8.12.11

#IB - The Skater Girl: 51° Parte

- Nós temos que fazer alguma coisa!
- Liga pro Axl! Ele pode separar os dois, não é?
- Boa idéia Justin, vou ligar pra ele.

Saí de perto de Marcos e sentei no sofá. Se ela sair machucada nessa briga, eu juro que saio daqui para matar aquele cara covarde. Ninguém machuca minha princesa, ninguém.

Mode Justin off*

Ash conseguiu ficar em cima de mim e me prender. Não conseguia mexer nenhum membro de meu corpo. Ele segurava forte em meu pescoço, eu já estava ficando azul e gelada. Supliquei mais uma vez a ele:

- Me solta Ash, por favor. – disse eu, já fraca e praticamente sem voz.
- Vai continuar defendendo esse malandro? – Ele diminuiu a força de suas mãos que apertavam meu pescoço e consegui respirar um pouco.

Respirei fundo, tentando levar ar para meus pulmões. Juntei incontáveis forças e disse fracamente:  

- Se eu for morrer por isso, prefiro que eu morra dolorosamente para eu continuar a defender ele.
- Ah, então vai continuar? – disse ele, me ameaçando.
- Vou. – disse, sem nenhum medo dele. – Não tenho medo de você e nem de morrer. Me mata, vai, quero ver se é homem o suficiente para matar uma pessoa.

Ele segurou forte em meu pescoço novamente e Axl entrou no quarto bruscamente e soltou Ash de mim, me deixando respirar de novo.

- Você endoidou garoto? Vai bater na sua namorada? Porque não bate nas putas com quem você anda? Ela é uma garota incrível e você tendo essas crises idiotas de ciúme! Ela nunca te trairia, seu louco!

Ele não respondeu nada. Fiquei calada escutando a voz de estrondosa de Axl dominar o quarto e me arrastei até a parede. Sentei e Axl me olhou indignado.

- Olha o estado dela Ash, acha que eu faria isso com alguma mulher? Que covardia é essa, garoto? Eu posso ser até o pior homem do mundo, louco, drogado, mas eu nunca bateria em uma mulher! Bem, eu já bati muito na sua mãe, mas eu sei que errei e que não vou fazer isso novamente. Você vai seguir meus maus exemplos mesmo? Ser um covarde e tentar dar uma de macho?

Axl me ajudou a levantar e disse para eu ligar para meu pai, porque ele estava preocupado comigo. Concordei e peguei meu celular, que Ash não conseguiu quebrar e eles foram para o quarto do Axl.

Liguei para meu pai e avisei que eu já estava bem, só que com alguns roxos. O Ash também saiu muito machucado, eu não sou nenhuma fraca pra ele sair ileso dessa. Consegui arranhar o rosto dele inteirinho e deixar muitos roxos em seus braços e pernas. Meu pai me avisou para ter muito cuidado com o que dizer para o Ash da próxima vez, - quem disse que eu vou ter cuidado? Se ele me bater de novo, mando prenderem aquele covarde! – e que ele estava com saudades, como todos da turnê do Justin também. Desliguei morrendo de dor no corpo e me deitei na cama. Olhei para a mensagem de Justin e pensei muito até responder.

Olha Justin, eu não estou com nenhuma vontade de falar agora, desculpa. Mas, pelo menos te respondi. Desabafar? Prefiro chorar sozinha, você sabe disso. Bem, eu não quebrei o celular, mas taquei ele na parede. Por incrível que pareça, fiquei até feliz em ver sua mensagem! Não me chame de louca, mas a saudade foi forte. Hm, manda um abraço para a sua mãe e para todo mundo por mim!
Também te adoro. ;)
By: (Seu apelido)

Mandei a mensagem e respirei fundo. Escutei batidas na porta e mandei entrar. Era Ash. Juro que me escondi entre as cobertas de medo dele. Ash começou a rir depois e sentou na cama.

- Hey, não precisa ficar com medo, só vim aqui para pedir desculpas.

Tirei a coberta de cima de mim e o olhei inocente.

- Você acha que eu vou me desculpar pelo que você fez comigo? Isso não ter per-

Ele só me beijou. Ficou em cima de mim e entrelaçou suas mãos em meus 
cabelos. Só aquela coberta fina separava nossos corpos. Não sei o que deu em mim, mas retribui o beijo. Era um beijo de desculpas, exibia sentimento de culpa e romantismo. Separei-me dele e segurei em seus ombros.

