1.9.11

#IB - 89° Parte


Senti um arrepio na espinha vertebral e vi ao longe sangue e corpos mortos, um homem com um revólver na mão e Justin o atacou, retirando o revólver de sua mão e a policia o raptando para a cadeia outra vez, não deu para ver quem era.

Só percebi que tinha a blusa manchada de sangue na região do abdômen e me soltei de Justin, na hora alguém abre a porta e uma sombra nos tampa, ele me olhou assustado e me virei rapidamente para ver quem era. Estava com uma mancha de sangue na blusa e com um revólver na mão, com um lenço da bandeira dos Estados Unidos amarrado na cabeça e com um bigode falso pelo jeito, será o Thomás?

- Ma... Mas como?
- Consegui me livrar daqueles policiais e prendi seus empresários, ninguém poderá ajudar vocês!
- Pare Thomás! Você já teve o que queria, agora vá viver sua vida!
- Não tive não.
- Não deixa ele me levar Justin! Por favor!

Sussurrou em meu ouvido: “Ele não vai fazer nenhum mal a você meu amor, vou te proteger. Custe o que custar, ele vai apodrecer na cadeia e vamos viver felizes juntos ok?” Concordei com um sorriso disfarçado e Thomás me puxou bruscamente e colou o cano do revólver em meu pescoço, ameaçando atirar em mim se Justin se aproximasse. Ele foi me levando para fora do quarto e me empurrou contra a parede, outro homem me pegou e desceram pela saída dos fundos.

Fora do hotel, me amordaçaram com um pano, tinha um cheiro forte e fiquei meio tonta. Jogaram-me na carroceria da picape e me amarraram com cordas de fibra bem grossas e desmaiei.


~~ Mode Justin ON ~~  


Levaram a minha princesinha para longe de mim outra vez, Thomás apontava um revólver em seu pescoço, não queria que acontecesse nada grave e não movi um dedo, como ele havia mandado. Saíram do quarto e escutei uma batida na parede, engatinhei devagar para perto da porta e vi um homem levando a Thay para a escada dos fundos com Thomás guiando ele, corri para o quarto do Scooter e ele não estava lá, nem a Aileen estava. Será que ele os prendeu mesmo? Liguei no celular deles dois e nenhum atendeu, caia na caixa postal.

Fui até a recepção do hotel e o balconista me disse que eles tinham saído fazia alguns minutos e pedi para que deixasse o recado que eu havia saído, ele concordou e liguei para o Kenny e pedi para que ele viesse até o hotel. Em menos de dois minutos ele apareceu e fomos atrás do Thomás.


3 Horas depois.


Procuramos pela cidade inteira e nada, fomos no centro, becos, ruelas, lojas, fábricas abandonadas e não encontramos ninguém. Kenny pediu para que eu parasse de procurar e descansasse, já era tarde e eu tinha que estar de repouso. Ele me avisara que já passava das onze horas, o obedeci e estacionamos perto de um posto de gasolina, fui para o banco de trás e deitei lá mesmo, Kenny abasteceu a Ranger e dormiu no banco do passageiro.
Não conseguia pegar no sono, rolava e rolava pelo banco e só conseguia pensar no pior. Olhava a Lua e via seu rosto perfeito com um lindo olhar brilhante como as estrelas e um sorriso radiante como o Sol. Estava tão preocupado com ela, com o que o Thomás poderia fazer com a minha princesa, aquele canalha não tem coração e nem cabeça para pensar no que faz e deixou de fazer.

Se ele tocar em um fio de cabelo dela com más intenções eu o matarei. Não importa quem eu sou e a minha idade. Mexeu com a Thaynara, mexeu com a fera. De tanto ter pesadelos, vendo o Thomás batendo nela, ou até beijando-a, acabei dormindo mal.


~~ Mode Justin OFF ~~


Abri os olhos. Estava tudo escuro, só tinha o teto com uma placa de vidro brilhando pela Lua e as estrelas. Deitada no chão, e presa por duas correntes nos pés. Vi, do meu lado dois calibres 24 e um revólver. Observei o lugar que estava. Mesmo escuro, dava para ver com o reflexo dos pequenos feixes de luz que rebatiam nas máquinas e em outras armas, era tudo tão grande e metálico, me sentia uma formiga perto daquilo. Um vulto se aproximou de mim e fingi estar desmaiada. Senti alguém me tocando, exatamente em meu rosto. Não resisti e dei um tapa em seu rosto, era Thomás.

