós Justin?
- Opaa, to saindo.
Então o Thomás se ageitou na cadeira olhou para mim e disse:
- Você vai ie para a turnê com o Cody.
- HAHAHAHAHAHA, sem idiotices por favor. Meu humor não é dos melhores hoje.
- Mas é sério! Aquele dia, como diz você "que eu te deixei na mão" , estava em uma reunião com o empresário dele.
Ok, não sabia o que eu sentia, se era raiva, vontade de chorar, de rir, ou de sair correndo, se bem que era quase impossivel.
- E porque você não me falou nada?
- Porque não era certeza!
- Olha aqui Thomás, você me fez fechar contrato com o Justin, e pode ter certeza que não vou romper esse contrato, para ir fazer turnê com um garoto com cara de pato.
- Não importa, tendo cara de pato, de ganso, marreco ou de cisne, tu vai ir.
- Quer saber? NÃO VOU. Até hoje, VOCÊ decidiu a MINHA vida, ok? Você tinha que ter falado comigo antes! Aff.
- Só não falei porque sabia que você odeia o Justin, entã te tirei dessa roubada.
~~ Meus olhos se encheram de lágrimas ~~
- Na verdade Thomás, eu... eu.. comecei a gostar do Justin.
- O_O gostar de que geito??´
É, eu não podia falar para ele que estava "amando" o Justin, porque saí sim, ele me tirava de perto dele.
- Ahh, de amizade né Thomás. De que geito mais poderia ser?
- Não me enrola. Tem certeza que é só amizade?
- AAAAFFFFFF, SIM, CARAMBA.
- Olha aqui Thaynara, se eu descobrir que isso é mentira, eu te esgano. Ahh e mais uma coisa, eu não vou ir para Portugal com vocês.
- Ahh, sério? =/

*MP: AAAAAHHHHH NÃO ACREDITO ME LIVREI DESSE SARNA, AAAAAAAH QUE BOOOOM, VOU FICAR ACORDADA ATÉ TARDE, ENTORTAR OS CANECOS, DEMORAR NO BANHEIRO, NADAR NUA, Não, menooos né Thay? Focooo guria, focooo*

Então ele continuou:
- Porém...... O Scooter vai tomar conta de você.
~~ Minha alegria foooi-se por agua abaixou ~~
- Ahh tá de brincadeira né?
- Tô, kkkk'. Mas olha vou confiar em você.
- Aeeeeew manoloo, é assim que se fala. ~~ sorri para ele ~~

" Primeira chamada para o voo 55668, com destino à Portugal"

- Eeeeita, vou começar a arrumar minhas malas, para levar ao avião. Tchau Thomás. ~~ Abracei ele ~~
- Tchau, e se comporte.

*MP: Ainda não acredito, não acredito, TOOOO LIVREEEEEE AAAAHHHH, vou fazer o que sempre sonhei - n *

Então o Thomás foi em bora, e eu levei as malas para serem passadas pelo detctor de metais. Estava distraida olhando para o nada, derrepende sinto um assopro na nuca, me arrepio toda, Obvio que era o Justin:
- Juustin, para com isso. ~~ mostei meu braço arrepidado para ele ~~
- Hmmm, então você se arrepia quando estou por perto néeam?
- Besta, kkk'.

~~ 5 Comentários? *-* ~~

30.3.11

#IB - 24° Parte

me ajudou a levantar da cama e me levou até o carro.
Dentro do carro não falamos nada.
Quando chegamos em casa eram quase 4:15 hora da manhã. 
O Justin me carregou até o quarto dele,pois não podia dobrar meu joelho. Me colocou na cama, virou as costas, ele deu no máximos 2 passos:
- Justin....
~~ Ele virou para trás ~~
- Dorme aqui comigo? Por Favor?
- Claro
Ele deitou um pouco longe de mim. Percebi que ele havia deitado junto comigo, por vergonha de dizer um não. Senti raiva e ao mesmo tempo mágoa dele. Coloquei minha mão no ombro dele:
- Justin, você ainda esta bravo comigo?
- Porque?
- Porque eu estou pedindo.
- Não.
- Então, porque está agindo dessa forma?
- Eu apenas estou cansado, boa noite.
- Ahh não, isso não vai ficar desse geito, não mesmo. Porra Justin eu gosto de você, se toca disso.
Virei pro outro lado bruscamente. Ouvi ele cochichar: " eu também te amo"
Ouvi claramente as palavras dele, virei pro lado e perguntei:
- Hãn?
- Nada.
- Não foi isso que eu ouvi.
- Então, o que você ouviu?
- Se não cabe a você repetir, porque eu vou falar? Boa noite Justin.
Me virei de volta.
- Olha aqui.
Quando me virei, fui surpreendida por um beijo.
- EU DISSE QUE EU TE AMO, THAYNARA.
E voltou a me beijar, aquele beijo começou a ficar intenso, ele foi vindo para cima de mim:
- Justin, estou recem operada, cuidado.
- É mesmo. haha, então acho melhor cada um virar para um lado e dormir, senão não vou responder por meus atos, haha e já são 4:45 e teremos que levantar as 8:00, nós vamos para Portugal.
- Nossa, mas já?
- Ahan, boa noite minha linda.
- Boa noite.
Virei pro lado e peguei no sono. Perto das 7:30, fomos acordados, com batidas bruscas na porta.
- Abra a porta agora, vamos.
Óbvio que acordamos assutados.
- CALMA, gritou o Justin.
Não adiantou nada, abriram a porta bruscamente.
 - MAS O QUE SIGNIFICA ISSO?
Eu estava imóvel, não acreditava no que via, esfreguei meus olhos, fixei-os na pessoa e disse:
- THOMÁS????
- Porque está surpresa?
- VOCÊ É LOUCO???
- A única pessoa louca aqui é você!!
- Eu?? Mas que história é essa?
- Por favor né Thaynara, que história é esse de não querer voltar para a sua casa? É louca ou o que? Ontem seus pais ligaram para mim pedindo de você e tive que me virar em 25653835627536 para inventar uma desculpa descente.
- Aé? Te vire, você me deixou na mão, no dia da minha estréia na turnê, e agora quer satisfações?
~~ O Justin estava de pé perto do Thomás e eu sentada na cama com a perna cortada coberta ~~
- Eu presiso fala sobre isso com você!
- Tá, mas não agora, tenho que me arrumar para ir para Portugal, conversamos no avião.
- Ok. ~~ sai ~~
Olhei para o Justin, e ele para mim, e disse:
- Sinistro O_O
- Ahh não começa, kkkkkkkk' me ajuda a levantar?? ~~ Fiz um biquinho ~~
- Hahaha, claroo.
Ele foi até mim e me ajudou a levantar:
- Você vai cantar hoje?
- Claro, sou forte, não é um corte no joelho que vai me fazer parar. o/
- Eeeita, isso é bom.
Olhei para ele com cara de WTF. kk'
Fui para o banheiro, fiz minha higiene. Sai e fui na mala pegar uma roupa, eu tinha levantado meio "punk" naquele dia. kkk'