- Tá, eu te desculpo.
Ash sorriu e sentou na ponta da cama. – (Seu apelido), eu sei que eu fui covarde, mas eu odeio esse Justin. Ele parece querer te roubar de mim.
- Tá, tá, agora pode dar licença do quarto? Quero ficar sozinha.

Ash saiu do quarto e fechou a porta.

- Como eu posso estar tão dividida desse jeito? – perguntei a mim mesma.

Eu amo o Justin, dá pra sentir isso. Mas, eu também amo o Ash. Coração burro! Via as lágrimas caírem no travesseiro no qual eu abraçava e via momentos meus que passei com Justin e com Ash.

- Não tinha como tudo piorar? Que tal uma bigorna gigante cair na minha cabeça? Ou até um elefante? Ou eu posso me jogar da sacada! Não, prefiro ser morta a me suicidar. Espera, eu to falando sozinha. Aff.

Dei um tapa em minha testa e me cobri de novo. Vi meu celular vibrar e tinha uma nova mensagem do Justin. Ignorei-a e deitei minha cabeça no travesseiro. Acabei dormindo alguns minutos depois, após chorar litros de água.

Mode Justin on*

Cinco dias depois.

Estamos em Paris! Fazia muito tempo que não vinha para cá. Hoje é o dia dos meus sorrisos voltarem, bem, eu acordei sorrindo. Nada poderia me deixar triste. Faltavam só alguns minutos para eu vê-la novamente. Estava tão hiperativo que não parava quieto. Sorria como um bobo, realmente.

- Você não vê a hora de ver ela de novo, não é Justin? – Kenny disse, segurando em meu ombro.
- É Kenny, tá tão na cara, não é?

Ele começou a rir e vi que Selena estava sentava no sofá com uma cara muito triste. Cheguei perto dela e sentei ao seu lado.

- Hey, pra que todo esse desânimo? Tenho certeza de que quando você entrar em uma daquelas lojas, você vai ser outra Selena.
- Eu sei disso. Mas, você só pensa nela, só fala nela. Acha que isso me deixa feliz? Sou eu a sua namorada, e não ela!
- Desculpa Sel, eu sei que prometi tentar não ficar desanimado por causa dela, e você prometeu não falar mais mal dela. Agora que a minha felicidade voltou, eu não sei o que vai ser de mim.

Ela riu e Kenny me chamou.

- Já volto.

Ela concordou e corri até Kenny.

- O que foi Kenny?
- Chegamos.
- SÉRIO?

Sai correndo do ônibus e entrei no hotel. Tudo estava tão calmo, o silêncio reinava. Kenny chegou com as malas e notei que tinha que ajudar ele também. Peguei-as e quando voltei à recepção, Marcos falava com (Seu nome). Derrubei as malas no chão e fiquei praticamente babando quando a vi. Ela está tão linda e diferente. Sei lá, mas ela estava linda.



(Roupa e cabelo)

Ela virou o rosto quando seu pai apontou para mim e sorri meio sem graça. Ela só me olhou sem expressão facial e saiu correndo do hotel.

- O que deu nela? – Marcos perguntou-me.
- Não faço a mínima idéia, mas eu vou atrás dela.

Corri até a calçada e vi-a correndo do outro lado da rua e comecei a segui-la sem ela perceber.

Mode Justin off*

Desci correndo para a recepção quando meu pai me ligou. Vi ele parado me esperando e corri para abraçá-lo. Parecia que não via ele há séculos.

- Que saudade... – fiquei abraçada nele por uns minutos até me soltar dele.
- Também estava com muita saudade, minha filha. Ah, eu preciso falar sobre uma coisa com você.
- O que?

Escutamos o som de malas caindo e olhei meu pai sem entender.

- É... O Justin também tinha um show para fazer aqui, então, ele vai ficar no mesmo hotel que nós. Olha ele lá.

Meu pai apontou para Justin e virei meu rosto. Fiquei paralisada ao vê-lo de novo. Ele estava... Diferente, de um jeito bom. Ele usava um chapéu muito engraçado. 



Sabe quando você vê todos os momentos bons que passou com uma pessoa querida, como um filme? Foi isso que aconteceu comigo. A vontade de abraçar ele era tanta. Mas, como meu orgulho é maior, sai correndo do hotel, fugindo de Justin.

Andei pelas ruas de Paris a fora. Sentia a neve gelada cair em meu rosto e em meus cabelos. Minha respiração parecia transformar-se uma leve fumaça ao entrar em contato com o ar gelado. Estava de noite e nevava muito pouco. Era possível ver o topo das árvores com os galhos secos cheios de neve nas pontas. Parei de andar por um segundo e vi que estava do lado da Torre Eiffel. Subi nela e parei no topo. Encostei meus cotovelos nas barras de ferro e observei a paisagem.

