7.3.12

#IB - Believe In Everything: 12º Parte

- Consegue explicar melhor?
- Acho que sim.
- Então, explica.
- Tá... É que... Espera.
- Esperar o que?
- Você gosta mesmo do Justin?
- Por que quer saber?

Otávio disse algo tão baixinho que eu nem consegui escutar.

- O que você disse Otávio?
- Responde, por favor.
- Ah Otávio, eu não sei se eu gosto dele. Mesmo eu amando ele todos esses anos, parece ser surreal o que eu estou vivendo, sabe?
- Sei sim.
- Então, você não pode me perguntar isso no primeiro dia que eu conheço o Justin. Mas, por que a pergunta?

Outra vez, ele falou baixo demais. Molhei os lábios e me aproximei dele e perguntei baixinho a ele:

- Vai continuar falando baixo mesmo? É tão secreto assim?

Otávio sorriu e me olhou nos olhos. Senti meu coração acelerar por um minuto. A respiração dele batia no meu rosto, era quente e pausadamente funda. Ficamos daquele jeito, trocando olhares, durante uns minutos e ele me abraçou depois. Só eu queria que fosse um beijo?

- Lulu, eu disse que eu te amo demais e te ver com o Justin, sei lá, me deixou super enciumado. É horrível ver quem você ama com outro.

Eu me soltei dele e o olhei sem entender.

- Você me ama? Eu? Luísa Rodrigues?
- Como não amar?
- Hã?
- Lulu, você é incrível. Linda, simpática, tímida, roqueira, super amiga, companheira, tem um sorriso lindo, cabelos lindos, um corpo espetacular, uma voz maravilhosa e ainda consegue ser feliz no meio de tantas pessoas que te julgam. É sério, como eu não posso te amar? Eu sonho com você todos os dias, penso em você a cada segundo e quando você está perto de mim...
- O seu coração acelera, sua barriga fica estranha e suas pernas bambas?
- É. Espera, como sabe?
- Porque é o mesmo que eu sinto por você.

Não acredito que eu consegui dizer isso. Mas, depois de uma declaração de amor dessas, como eu não falo?

- Sério?
- É sério. Desde quando nós dois brincávamos de carrinho na sua casa.

Rimos juntos e ele segurou em minhas mãos.

- Eu... eu...
- O que, Otávio?
- Eu posso te beijar?

Sorri envergonhada e abaixei a cabeça. “Isso é coisa que se peça?”, pensei, mordendo os lábios.

- Precisa mesmo pedir?
- Sei lá...

Rimos outra vez e ele segurou no meu queixo.

- Se você sorrir eu te dou um beijo.
- Sorrir?
- É, sorrir. Igual quando você fica sem graça e dá um sorriso tão fofo.

“Droga, só ele consegue me fazer sorrir assim. Ele e o Justin”, pensei. Eu sorri em seguida, e tampei meu rosto com minhas mãos.

- Que vergonha.
- Vergonha de que Lulu?
- Ah, sei lá, eu devo estar vermelhinha.
- Como eu vou saber se você tampou o seu rosto?
- Tendo visão de raios-X.

Ele riu de mim e tirou as minhas mãos do meu rosto. Eu estava com os olhos fechados, seria meio... vergonhoso ver ele depois do que disse. Quando ele tirou minhas mãos, senti sua respiração quente no meu rosto outra vez, mas, dessa vez foi por outro propósito. Aquele hálito de menta chegava mais perto, senti-o juntar nossos corpos e logo em seguida, nossos lábios.

Tudo o que eu sempre sonhei aconteceu naquele beijo. Sei lá, ele foi mágico. Mágico, magnífico e máster. Tem coisa melhor? Acho que não. Ficamos minutos nos beijando, até que eu me separei dele em busca de ar. Também, quase cinco minutos se beijando é demais. Ele segurou em meu rosto e ficou acariciando minhas bochechas com os polegares.

“Que fofo...”, pensei, quase morrendo de amores.

- Não acredito que eu te beijei depois de tanto tempo imaginando esse momento, Lulu.
- Eu digo o mesmo.

Rimos e ele me deu um selinho, parando as minhas gargalhadas. Ele é fofo demais, de conquistar qualquer uma.

- É... Otávio...
- Diga meu amor.
- Aww, vai me chamar de amor agora?
- Só quando estivermos assim, sozinhos, só nós dois...

Outra vez, sorri envergonhada e senti minhas bochechas corarem.

- O que você ia me dizer?
- A minha mãe tá me esperando lá embaixo.
- Ah... tudo bem, pode ir lá.

Sorri agradecida e levantei da cama. Recebi um puxão de braço e caí com tudo em cima dele, fazendo Otávio rir.

- Esqueceu do beijo de despedida.
- Ah...

Virei-me e ele me beijou calmamente. Quase morri de novo, os beijos dele são românticos demais, quentes demais. Tinha que ser dele, não é? Separei-me dele e ele me puxou outra vez, fazendo eu dar um selinho dele e rimos juntos.

- Me deixa ir, seu bobo.
- Tá, tá, vai logo antes que briguem com você.

Saí do quarto e fui até a varanda. Vi Justin conversando com o meu irmão e fui até eles.

- Ei meninos.

Justin me olhou incomodado e saiu de perto de nós.

- Ué... O que deu no Justin?
- Sei lá, pergunta pra ele!
- É, vou perguntar mesmo.

Andei até ele e segurei em seu ombro esquerdo.

- Justin, o que aconteceu?
- Hã?

Ele continuou de costas e  de frente para mim.

- O que aconteceu com você?
- Não aconteceu nada.
- Então, alguém estava te chamando?
- Também não, do que você tá falando?
- De você sair daquele jeito quando eu vim falar com você.