Em poucos minutos já estavamos pronto. Pegamos nossas coisas e saimos.
Já no aeroporto.....
- Thay, o que você vai falar para o Thomás, desse corte na perna?
- Ué a verdade. Que você tentou me agarrar a força, dai bati meu joelho em um criado mudo.
- O_O
- Hahahaha, tosco. A verdade mesmo.
- Ele não vai ficar "P" da vida?
- Que se exploda.
- É, ali vem ele.
O Thomás veio em nossa direção e sentou do meu lado. Quando ele olhou para meu joelho, questionou:
........................  ~~ 5 comentários? *-* ~~

29.3.11

#IB - 23° Parte

resbalei em uma pocinha de água, e cai com um dos joelhos em cima de um caco de vidro, ele era um pouco grande, entrou fundo no meu joelho, estava saindo muito sangue, e a dor então?
Comecei a chorar de despero e dor, fui até a porta da cozinha meio que arrastando a perna, pois não conseguia firmar no chão, e comecei a gritar deseperadamente pelo Justin:
- JUUUSTIN, POR FAVOR VEM AQUI. ~~ chorando~~  JUUUUUUSTIN.
Voltei me "arrastando" para perto dos cacos e com maior esforço sentei no chão.
Não demorou muito, escutei os passos do Justin, ele me vui sentada e com uma pequena poça de sangue no chão, veio correndo ao meo encontro:
- Meu Deus, o que houve?
Quando ele adentrou mais na cozinha, viu o copo quebrado já se tocou do que aconteceu:
- Ai, vem vamos para o hospital.
Ele pegou um pano de louça limpo, e foi amarrar em meu joelho dei um grito de dor:
-AAAAAAAIIIIIIII Juustin, não vai dar para amarrar, se apertar, o caco de vidro vai mais para dentro.
- VOCÊ TEM UM CACO DE VIDRO DENTRO DO JOELHO?? MEU DEUS.
Ele me pegou no colo, e eu apenas, coloquei o pano por cima do sangue. Não deu 10 min, e já estavamos no no hospital, fui atendida rapidamente pela enfermeira. Enquanto ela me levava na cadeira de rodas o Justin estava contando o que havia acontecido, e estava segurando minha mão. Méd: - Vamos ter que fazer uma mini cirurgia para tirar o caco. Eu:
- NÃOOO, CIRURGIA NÃO,  POR FAVOR. ~~ Comecei a chorar~~ 
Então o Justin viu meu desespero:
- Amor, você tem que fazer, querendo ou não.
- Justin, eu não quero.
Então o médico se meteu na conversa:
- Thaynara, você tem que fazer, não sabemos se o caco furou a artéria que tem debaixo do joelho, e pela quantia de sangue, não duvido muito.
- VOCÊ TÁ QUERENDO ME ACALMAR? SE FOR, NÃO ESTÁ CONSEGUINDO!!
Então o Justin se abaixou perto de mim:
- Por favor, colabora, nós queremos o seu bem.
- Justin eu tenho medo, por favor eu não quero.
Então o Justin se levanta e olha para o médico. O médico olha para ele e cochicha algo, não entendi lhufas nenhuma. O médico olha para mim e fala:
- Quer que ele entre com você na sala de cirurgia?
Meu coração disparou, meus olhos se encheram de lágrimas, olhei para o Justin e falei:
- Vo..você faria isso po... por mim?
Mais uma vez ele se abaixou do meu lado e disse:
- Sim. ~~ e sorriu ~~
Então o médico e o Justin foram se arrumar para a dita "cirurgia".
As enfermeiras me levaram para a sala, tava só eu e mais 3 enfermeiras, o processo foi rápido, em menos de 5 minutos já estava todos lá, inclusive o Justin.
Eu realmente estava com muito medo, sei que era uma cirurgia pequena e sem riscos, mas sei lá, eu morro de medo de algulhas.
Me deitaram na cama, virei meu rosto para o Justin e estendi minha mão, ele colocou a mão dele em cima da minha, eu segurava forte, com medo de que ele saisse de lá. A última coisa que me lembro, era de estar olhando para ele.
Quando acordei, já não estava mais na sala de cirurgia, e o Justin estava acariciando meu rosto. Olhei para o relágio na parede, já eram 2:57 da manhã.
Quando era 3:30, vem o médico e me dá alta:
- Dona Thaynara, vou te dar alta, mas assim, repouso absoluto, absoluto mesmo.
- Por quanto tempo?
- No máximo 1 dia!
- Sério?
- Ahan, por sorte o caco não chegou na artéria, então só foi removido o caco, não presisou de ponto.
- Ainda bem.
Então o médico saiu do quarto. E o Justin ..............................
~~ 5 Comentários??? ~~

#IB - 22° Parte

 - Eu também te amo.
Não pude segurar e escorreu uma lágrima sobre meu rosto, foi inevitavel, ele viu:
 - Você está acordada?
Apenas balancei minha cabeça com um sinal positivo, porém não abri os olhos. Senti a mão dele sobre minha face.
- Olha para mim.
Aos poucos, fui lutando contra meus olhos, fui abrindo devagar, ainda estava com "medo" de olhar para ele. Quando abri meus olhos totalmente, fui surpreendida com um beijo, foi diferente do primeiro, do segundo esse beijo, me acendeu um fogo, queira beija-lo mais e mais, ele deitou por cima de mim, mais uma vez, consegui "recuperar" minha consiência, empurrei ele para trás.
- Não Justin.
- Porque? 
Não respondi ele, não sabia o que falar, levantei da cama e liguei a luz quando olhei para o rosto dele, vi que ele estava inchado e vermelho. Me assustei, sentei perto dele, passei a mão sobre seu rosto e questionei:
- O que houve? 
Quando olhei mais fundo nos seus olhos, vi que estavam brilhando, concerteza, havia chorado. Apenas o abracei forte, aquilo era incrivel, sentia seu corpo quente, sua respiração. Acariciava suas costas, passava minha mão sobre sua nuca, naquele clima, eu deixem cair mais umas lágrimas.
- Justin...
- Não fala nada, apenas me abrace
Ficamos naquele clima de velório por uns 3 minutos. Não aguentava mais, então quebrei o silencio, com um "eu te amo" sussurado na orelha dele. Então, ele segura meu rosto com as duas mãos:
- Você me ama realmente?
- Justin, eu já falei que sim, mas se você não acredita em mim, não posso fazer nada.
Levantei da cama, não consegui dar nenhum passo, ele havia segurado meu braço,
- Não é isso!
Voltei para trás e sentei na cama, olhei no olhos dele e disse:
- Então, é o que??
- Não sei, antes você disse que me odiava, e agora diz que me ama? É meio embarasoço isso.
- Sim, eu te odiava, antes de te conhecer pessoalmente, eu te achava muito metido, e arrogante mas agora vi que você não é nada disso, eu realmente me apaixonei por você, tenta entender.
Ele me abraçou de novo, então selei ele e disse:
- Fique ai pensando no que eu te falei, não me faça mais perguntas.
Quando fui sair, beijei minha mão e assoprei. Ele piscou para mim, então fechei a porta e fui para a sala, sentei no sofá e liguei a tv.
Mode Justin ON: " Como pode isso? Sempre admirei essa garota, tanto que chamei ela para participar da minha turnê, eu era apaixonado por ela, sempre fui, e agora ela me diz que me odiava? Será que eu esqueço tudo o que ela me falou, ou carrego essa mágua comigo? Ela foi cincera em me falar isso.*
Mode Justin OFF.
Eu estava deitada no sofá, me deu uma puta vontade tomar água, levantei e fui para a cozinha, peguei um copo e enchi de água, fui colocar o copo em cima da mesa para pegar um cubo de gelo porém erreis os cáuculos derrubei o copo no chão, fui pegar um pano para secar o chão, quando estava voltando........ 
~~ Se tiver o 5 comentários, continuo ainda hoje ~~ ♥