Era tão linda a vista daqui de cima. As pessoas pareciam formigas. A lua cheia era coberta por um grupo de nuvens, mas ainda dava para vê-la. Senti uma mão me tocar e me virou de costas. Revirei os olhos ao ver Justin sorrindo.

- Por que você veio atrás de mim?
- Porque você saiu andando como uma louca pela rua?
- Não parecia uma louca, só não queria te ver.
- Vai me dizer que não ficou feliz em me ver? Fiquei tanto tempo sofrendo por sua causa, e agora que eu te vejo, você quer fugir de mim? Ah (Seu nome), larga de ser marrenta!

Respirei fundo e refiz minha pergunta.

- Por que você veio atrás de mim novamente? Justo agora que eu e o Ash 
conseguimos nos acertar, você aparece? Porque não vai viver sua vida sem mim?
- Porque eu não consigo sem você.
Ri irônica e continuei. – Se você está feliz, de bem com a sua namorada, continuando a turnê e trabalhando em novas músicas, como não consegue sem mim?
- Você acha que eu estou feliz? Sabia que todos aqueles sorrisos para as câmeras são falsos? Todo aquele “amor” entre eu e a Selena são só por insinuação? Faz tempo que eu não canto com coração e alma, me entregando a música. Eu canto porque tenho que cantar e pronto! Quando eu fiquei sabendo que eu iria te visitar, sabe quando um sorriso de orelha a orelha aparece espontaneamente no seu rosto?
- Ah Justin, para de bancar o Shakespeare apaixonado. Você sabe que não é nenhum “poeta” para ficar dizendo palavras bonitas para mim que podem me trazer de volta pra você.
Ele sorriu de canto de boca e abaixou a cabeça. – Então... Eu tenho chances?
Respirei fundo e cruzei os braços. – Não seja idiota, você sabe que não.
- Pelo menos, posso tentar?
- Tentar?

Ele ajoelhou-se e retirou de seu bolso uma caixinha preta de camurça. Abriu-a e tinha um lindo anel dentro.

- Você não sabe por quanto tempo eu esperei por esse momento... – ele sorriu e molhou os lábios - Quer ser minha namorada, outra vez?

Senti uma lágrima rolar em meu rosto e Justin levanta, secando ela gentilmente.

- Mas, vou desistir de minha carreira de guitarrista, do Ash e de ficar com meu pai?
- Se também não aceitar, por mim tudo bem. Não sei o que eu tenho na cabeça para pedir uma menina em namoro sendo que ela t-  

Beijei Justin de surpresa, deixando a caixinha cair de suas mãos. Segurei em meu pescoço e ele em minha cintura. Eu não conseguia olhar pra ele sem o beijar, era estranho demais. Foi como reviver os velhos tempos. Separei-me dele fechei os olhos.

- Me desculpa, eu não...
Ele colocou seu dedo indicador em meus lábios e sorriu. - Shh. Queria sua permissão de entender isso com um sim.

Sorri e respirei fundo. Ele tirou seu dedo de meus lábios e eu concordei. Justin me olhou espantado e sorriu sem acreditar. Ele pegou a caixinha do chão e colocou o anel em meu dedo.

- Ele é lindo.
- Também achei. Ele é sua cara, sabia?
- Por quê?
- Ele é lindo, frágil e me lembra você. Só isso.
- Eu não sou frágil.

Fiz um biquinho e ele me selou. 

- Justin, você sabe que isso tem que ser segredo, né?
- Sei sim. Vamos ser como amantes.
- É impressão minha, ou você ficou mais safado depois que terminei contigo?
- Bem que eu queria que fosse impressão.

Ele me olhou com uma cara super maliciosa e mordeu os lábios do jeito que só ele sabe fazer.  Quando iria falar que ele era safado, ele me roubou um beijo bem quente. Briguei com ele por ter me beijado sem permissão e rimos juntos. Justin disse que já estava tarde e que iriam suspeitar de algo, então voltamos correndo para o hotel.

(...)

- Filha, hoje eu vou dormir com a Pattie, tem algum problema de você ir dormir sozinha?

Sorri maliciosa para meu pai e neguei. Justin teve que ficar no quarto de Selena, O Ash no do pai dele e eu aqui, sozinha. Meu pai pegou suas roupas e saiu do quarto. Fui até minha mala para procurar um pijama confortável e sinto duas mãos pegarem em minha cintura e a colocá-las dentro de minha blusa. Reconhecia aquelas mãos cheias de esparadrapos de longe.