Ele rolou os olhos e continuou a andar. O olhei de boca aberta e dei um tapa em minha testa.

- Justin!

Justin continuou a entrar no meio da multidão e fui atrás dele até chegar ao fim dela. E nem sinal dele. O que eu fiz dessa vez? Andei e andei até encontrar ele entrando em casa e corri até lá. Cheguei à sala de estar e parei um pouco para respirar. “Corri demais”, pensei. Olhei para o cômodo vazio, por incrível que pareça, e andei lentamente até a cozinha.

Parei na porta e vi que ele estava encostado na pia tomando um copo de água. Andei até ele e Justin tomou sua atenção a mim.

- Por que está fugindo, Biebs? O que eu fiz?
- Por que não pergunta pro Otávio? Ele vai saber te responder muito bem.
- E o que ele tem a ver com isso?
- Eu vi, tá? Eu vi vocês dois se beijando no seu quarto.
- E você ficou com ciúmes? – perguntei, sem acreditar.
- Fiquei! Poxa, achei que gostasse de mim.
- Justin, foi só um beijo, tá? Dá pra relaxar?
- Como posso relaxar vendo a garota que eu amo beijando outro?

Espera aí. Ele disse “a garota que eu amo” ou eu ouvi errado?

- A garota que eu amo?
- É, preciso desenhar?

Ele deu uma leve risadinha e colocou o copo em cima da pia.

- Mas, você tem namorada.
- E se eu te disser que quando eu bati o olho em você, fiquei apaixonado?

Como que eu falo alguma coisa depois dessa?

- Ju-Justin...
- É sério Lulu. Eu te amo muito, muito. Quando eu te vi naquele vídeo, sei lá, foi como se eu encontrasse a minha alma gêmea. Tanto que eu vim para o Brasil com um propósito: conhecer você. Não foi nem pela Rafaela, foi mais por você mesmo. Quando eu te vi, eu pensei “Caramba, que menina linda e simpática. E ainda canta bem”.
- Justin, por que você foi me falar isso agora?
- Porque eu precisava falar. Acho que não iria agüentar esconder o amor que eu sinto por você.

Eu tampei meu rosto com as mãos e não agüentei, de verdade. As lágrimas caíam lentamente, e eu tentava conter os soluços. Como que eu vou lidar com dois garotos apaixonados por mim? O de quem eu era apaixonada desde criança e nunca me deu um “oi” e o que eu sempre amei a distancia e, do nada, veio como um turbilhão na minha vida.

- Eu não mereço isso, não mereço.
- Não merece o que, Lulu?
- Não mereço nem um pouco! – solucei alto sem querer e Justin me olhou assustado, já me abraçando.
- Calma Lulu, vai passar.
- Eu não mereço Biebs, não mereço sofrer.
- Shh, calma, tudo vai ficar bem.

Ele beijou minha testa e me abraçou mais forte, secando as minhas lágrimas.
.............................................................................................................................

Heey Girls *-* 

Olha eu aqui de novo LOL 

Que final de capítulo triste gente, mas, também, como que você não fica confusa com dois meninos que você ama, te amam também? Crazy ;x 

Gostaram? Me avisem! 
~~ 10 comentários? ~~ 

Giih sz

12 comentários:

  1. OMG, que perfect *u* muito bom amr. continua logo sua linda ><

    ResponderExcluir
  2. Anônimo21:37

    MUITO PERFEITO ><
    cotninua

    ResponderExcluir
  3. Ainda não tô acreditando! O Otávio beijou a Lulu *-* Me belisca que eu tô sonhando! AI QUE PERFEITO! ELES FICAM TÃO LINDOS E FOFOS JUNTINHOS *-*
    Vish, ele viu '-' Aff, quando finalmente o Tavinho beija a Lulis, o Biebs diz que ama ela -.- Tô indecisa u.u
    Giih, pelo amor de Deus, contiua bem rapidinho? Não quer me matar de curiosidade né? PLEASE!
    Amei muito, ficou maraviloso o cap ;) Beijo

    ResponderExcluir
  4. Anônimo22:17

    Oh God, o Otávio também é um fofo hein?!
    aaah meu Deus continue logo, está perfeita.
    @iMisterSwag

    ResponderExcluir
  5. Anônimo13:07

    Ai eu queria ser ela, queria sentir o beijo do Otávio queria ser tratada desse jeito, e ter o Justin apaixonada por mim Oh God, meu sonho, acho que não saberia escolher...Agora parando de bajular, eu quero o proximo capitulo logo, não demora que eu tenho um treco!!!

    ResponderExcluir
  6. Anônimo17:31

    POOOOOOOOOOSTA MAIS, PF! TÁ LINDO ><

    ResponderExcluir
  7. Podem divulgar esse blog: http://jadebragaoficial.blogspot.com/2012/03/s2.html por favor? Eu comecei ele, e vou escrever historias muito legais lá, e postar meus videos do youtube, por que quero ser uma cantora famosa entendem? kkkkk mas eu vou ser famosa mesmo, e podem divulgar por favor? Beijinhos!

    ResponderExcluir
  8. Anônimo01:47

    Lindo demais *-*

    ResponderExcluir
  9. Anônimo09:00

    omfg posta logo tô morrendo!!!!!

    ResponderExcluir
  10. Olá gostaria de saber se podes Divulgar meu Blog !

    Http://lailainfirstlove.blogspot.com/

    E só pra contar tôo adorando seu Blog , e acompanho ele sempre ! *-*

    ResponderExcluir
  11. Oi,pode divulgar meu blog?
    http://imaginebelieber-querida.blogspot.com/
    Adorooo seu blog.

    ResponderExcluir
  12. oieee fofis :) me segui,comenta e le os mu ib é esse aqui ó
    http://ireallylovethebieber.blogspot.com/

    ResponderExcluir