28.3.11

#IB - 21° Parte

Não sei como, mas percebi no que iria acabar se deixasse, que aquilo continuasse. Empurrei ele delicadamente para trás. Passei a mão nos meus lábios e olhei para ele. Não saiu nenhuma palavra, em ambas as bocas, apenas ficamos nos olhando. Ele pisca para mim, e quebra o silêncio:
- Essa atitude à que eu me referia.
-Ahh, hahah, gostei.
Do nada sumiu o sorriso da minha face e olhei para o "nada". Sim, eu estava lembrando dos tempos que eu odiava ele. Acho que ele percebeu que algo me atormentava:
- O que houve?
- Nada!
- Ahh não minta. Olha para mim!
~~ Virei o rosto e olhei nos olhos dele ~~
- Me conta!
- Não Justin, você não vai gostar!
- Não quero saber, fala, por favor!
~~ Respirei fundo e falei ~~
- Olha Justin, vou ser cincera com você esses tempos atrás, eu odiava você, não sei como e nem porque, mas não suportava te olhar, tinha nojo, e hoje? Estou aqui na sua casa frente a frente com você, é meio estranho isso, mas hoje, eu não te odeio mais, até gosto de você.
Ele ficou de boca aberta:
- Co..como assim? Me odiava?
- Odiava, verbo no passado.
- E hoje?
- Olha, eu gosto de você, e muito.
- Esse seu gostar... de que geito?
- Não sei.
- É, eu percebi que você era meio estranha comigo nos primeiros dias de convivência. Vou dormir, Booa Noite Thaynara.
Ele virou as costas e foi.
*MP: Ah merda, ele ficou magoado comigo! Mas o que vou fazer? Ele insistiu, de um geito ou outro teria que fala para ele. Mas porque ficou bravo? Aaahhh sua idiota, devia ter manerado nas palavras. Ele ficou bravo comigo? Magoado? E se ele nunca mais querer olhar na minha cara? Ahh não, não vou deixar essas perguntas sem respostas*
Levantei do sofá, desliguei a TV. Sim, eu estava indo atrás dele, abri a porta do quarto dele, e não o encontrei, então fui direto para o quarto da Pattie. A porta estava entreaberta então, fui abrindo cautelosamente para não fazer barulho. Lá estava ele, deitado na cama, estava de olhos fechados, não sabia se ele estava dormindo realmete, ou só fingindo, para não falar  comigo. Mesmo assim, insisti, fui até ele, sentei na cama, aproximei meus lábios de suas orelhas, e coxixei:
- Por mais incrivel que parece, eu te amo, te amo mesmo, sei que é cedo para falar isso, mas é o que eu estou sentindo, não sei porque eu não gostava de você, mas, sei que te amo.
 Beijei a buchecha dele, levantei da cama, e comecei a andar delicadamente para não fazer barulho.
Quando estava proxima a porta, ouço o Justin:
- Espera.
Olhei para trás, com um pequeno sorriso no rosto.
 Então ele continuou:
- Isso que você me falou agora.. é verdade?
~~Senti que minhas buchechas coraram.~~
- Er, bem, sim.
- E porque não me falou antes?
- Porque você não me deu oportunidades
- Agora você falou.
- Sim, mas me senti uma idiota por isso.
Fechei a porta a porta, e fui para o quarto dele:




Não sei o que aconteceu comigo, mas senti raiva dele, poxa eu realmente amava ele. "Peguei e me joguei na cama, derrepente ouço passos, tranco a minha respiração para ouvir melhor. Sim, era o Justin, ele abriu a porta e veio em minha direção, dessa vez, eu fechei meus olhos. Ele se aproximou de mim, colocou uma mecha do meu cabelo atrás de minha orelha deu um beijo na minha buchecha, e cochichou:

~~ 5 comentários? *-* ~~

#IB - 20° Parte

- Para o carro Justin!
~~ Ele não parou, apenas reduziu a velocidade ~~
- Ué? Porque?
- "Porque", e ainda pegunta, quero ficar neste hotel, oras!
- Não senhorita, vai lá em casa!
- Capaz né Justin, já fiquei outro dia, não quero mais te incomodar.
- INCOMODAR? Você é muito bem vinda lá, vamos?
 - Ahh, não sei Justin.
~~ Ele voltou a acelerar. ~~
Não demorou muito, e logo chegamos na casa dele.
*MP: Como pode isso? Dias atrás eu tinha ódio mortal do Justin, e agora estou junto com ele o dia inteiro, inclusive à noite, será que eu estou amando ele? Acho que não, é muito cedo para pensar isso! Ou será? Ahhh que dúvida cruel.*
Ele desembarcou do carro e foi indo em direção da porta, fui atrás dele. Logo que chegamos na sala, falei:
- Justin, vou tomar banho, já volto.
- Ok, vou fazer o mesmo.
Subimos junto as escadas.
- Justin, tomo banho aonde?
- Quer ir no banheiro da minha mãe?
- Ahh, não sei.
- Para de ser boba. Vai lá.
Entrei no quarto dele e peguei uma muda de roupa minha, que tinha ficado da noite passada. E fui para o quarto da Pattie.