- Justin, você não tem vergonha na cara? – Me virei e lá estava ele, sorrindo.
- Infelizmente, não tenho.
O olhei irônica e sorri. – Então é bom criar. Imagina se o Ash ou a Selena aparecem aqui?
- Desculpa. Eu só queria um beijo de boa noite.
Ele me olhou com uma cara inocente e apertei sua bochecha. – Tá, eu te dou um beijo de boa noite, mas deixa eu pelo menos escolher qual pijama eu vou colocar?
- Eu posso ajudar?
- Pode.

Procuramos juntos e achei um lindo, sorri e o peguei. Justin me encarou e olhou para minhas pernas.



- Não vai ficar com frio de noite, minha anjinha?
- Que nada Justin, se eu ficar, eu troco depois.

Beijei sua bochecha e ele fez um biquinho muito lindo. Selei-o, que mordeu os lábios.

- Agora sim vou dormir bem.

Ri dele e empurrei para fora do quarto. Coloquei meu pijama e mergulhei entre as cobertas.

- Não dá pra acreditar que sou “amante” do Justin!

Ri de mim e peguei no sono pensando nesse reencontro magnífico. 
.............................................................................................................


Heey Girls *-* 

Fiz um big de presente para vocês (: Finalmente! Eles estão juntos de novo! Espera, como amantes? ~ sorriso malicioso ~ Gatinhas, amanhã tem parte hot para vocês! Se preparem :} 

Indicações: 

Gostaram? Me avisem! 
~~ 10 comentários? ~~ 

- Giih ♥ 

16 comentários:

  1. AAAAAH! FIIIRST! A LUA CHEIA FOI EU QUEM DEI IDEIA (noossa que super hein Gabriella ¬¬), Em fim, eu já sabia oq ia acontecer pq vc tinha me contado, mais tipo, noooossa. muito top. Quero a parte hot logo e na proxima parte n esquece dos meus creditos pq eu te ajuddei (¬¬ grande coisa)

    Beijos te amo

    - Gabi Krempel

    ResponderExcluir
  2. amante ? kkkkkk' Justin sem vergonha! Finalmente voltei ao blog ! estava sem computador! vou comentar todos os diias ! *-* q saudades! A-m-o o Justin safado KK'

    ResponderExcluir
  3. aaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaain amei demais amoooor! continua pleaseee

    ResponderExcluir
  4. Uhuuul. Sou amante do Justin. kkkkk
    Continuuuaa logoooo. xoxo ;*

    ResponderExcluir
  5. Ah que tri! Mas é completamente errado isso de ser "amante", do jeito que eles estão sendo. '-'
    Beijos'

    ResponderExcluir
  6. aaaaain continua logoo to adorandooooo

    ResponderExcluir
  7. Anônimo20:16

    A-I-M-E-U-D-E-U-S! Amei total (: Posta logo o 52º!

    ResponderExcluir
  8. AAAAAAAAAAAAII QUE PERFEITO, AMEI AMEI AMEI AMEEEEEEEEI

    ResponderExcluir
  9. AAAAAAAA
    Cotinua!
    Fiquei tanto tempo longe e ja acontceu tudo isso !

    ResponderExcluir
  10. ~morrendo em 3...2..1...~

    ~ressuscitando pra comentar em 3...2...1...~

    CAAAAAAAAAAAARA QUE DEMAIS , QUE DEMAIS ! CONTINUA ESSA COISA MARAVILHOSA E LINDA QUE VOCÊ FAZ VELHO, TA MUITO PERFEITO !

    ~morrendo novamente em 3...2...1..~

    ResponderExcluir
  11. continua continua
    WOnt*-*
    finalmente mesmo
    continua
    perfect

    ResponderExcluir
  12. Que perfeito em, "AMANTE" do Justin haha

    ResponderExcluir
  13. leitora nova u.u
    ta perfeito fofa s2
    continua divã *-*

    ResponderExcluir
  14. Aaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaah finalmente os dois juntos de novo! - mesmo q sendo como amante u.ú - maaas é muito fofo
    continua continua continua

    ResponderExcluir
  15. Anônimo11:40

    AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA TIPO ASSIM, SE EU TÔ PIRANDO? MAGINA! UAHAUHAUAHAUAHU MEU DEUS, FINALMENTEEEEEEEEE!! HAHA <3

    ResponderExcluir