- Vadia, depois de tudo que eu fiz por você, me retribui com um tapa na cara?
- O que você fez por mim Thomás? Só me fez sofrer, chorar e morrer de ódio de você.
- Te fiz fazer sucesso no mundo inteiro, conhecer o seu namoradinho e você ainda fala que te fiz sofrer.
- Você quase me matou duas vezes!
- Podia ter matado na primeira, assim não ficava correndo atrás de você pelo mundo inteiro.
- Larga de ser canalha e se entrega logo! Não gosta de me ver feliz?
- Não com outro. Eu, eu sou seu homem.
- Não! Não é não, eu sou nova demais para você, não iria amar um cafajeste igual a você!

Ele me deu um tapa na cara e segurou em minha mandíbula fortemente.

- Repita isso outra vez para levar o que merece.
- Repito! E repito quantas vezes por preciso, não tenho mais medo de você!
- Ah é? Você não teme a morte?
- Pra que temeria! Já passei por tantas coisas nessa vida que a morte seria a mais fácil delas.

Ele calou-se e soltou minha boca, jogou um saco de salgadinhos em mim e desapareceu no escuro. Abri o pacote, não tinha nada dentro, só farelo de biscoitos. Fazer o que, será só isso queira me dar para comer mesmo. Comi-os e me ajeitei entre as caixas que estava apoiada, e tentei dormir.

Só conseguia ver a imagem de desespero nos olhos de Justin quando me viu entrelaçada e com um revólver apontado em meu pescoço. Como será que ele está se sentindo agora? Olhei a Lua e vi seu rosto marcante, olhos cheios de malícia e mordendo os lábios. Sorri e desviei o olhar. Queria ele do meu lado agora, sem preocupações. Sem Thomás, sem ninguém atrapalhando. Fechei os olhos e cai no sono.

Acordei com alguém tocando em minha perna, e dei um chute em seu estômago, era aquele mesmo cara que tinha me chamado de gostosa. Maldito, por que fazem isso hein?

- Doeu Gostosinha, precisava me chutar?
- Lógico! Além de matar de susto, fica abusando de meu corpo. Mereceu mesmo.
- O chefinho foi comprar umas coisas para vocês.
- Vocês?
- Ele disse vocês para mim.
- E o que mais ele disse? Pode me dizer a frase completa?
- Sim, Ele disse: “Ben, vou sair para comprar umas coisas para mim e para o meu amorzinho, se ela acordar dê para ela água e comida, senão RUA!”
- Hm. “Meu amorzinho”. Aquele canalha.
Revirei os olhos e ele me deu um copo de água e um pacote de cookies. 

Terminei de comer e fiquei pensando no Justin. De novo nos separaram. 
Quando vou ver-lo outra vez? Ouvi um barulho de carro e voltei a realidade, fingi estar distraída olhando para o céu e alguém abaixa do meu lado, levo um susto e me protejo com os braços, Thomás ri e me dá um beijo na bochecha, limpo onde ele beijou e abracei os joelhos. Ele jogou um saco em cima de mim e me mandou abrir.

- O que é isso?
- São lingeries.
- Para que?
- Para você usar hoje á noite.
- Hã? Você ficou maluco Thomás? Nunca que vestirei isso para te agradar, nem para nada que mandar!
- Ah vai sim, vai ou senão essa faca que está aqui no meu bolso vai parar no seu pescoço boneca.
- Que medo de você! Joga ela! Duvido que me acertaria.
- Olha que eu jogo e atiro em você!
- Atira vai!
- Atiro!

Ele tirou a arma do bolso, apontou para mim e contei meus últimos segundos de vida.     


~~ Mode Justin ON ~~


Acordei com o sol em meu rosto, parecia não ter dormido nada. Acordei o Kenny, ele roncava alto, ri dele e voltou para o seu banco, voltei para o do passageiro, coloquei o cinto e ele foi comprar algo para nós comermos na panificadora do posto. Não me saia da cabeça a imagem dela com o canivete fincado em sua perna. Se ele foi capaz disso, nem quero pensar no que mais poderá fazer. Ouvia gritos dela, Thomas atirava contra seu peito. Kenny me cutucou e voltei à realidade.