Quando abri a porta do banheiro, mais uma vez fui supreendida pela beleza daquela casa:

Eeeita, era para desmaiar ou morrer?
Enfim, tomei meu banho e sai daquele quarto com o maior cuidado do mundo, vai que eu me esbarrasse em algo e quebrasse?
Coloquei a roupa:

E fui para a sala de estar:


Ele já estava à minha espera, à minha espera assisitndo TV. Sentei no sofá.
- Eei, pode sentar do meu lado, não mordo, à não ser que você queira.
~~ E me olhou com cara de taradão. ~~
 Apenas sorri e sentei do lado dele, não muito perto, mas sentei. Peguei uma almofada e coloquei nas minhas pernas, realmente, me concentrei na tv. Do nada sinto uma fungada no meu pescoço, me assustei.
- Aaai, Justin, que mania é essa de viver me pregando sustos?
- Aah, desculpa , não faço por querer.
- Tá finjo que acredito, haha.
- Ahh, para com isso, ahaha, mas vez cá, o que você achou da minha atitude hoje?
- Que atitude?
Ele não me responde com palavras, e sim com um beijo, ele deita por cima de mim me beija cada vez mais intensamente, acaricia meu rosto, passa a mão pelas minhas coxas, eu passo a mão pelo seu cabelo, sua nuca, costas. Ele começa a erguer minha camiseta.................... ~~ 5 comentários? ( Se tiver os 5, continuo ainda hoje *-*) ~~

27.3.11

#IB - 19° Parte

- Aé???
- NÃOOO, MENTIRINHAA, LEVO SIM.
Peguei a toalha e levei correndo, vai que ele saisse para pegar mesmo?
Bati na porta e abri uma pequena fresta, coloquei minha mão pro lado de dentro. Senti a mão dele na minha, então ele me puxou para dentro do banheiro, fechei meus olhos enquanto ele me colocava contra a parede:
 - Juustiin, não. Coloca a tolha primeiro.
Ouvi ele rindo.
- Pode abrir os olhos!
- Tá doido? Eu não quero ver suas partes! ( queria sim :9 )
~~ Eu ainda estava com a toalha na minha mão ~~
- Confia, pode abrir!
Abri meus olhos e fixei-os nos dele. Devagar fui descendo meus olhos, vi que ele estava com as partes íntimas tapadas com uma toalha, e estava com o corpo molhado.
- Me fez de boba né?
- Não né, fiquei com vontade de te beijar!
~~Então eu sorri e selei ele~~
- Só?
- "Só" o que?
- Ahhhh, me beija mais.
- Não, me fez de boba, quero que sofra.
- Com essa, vou me trocar Hahaha
- Ok.
Dei mais um selinho nele e sai do banheiro.
Fui para a sala do camarim, quando me olhei no espelho, vi que estava com a camiseta molhada. Tirei ela e fiquei só de sutiãn procurando outra camiseta, do nada aparece o Justin:
-  Nossa, isso é demais para uma pessoa só. ~~ morde os lábios ~~
Não falei nada, fui rápida , pequei a primeira camiseta que vi na frente, sim, eu fiquei com vergonha dele.

Tentei disfarçar minha vergonha:
- Vamos?
- Só se for agora, Hahaha
Embarcamos no carro e fomos para um parque. Já era tarde da noite, então não tinha quase ninguém, sentamos em um banco, e ficamos "abraçados". Uma vez ou outra, rolava uns beijos. Falavámos de mim, como era a minha vida no Brasil antes de ser famosa, sobre meu ex, apesar de não gostar de falar sobre o Marcos.
Papo vai, papo vem, até que toca o celular do Justin, ele vê no indentificador que era o Scooter:
- Scooter? Manda aí!
- Justin, só liguei para pedir se a Thaynara está com você?
- Está sim, porque?
 - Aah, que susto, o Thomás tava tentando ligar para ela, só cai na caixa postal.
- Ahh tá, mas ela está aqui comigo sim, fala pra ele não ficar preocupado, está tudo bem.
- Ok, valeu. ~~ desliga ~~
-  Ok JB, não presisa me falar nada, a mala do Thomás  está atrás de mim, né?
 - Ahan, ahaha.
- Quero mais que ele se exploda, some e nem me fala nada, esse tempos atrás, ele era como um irmão para mim, e hoje? ele faz o trabalho dele e eu faço o meu.
- Nossa, eu e o Scooter sempre tivemos uma relação amigavel, espero que seja sempre assim.
Ficamos lá no banco mais uma meia hora e pegamos a estrada. Quando passamos na frente de uma hotel, eu hesitei e falei ......
~~ 5 Comentários? *-* ~~

26.3.11

#IB - 18° Parte

Thomás ( eu não tinha visto ele ainda ) e uns paramédicos estavam me esperando, ainda não tinha parado de rir, quando eu vi o Thomás, minha crise de risos parou imediatamente. Não sei, mas algo me diz que ele percebeu que eu parei de rir quando vi ele, então falou:
- Ué, que aconteceu Thay?
Apenas olhei com cara de c* pra ele, sai de lá e fui para meu camarim. Quando o Justin terminou o show foi imediatamente para meu camarim. Sabe parecia que nós eramos amigos à decadas, amigos inseparavéis. Quando ele entrou lá, eu estava sentada no sofá, mechendo no notebook, quando eu vi ele, abri um enorme sorriso:
- Justiiin =D
- Thaay, como você está? Se machucou?
- Hahaha, não não, só ralei um pouco o joelho, mas nada de mais.
- Então, vamos sair para jantar?
- Só se for agora o/
- Hahaha,espera um pouco, vou me trocar já volto !
- Nãoo, se troca aqui deixa que eu vou lá buscar sua roupa, o resto tem tudo aqui, haha.
- Então tá, minha roupa está em cima da espelheira, meu tênis também.
Fui correndo pegar as coisas dele, quando voltei, nem bati na porta, abri ela cautelosamente. Quando vejo, o Justin estava na frente do espelho, fazendo bicos e mais bicos, não aguentei, ri de novo. Ele me olha com cara de assustado. Enquanto entrava e fechava a porta falo:
- O que você está fazendo em Bieber?
~~ Coloco as coisas dele em cima do sofá ~~
Ele começa a se aproximar de mim sem falar nada, e eu com um sorriso idiota na cara, fiquei sem entender nada, porque ele estava se aproximando de mim?
- O que você havia me perguntado?
- Porque você estava fazendo bicos na frente do espelho?
- Pra isso..
Ele segurou minha cintura, me colocou contra a parede, beijou meu pescoço, quem me fez arrepiar toda, deu um selinho, e em seguida, um beijo... Ahh, mas que beijo, foi quente, lento, eu sentia cada movimento da língua dele na minha boca. Eu passava um das minhas mãos nas costas dele e outra acariciava seu rosto. Ele, estava com uma das mão envolta da minha cintura e outra na minha nuca. Estavamos no maio "amasso", derrepente quase derrubam a porta, com as leves batidas, que só o Thomás tem:
- Thaaaaaynara, ta aí?
O Justin parou de me beijar e me selou, ainda estava na minha frente, segurando a minha cintura. REspondi para o Thomás: 
- Tô sim, porque??
- Vamos pra casa, rápido.
Meu sangue ferveu. Empurrei o Justin para trás, abri a porta bruscamente, olhei com uma cara de quem estava MUITO furiosa e continuei:
- EU NÃO VOU IR EM BORA, OK?
- Áhh, como não? VAI IR SIM
- NÃO VOU, JÁ DISSE, NO DIA DA MINHA ESTRÉIA NA TURNÊ, VOCÊ ME DEIXOU PRA FORA DE CASA, SE NÃO FOSSE PELO JUSTIN, TINHA ME FERRADO, ONDE VOCÊ ESTAVA? COMENDO UMAS? E EU NÃO VOU PRA CASA COM VOCÊ.
- Onde você vai ficar?
- Não sei, arrumo algum lugar.
- THAYNARA, #EU MANDO EM VOCÊ E VOCÊ VAI IR SIM
- THOMÁS, E-U-N-Ã-O-V-O-U-I-R.
Bati a porta na cara dele. Quando virei o Justin estava olhando para mim:
- O_O
- O que foi?
- O_O nossa que raivosa que você é.
- Mas também, ele some, não me avisa nada, quero mais é que ele se exploda.
- Ah, swaty, fica calma, vem aqui vem.
Fui em direção dele com um 'biquinho", ele me beijou de novo.
Parei de beijar ele e disse:
- Justin, vai tomar banho.
- To indo. ~~ me selou ~~
Então ele foi se banhar. Sentei no sofá e comecei a pensar:
* MP: wtf? como pode isso? eu beijei o Justin? ainda não acredito, não acredito mesmo, eu odiava ele, e agora? To aqui sentada com um sorriso babaca na cara, depois de ter beijado ele.*
Quando ele terminou o banhoo:
- Ooo Thaay, trás uma toalha fazendo um favor?
- E adianta eu falar não?
- Olha, não sei, se você falar não,eu saio daqui e vou buscar.
- Então, nãoooo...........................
~~ ESSA FOI CAPRICHADA NO TAMANHO *-*, 5 COMENTÁRIOS? ~~  ♥

#IB - 17° Parte

Quando me despertei, e vi o que iamos fazer, levantei rápido da cama, peguei uma toalha e fui para o banheiro. Depois de mais ou menos 15 minutos, sai com meu roupão, ele ainda estava lá,  deitado na cama, já tinha dormido. Como ele é fofo até dormindo é perfeito. Só que tinha um problema as calças dele estavam úmidas, ela não havia tomado banho e nem se trocado.
 Peguei meu pijama fui até ele, dei um beijo na testa, queria mais que isso, minha vontade era de acorda-lo aos beijos, me controlei, desliguei a luz e sai. Fui me trocar no quarto da Pattie, não tive coragem de dormir no quarto dela, e também sabia que se eu fosse deitar com o Justin não iria segurar meus anseios, fui dormir na sala, até que o sofá era macio. Custei pegar no sono, a imagem dele não saia da minha cabeça. Até que por fim consegui dormir. No meio da noite fui acordada com pequenos cutucões:
-  Eii, o que você está fazendo aqui?
Eu estava tão cansada, que nem respondi ele.
De manhã, quando abri meus olhos vi o Justin do meu lado, me assustei:
 - Aaahh, que susto.
- Desculpa. :X
~~ Me sentei na cama ~~
- Espera aí!! Dormi no sofá e acordo aqui? Sou sonâmbula?
- Hahaha, eu acho que não. Ah, isso é culpa minha. Eu estava muito cansado, deitei aqui na cama estava te esperando sair do banho, acabei dormindo e quando acordei  a luz já estava apagada e você já tinha saido do banho, fui atrás de você no quarto da minha mãe, não te achei lá, então fui até a sala, te vi dormindo no sofá, tentei te acordar, acho que você também estava cansada, então te troxe no colo até minha cama. Estava frio, fiquei aqui com você.
- Annwt, obrigada. Mas foi só isso mesmo? Hahah
- É... bem... acho que sim.
- O.O Como assim " acho que sim" ??
- Aah, é... porque eu deitei de calça, e levantei de madrugada só de cueca!
- Hahah, isso é culpa minha, você nem tomou banho depois que chegamos, sua calça estava úmida, tomei a libertade e tirei elas, você podia pegar um resfriado.
Realmente, eu tirei as calças dele. Isso foi demais para mim, logo apos que tirei as calças dele, beijei sua testa e sai rapidamente do quarto, era esse o motivo pelo qual não queria deitar com ele.
 Levantamos da cama e fomos tomar café, desci de pijama mesmo, ele foi tomar banho, deixei a mesa pronta. Ele desceu de shorts, não pude evitar de olhar seu corpo, era completamente envolvedor, me sentia aconchegada perto dele, agora, ele passou a ser parte da minha  vida, como pode isso? Agora eu sou apaixonada por ele. Depois do café, fomos para, o Meet&Greet, fiquei no meu camarim à espera dele. Depois de 1:00 de espera, ele aparece lá, recebi ele com um abraço, e um beijo no rosto. Ele olha nos meus olhos e fala: 
- Amor, vamos sair depois do show? 
 - Não sei, talvez.
*MP: Amor??? Ele me chamou de amor? É isso?? Estou delirando??*
Então ele pegou minha mão e fomos em direção ao palco, logo que chegamos lá, saí com uma piadinha tosca para cima dele:
- Então, está com muito fôlego?
- Hãn? Acho que sim, porque?
- Ahh, vai que apareça mais uma menino apaixonado por você? Hahahah
- -_- tosca, hahaha
Logo mais, ele entrou no palco e começa o show. Ele fez suas performaces, logo mais, entrei eu. Cantei Overboard com ele. Depois que a musica terminou, ele saiu do palco e foi trocar de figurino.Fiquei no palco e cantei  algumas musicas compostas por mim. A regra era essa: " Quando o Justin entrar no palco, eu tinha que sair correndo, literalmente" Então quando ele entrou por um lado, sai correndo pelo outro porém, enrrosquei meu pé em um fdp de um fio. Cai no chão, fiquei lá estabacada morrendo de rir do meu fiasco. Então veio o Justin  todo carinhoso e cuidadoso, me levantou do chão, me abraçou e me deu um beijo no canto da boca, eu não conseguia parar de rir, foi muito fiasquento meu tombo. Então o Justin me levou até a entrada/saida do palco, o Usher, Scooter, e o ..........
~~ 5 comentários? *-* ~~ ♥