- Está dormindo ainda Justin?
- Só pensando nela Kenny. Só nela.
- Nós vamos a encontrar OK? Como você mesmo diz: Never Say Never.

Ri dele e voltamos a nossa busca, dessa vez fomos a um lugar diferente, era sem postes e sequer iluminação. Mandei Kenny parar o carro perto de lá, ele estacionou e descemos. Era uma fábrica de armas abandonada. Isso que mais me preocupa. Vi uma camionete estacionada na garagem, igual a que o Thomás me levou até o deserto e uma picape do lado. O Kenny ligou para a polícia e pediu para que ficassem aqui na frente, mas não entrassem, para não ter suspeitas.

- Vou entrar Kenny.
- Vou com você.
- Não, fique ai. Vai dar instruções para a polícia para prenderem o Thomás e os comparsas dele.
- Tem certeza JB?
- Sim Kenny. Me deseje sorte.
- Boa sorte.

Sorri e fiz o meu toque secreto com ele, entrei pela garagem e vi vários homens mortos lá dentro, o puro sangue e Thomás apontando para a Thay seu maldito revólver. Cheguei perto dele e pulei em cima de suas costas, retirei sua arma e gritei “já” bem alto, a polícia entrou e prenderam o Thomás e seus comparsas. Soltei as correntes que estavam prendendo ela e a abracei forte.
......................................................................................................



Gatas, tudo bem com vocês? -qn Graças a Deus tudo acabou! Esse Thomás é abusado hein? que coisa. kk Agora que já está mais pertinho do final, todo mundo vai ficando com saudade né? até eu. )): Mas pra tudo terminar logo vocês vão ter que comentar! Só continuo amanhã e com mais de 15 cometários! *--*'  


Gostaram? Me avisem!  

- Giih. ♥


17 comentários:

  1. Awnn *-* ....
    q bom esse tomas dos infernos tem que morrer ¬¬'
    HUM!!!! ....
    Tááá acabando mesmo néé amore D: ....
    ah amore como sempre eu ameiii continuaaa \o/ *****

    ResponderExcluir
  2. Ah Meu Deus do Céu! Continua continua continua! amei o capitulo, pqp to mt curiosa! bj

    ResponderExcluir
  3. vaaiiiiiiii vaivai vai comtiniaaaaa
    vai acaba????ja!!!!!!!!!!! aaaaaaaaaaahhh
    vc e otima garota cntinuaaaaaaaaaaaaaaa

    ResponderExcluir
  4. vaaaaaaaaaaaaaai continua amooooooor. vai ter outra imagine depois dessa?

    ResponderExcluir
  5. Anônimo18:04

    aaa ja ta acabando =(
    vai ter 2° temporada, neé ? tipo , essa ib é a melhor q ja li !
    Continuaa!

    ResponderExcluir
  6. Anônimo18:36

    omg ! tava quase morrendo nesse desespero ! pf continua logo .

    ResponderExcluir
  7. Laura18:37

    pena que ja ta acabando. mais continua perfeita e, EU vou ter um treco ! ainda bem que ele foi preso. hahaha

    ResponderExcluir
  8. Julia18:38

    ta muito perfect ! #NeverSayNever ! hahaha ele conseguiu ! ainda bem ! continuaa.

    ResponderExcluir
  9. OMG , mto bom! continuua

    ResponderExcluir
  10. ain ja ta acabando ... que pena ...
    qnto sufoco .. nossa hehe
    continua pliis !

    ResponderExcluir
  11. Anônimo21:09

    perfeeeeeeeeeeeeeito continua *-*

    ResponderExcluir
  12. Own =( já tô com saudades =( Mas tá lindo(Perfect!!!)

    ResponderExcluir
  13. Anônimo12:15

    aah ta mt bbooa sua história! Continuuuuuuua!

    ResponderExcluir
  14. AAAAAAAAII MEU DEUS CONTINUA ! *_*
    Aff vou morrer de saudades D;

    ResponderExcluir
  15. Poxinhaa , já está no final :'(
    Mas continuua logo !

    ResponderExcluir
  16. Anônimo20:24

    a eu queria que o justin so encontrasse a thay depois de ulguns dias..
    e que o thomas abusass ela :'(

    ResponderExcluir