25.3.11

#IB - 16° Parte

 - Eer, Thay, quem era aquele na foto com você?
Senti meu coração disparar:
- Ninguém.
- Fala a verdade, por favor, é seu namorado?
- Não não!
 - Quem? aah me conta, vai.
*MP: Garoto impertinente, afcu*
-  Tá, eu conto! É... bem...ele é meu ex.
Ele fez uma carinha, digamos de ciuminho.
 - Mas e ainda tem uma foto de vocês juntos na bolsa?
- Esqueci de tirar.
Ele fez cara de desconfiança. Obvio que ele não acreditou em mim. Então ele olhou para mim:
- Posso te pedir uma coisa?
- Claro, pode pedir .
~~ Continuamos a subir as escadas ~~
- Porque você ainda tem a foto do seu ex?
- Aah, é, bem, é que eu, esqueci de tirar a foto, é isso.
- Aah tá, sei sei, você meche na sua bolsa todos os dias e esquece de tirar a foto?
*MP: Meu Deus. até esses dias atrás eu odiava o Justin e agora? Estou dando satisfações da minha vida pra ele?*
 - Aah, Justin por favor né?!
- Tá bom desculpa.
Novamente ele parou, e me abraçou, esse abraço foi diferente,  foi parecido com o do Marcos meu ex. É, fazia um bom tempo que não via mais o Marcos, mas ainda sentia algo por ele. Logo que ele me soltou, pode ver minha lágrima escorrendo em minha face ele ficou meio, digamos, assustado:
- Thay o que aconteceu?
 - Nada não. ~~ Sequei minha lágrima. ~~
- Eu sei que você não está bem mas se não quer me contar tudo bem.
Ele virou as costas e deu dois passos:
- Justin...É, espera quero e contar, aliás presiso desabafar com alguém.
- Sério?
- Ahan.
- Então vem, vamos para o meu quarto.
Logo que entramos, sentamos na cama um de frente para o outro. Contei como foi minha relação com Marcos, a quantia que eu sofri com a distância, afinal eu não parava em casa, vivia em turnês nos viamos uma vez à cada dois meses, nos falávamos uma vez por dia quando dava, sofria muito, por isso resolvi terminar com ele, sofri com isso mas realmente acho que foi o melhor para nós dois.
-  Nossa, minha história com a Caitlin, foi parecida com a sua.
- Pois é, ser famoso é muito legal, o ruim, é achar alguém que possa estar com você todos os dias, sempre do seu lado, eu sofri muito com isso Justin.
- É eu também sofri muito.
Quando ele terminou de falar, meus olhos paralisaram nos dele, ficamos nos olhando por um tempo, nossas bocas começaram a se aproximar, eu sentia um desejo de beija-lo.  ~~ Comentem minhas delicias? 5 coments ~~

24.3.11

#IB - 15° Parte

quase morri. Também, não era pra menos, com uma coisa gostosa do meu lado..  Ele viu que eu estava olhando para ele:
- O que foi? Cuida da estrada, já disse meu carro não está no seguro.
Dei um tapinha no braço dele:
-  Nossa Justin, você está muito gelado, pega minha blusa na minha bolsa, ali no banco de trás.
Ele pegou.
- Tó.
- Como assim "tó"??
- Ué, a bolsa é sua.
- Afcu, eu sei, mas pode procurar a blusa.
- Se você diz....
Ele pegou e começou a procurar. Minha bolsa era gigante, se duvidar cabia o Justin dentro dela. Ele fuçava nela, até que:
-  Hey, quem é esse?
Eu não estava acreditando, ele achou uma foto. Era eu e meu ex, nós estavamos abraçados na foto e rindo.
-  Aah, guarda isso cara, por favor né?
- Que culpa eu tenho, você falou para mim procurar.
- Táa desculpaaaa, guardeee issoooo.
 Ele guardou, e logo em seguida achou minha blusa. Mais uma vez tive que rir dele:
- Nossa, você fica tão sexy de blusa pink, hahaha
- Aah, cala boca guria, hahaha.
Por fim chegamos na casa dele:
- Admito, você manda bem dirigindo!
- Só dirigindo? Meu filho, eu sou boa em tudo, hahahaha
- Hmmmmmm, pensei malicia. hahah
- Afcu, fique quieto, hahahha
- Hahaha, mas... Mudando de assunto...vem cá, o que aconteceu com o Thomás?
 - Não sei, nem olhei na cara dele hoje.
- Hm, que relação estranha que vocês tem.
- QUE MANÉ RELAÇÃO O QUE????
- Tosca, relação de amizade.
- Suspeitei desde o principio, hahaha
- Meu pai, essa sua blusa já esquenta eim.
Ele tirou a blusa, mais uma vez, ficou sem camisa na minha frente. Meus olhos percorreram pelo corpo dele, ~~ Uii dlç ~~. Não sei como, mas me veio a cena do "selinho", me senti com um "fogo" por dentro. Foi algo estranho. Entrei na cozinha, quase que voando e fui direto tomar um copo de àgua, para "baixar" o fogo. Ele veio atrás de mim:
-  Ué, que que deu, Thay?
- Nada não, só sede.
- Hmmm, vamos tomar banho?
~~ Olhei com cara de o.0. ~~
-  Você em um banheiro e eu em outro, haha, sua boba.
- Haha, vamos sim, aah e hoje eu trouxe roupa.
- Ainda bem, não ia mais sair para comprar mais, haha.
Saimos da cozinha e fomos em direção da escada:



Começamos a subir, quando estavamos na metade da escada, ele olha para mim e pergunta: ~~ 5 comentários?? Por favor amores? *-* ~~

#IB - 14° Parte

- Nossa que linda!!
- Hahah, obrigada.
- Nossa, tá linda mesmo. Bom, vou voltar para meu camarim e me trocar, daqui a pouco, venho aqui te buscar!
Então ele saiu do quarto e fiz meus últimos ajustes no cabelo e tirei a maquiagem. Eu não aguentava mais ficar naquele lugar todo rosa, fui esperar ele na frente da porta do camarim dele. Quando ele saiu sei lá que que deu nele, ele gritou, me assustei também, só que não gritei:
- Tá doido é? Que que deu?
- Você me assustou.
- Tá que eu sou feia sem maquiagem, mas não pra tanto né?
Ele resmungou algo, não entendi nada:
- Hãan? O que você disse?
- Que eu estou com fome!
Sabia que não era aquilo, mas fiquei quieta:
- Vamos Sr. Bieber?
Ele mais uma vez entrelaçou uma das mãos na minha cintura e me conduziu até seu carro. Ele olhou para mim e disse:
-Quer ir onde?
- Pra sua casa!
- Hãaaan?
- Hahahahaha, para um lugar bacaninha.
- Minha casa? haha
- Hahah, seu tosco!
- Ixiiiiiii!
-O que houve Justin?
-  Choveu, e eu nem tinha percebido.
- Putz, nem eu Hahaha. Ahh ghega de lenga - lenga e vamos de uma vez.
Embarcamos no carro e fomos em uma lanchonete perto dali. Desci do carro, em seguida ele desceu. Não sei o que aquele mongo ficou fazendo, mas quando olhei para o lado, etava vindo um carro em alta velocidade, detalhe, tinha uma poça de agua,perto do Justin, quando o carro passou, jogou a agua nele. Não consegui segurar meu riso, dei muita risada dele.
-  Ha-ha, ri porque não é com você.  ~~ Disse tentando se secar. ~~
Eu não conseguia nem falar, então ele continuou:
-  E agora? Eu não vou entrar ai desse geito, e o pior não tenho nenhuma peça de roupa, aqui. E agora?
Respirei fundo e falei:
- Hahaha, tá bom Bieber, vamos em bora.
- Ah tá, você deve estar achando que eu vou dirigir, desse geito? Tira o seu cavalo da chuva.
- Ahh, e quem disse que você vai ir dirigindo?
- Han, como assim? Quem vai?
- Eu!
Ele me olhou >> -_- e falou:
- Olha, meu carro não esta no seguro, e mais uma coisa... você sabe dirigir?
- ¬¬ Que pergunta, claro que sim. Vamos logo.
Fui até ele e o empurrei até a porta do caroneiro:
- Sente aí e fique bem quietinho.. Haha
- Taaaaaa, vamos logo então.
Entrei  no carro, realmente, eu mandava bem no volante. No caminho, o Justin tirou a camiseta molhada ........  #AVISO: Olha amores, tem gente falando que é frescura minha, quando eu peço para vocês comentarem aqui. Mas não é. É o seguinte, eu presiso saber se tem gente lendo, pois se não tiver eu paro de faze-la, não vale apena fazer a ib toda só para duas pessoas. Por isso peço que comentem, tá? E OBRIGADA POR QUEM ESTÁ LENDO ♥

23.3.11

#IB - 13° Parte

 - ... Com a pessoa mais linda, talentosa, engraçada... E como vocês já sabem, sou fã dela, é uma grande honra mesmo, em te-lá junto comigo na Turnê. Thaynaraaaa.
Usher:
- Agoraa.
Levantei e fui meio que correndo,com um enorme sorriso estampado na cara, quando entro no palco, as Beliebers começam a gritar pra caramba, o Justin vem me receber com um abraço, a musica começa a tocar, ele ainda estava me abraçando. Cantei e atuei como nos ensaios, porém, eu senti desejo de beija-lo não só de encostar nossos lábios, como o Usher queria. Me controlei, senão eu iria ser estrassalhada pelas fãs malucas ( << Nóis (h) ) dele . Perto do fim da música, e da hora de nos "beijarmos" ele passava a mão no meu rosto, nos meus cabelos, isso não foi feito nos ensaios, comecei a me sentir nervosa, e se ele me beijase de verdade? Eu tava f*dida. Ele ia se aproximando dos meus lábios, e eu ia com a cabeça para trás, ele colocou a mão na minha nuca e segurou a cabeça, meu Deus, eu estava quase chorando de nervosismo, então ele se aproximou mais de meus lábios, e encostou os dele, foi tão lindo, eu amei, me deu vontade de agarra-lo, as Beliebers gritavam muuuuito, foi muito engraçado, até. Depois que ele encostou, me deu um beijo no rosto, me abroçou novamente, e agradeceu a minha participação. Sai com os gritos das Beliebers, enquanto saia, coloquei uma das mãos no meu lábio e sorri, sim, eu gostei daquilo, melhor, eu estava gostando do Justin. Fiquei sentada no mesmo lugar, assisti o show ate o final. Quando o Bieber saiu do palco, eu estava esperando ele com os braços abertos pronta para abraça-lo:
- Você fo maravilhosa Thay, saiu melhor do que nos ensaios.
- Obrigada, você manda muito bem, ein Justin, foi exelente seu show.
- Hahah, obrigado. Vamos?
- Aonde?
- Pro camarim né, haha temos que trocar de roupa antes de sair.
- Haan, tem um probleminha.
- Qual?
- Não trouxe uma peça de roupa.
- Hahaha, eu sabia, já providenciei tudo.
- Sério? hahaha, muito obrigada.
- De nada.
Mais uma vez ele entrelaçou sua mão na minha cintura. Acompanhei ele até seu camarim, e fui para o meu sozinha. Quando eu abri a porta, nossa, ele comprou roupas maravilhosas para mim, não sabia qual vestir. Fui até ele e pedi ajuda de novo, por um momento me passou na cabeça que ele fez auilo de propósito, enfim. Bati na porta do camarim dele:
- Queem é?
- Euu.
- Entra, tá aberta.
- Não não, só vim te pedir ajuda.
- Fala!
- Vai no meu camarim depois, me ajudar qual roupa vestir?
- Claro, já vou.
 Quando ele chegou, falei:
-  Heer, me ajuda, qual roupa colco?
- Hmm, que tal aquele vestido roxo, com detalhe rosa?
Realmente é bonito, peguei ele e fui me trocar, quando saí, ele olhou para mim e disse:
~~  5 COMENTÁRIOS? *-* ~~

22.3.11

#IB - 12° Parte

- Tinha que ser você né Thomás.
- Não é o Thomás não.
Quando olho para trás, me admiro com a beleza desse garoto, fico de boca aberta:
- O, oi, hm, como é seu nome?
- Jack, sabia que eu sou muitoo seu fã? Amo sua voz, suas musicas...
- Aawwnn obrigada!
-  Posso tirar uma foto com você Thay?
- Claro que pode.
Tirei a foto com esse Jack, cara ele é muito lindo, lindo mesmo. Nisso vem o Justin, quando o Jack vê ele:
- AAHH NÃO ACREDITO, É O JUSTIN BIEBER? AHHH EU TE AMO MUITO SEU LINDO.
Nisso o Jack saiu correndo atrás do Justin. Eu falei sozinha:
- O que que foi isso? HAHAHA,
Eu dei muitaa rizada sozinha, foi tão engraçado ver aquele garoto correndo atrás do Justin ...  Depois de alguns minutos, vem o Justin, com a respiração fraca:
-  O que que houve Justin? HAHAHAHA
- Sem gracinhas, por favor horrivel ver um garoto correndo atrás de mim, horrivel.
- Jura? Eu achei muito engraçado, haha.
- Tá bom, chega de gracinhas, to entrando no palco, até daqui a poco.
- Até.
- Me deseja sorte, Thay?
~~  Levantei da cadeira, fui até ele dei um abraço: ~~
- Boa sorte.
Desejei a dita sorte para o Justin, ele foi perfeito no palco, como eu pude odiar uma pessoa linda e talentosa dessa? Isso não me entrava na cabeça. Fiquei de boca aberta, quando ele sentou naquele coração de ferro, e pasou por cima da cabeça das fãns dele. Veio o Usher até mim:
- Já já é você.
- Mas já?
- Ahan, quer que eu fique aqui com você?
- Quero.
É, eu estava nervosa, não entendia o porque, fiz tantos shows na minha vida. Veio o Scooter e colocou o microfone em mim. De repente o Justin, começa:
- Agora, tenho a honra de cantar Overboard.......
~~ Fui me levantar para ir no palco, o Usher me segurou:
- Espera mais um pouco.
Não entendi nada, mas fiquei sentada, então o Justin continuou: ~~ 5 comentários? Por favor? ~~

18.3.11

#IB - 11° Parte

- O Thomás!
- Ahh, mas é agora que eu mato ele.
- Nãoo, deixe queto, se ele não tivesse sumido, nós não teriamos nos divertido.
- Verdade, hahaha.
Passei pelo Thomás e nem olhei na cara dele.
Fui junto com o Justin no Camarim dele, então ele me interroga:
-  O que você veio fazer aqui?
- Ué, quero comer!
~~ Ele me olhou e sorriu maliciosamente. ~~
- Ahh, bocó, quero comer frutas.
- O que você acha? Te convido para participar da minha Tour, e você não vai ter camarim? Nunca né, vem aqui, eu te mostro onde fica.
Fui atrás dele, quando ele abra a porta, vejo aquele camarim todo rosa me deu vontade de trancar ele lá dentro e sair correndo. Então ele olhou para mim, sorriu e falou:
- E aí, gostou?
 - Ahan, lindo.
*MP: AAAAAAH EU ODEIO ROSA, E AGORA? NÃO VOU DESCEPCIONAR ELE*
- Que bom que você gostou, madei fazer com muito carinho.
- Ahh, não presisava, obrigada.
Abracei e beijei o rosto dele.
 Nisso o Thomás aparece, ele olhou com cara de sarro para mim. Mostrei o dedo do meio para ele. Quando o Justin me soltou, me deu outro beijo.
- Antes de entrar no palco venho aqui te chamar, melhor, você quer assistir o show todo, ou só entrar na hora de cantar?
- Ahh, quero ver o show todo né.
- Então tá, eu venho aqui te chamar, me espere.
Virou as costas e foi. O Justin mal sumiu no horizonte, e já tinha mais gente me torrando a áciência:
- Nossa, então ta arrazando corações em Thay.
- Thomás?
- Porque a surpresa? Que eu me lembre, sou seu mentor.
- É, eu sei. MAS PORQUE VOCÊ SUMIU? QUE SACO HEIN, VSF.
~~ Fechei a porta na cara dele ~~
Sentei no sofá e comi algumas uvas, passaram se 15 minutos, batem na porta.
- Quem é?
- Soou euuu
~~ Era impossivel não reconhecer a voz do Justin ~~
- Aaah, pode entrar.
Então ele entrou:
-  Vamos?
- Nossa, mas já? Como passou o tempo!!
Levantei, ele saiu primeiro, fechei a porta, ele estava me esperando, entrelaçou a mão na minha cintura e me conduziu até a entrada do palco.
- Pronto, daqui a 7 min eu vou entrar, já foi providenciado cadeira para você, fique a vontade. ~~ E sorriu ~~
- Já estou. ~~ sorri ~~
Ele foi ao encontro do Usher e me deixou lá sozinha. De repente sinto uma mão no meu ombro, me assusto ......... ~~ 5 comentários? Obrigada gatchas <3 ~~

17.3.11

#IB - 10° Parte

com uma cueca box BRANCA, meu deus, não pude evitar de olhar, fiquei de boca aberta:
- O que foi?
- Nada não Justin.
- Ee garota cega, haha aqui ó.
E jogou o roupão em mim.
- Haha, obrigada.
Quando tirei uma das minhas mãos da toalha, ela quase caiu:
- Nossa então, hahaha
- É bem por causa disso que eu quero um roupão.
-  Se tivesse me falado antes, não tinha de dado, haha.
- Que é isso garoto? Hahah, obrigada tá.
Sai do quarto e fechei a porta, quando voltei para o banheiro, aquela cena dele saindo do banheiro me martelava na cabeça, coisa que me fez pensar >> "Meu Deus, até ontem eu não suportava ele, e hoje? Eu to maluca por ele, ou é doidera mesmo, ou eu to começando a gostar dele. "
Terminei de me maquiar, fiquei com o roupão mesmo, faltava quase 1 hora pra começar o show, sentei na cama do Justin, algo estava me cutucando, fui olhar, era o note dele, abri, liguei, mechi como se fosse meu. Estava muito distraída no twitter, de repende quase caio da cama, o Justin pegou e bateu na porta com tanta força, que eu pensei que ia desmontar - la:
-  Ooooh Thay, morreu desgraça?
- Ah, pra que me assuatar hein, Justin?
- Abra a porta!!
- Já vai, espera um pouco.
Desliguei rapidamente o note e coloqui no lugar, levantei e fui abrir a porta.
- Até que enfim, né?
- Nossa Justin mais o que aconteceu?
- Nada não!
- O QUE? VOCÊ ME DÁ UM SUSTO DESSES POR NADA É?
- Haha, desculpa se te assustei. Ainda não está pronta??
- Aah, você que tá né? U_U
- Mas eu me arrumo rápido.
- E daí? Já fiz a maquiagem, em dez minutos estou pronta.
- Então começa a se vestir, daqui a quinze minutos, teremos que sair.
Ele virou, deu dois passos:
- Justin...
- O que?
- Já passou perfume?
- Não, porque?
- Epera aí.
Fui no banheiro e pequei aquele frasco de perfume que eu tinha separado dos demais:
- Passa esse?
- Porque?
 - Eu amei essa fragrancia.
-  Sério? Eu também adoro esse.
Virou e foi se arrumar. Em menos de dez minutos já estava pronta, sentei na cama e fiquei à espera dele:
- Vamos?
- Nossa, tomou banho com o perfume? haha
-  Ué, você não disse que gostou desse?
- Ahãn.
- Então passei bastante, só para te agradar.
Quando ele falou aquilo, arregalei meus olhos e pensei: "Meu Deus, ele fez isso só para me agradar?"
 Ele pegou e foi, desci as escadas atrás atrás dele.
- Hey, espera aí garoto.
 - Ande mais rápido dondoca.
- Que dondoca o que.
Desci as escadas correndo, passei na frente dele:
- Vamos dondoca.
- Ha-ha, você é muito engraçada hein ¬¬.
- Eu sei, você já me disse isso!
Fomos para o carro dele, e em seguida para o local do show. Descemos do carro rindo:
-  Thay, viu quem está aí?
- Quem?  ~~ 5 comentários? Please *-* ~~