26.5.12

#IB - The Skater Girl: 101º Parte

Elas quase se matavam só de ver o Justin. Particularmente, eu também me mataria. Sorri ao pensar isso e elas começaram a gritar meu nome também. “Fofas”, pensei. Eu não me importaria se elas só gritassem pelo Justin. Ele é o centro das atenções e não eu.

Por trás de nós, surgiram Scooter e Kenny. Eles também acenaram e as braziliebers gritaram muito mais ainda. O Kenny diz que as brasileiras têm uma fascinação por ele. Elas gritavam “Kenny lindão” e eu comecei a rir. Mesmo eu tendo ficado muitos anos afastada do Brasil, o meu pai sempre me dava umas aulinhas, caso eu quisesse voltar. Justin me olhou curioso e só pelo olhar dele, deu pra perceber que ele não entendia nada do que estava acontecendo ali.

- Elas estão chamando o Kenny de lindo, Biebs.
- Ah, e como se diz isso?
- Kenny lindão? (falando em português)
- É... Kenny lindaum... (sotaque bem estranho do Justin, LOL)

Ri dele e Scooter pediu para que nós saíssemos da sacada. Justin fez uma carinha de cachorrinho que acabou de cair da mudança e ouvimos o “Aww” bem longo depois. Todos nós rimos e nos despedimos das beliebers. Era uma dó deixá-las lá, mas o Justin não tinha culpa, e sim o Scooter.

Scooter, Kenny e Justin saíram. Eu tive de ficar para falar do show, já que o Scooter insistiu.

- Beliebers, vocês vão ao show do Guns? – eu gritei.

Todas ficaram em silêncio. “Ah, eu sabia da reação delas”, pensei.

- Vou refazer a pergunta. Beliebers, vocês vão me ver tocar no show do Guns? – sorri calorosamente e elas ficaram em silêncio, outra vez.

Senti-me um lixo total. Se fosse o Justin falando aqui, elas gritariam um “sim” bem alto e forte.

- Desde quando você fala português? – uma delas gritou.

Olhei para a multidão e pensei um pouco. “Nem eu estou mais entendendo isso”, pensei.

- Eu sou brasileira! – gritei de volta.

Todas elas se olharam e começaram a comemorar. Mordi meus lábios e me encostei-me às barras que protegiam a sacada.

- Mas, vocês vão me ver tocar?

Eu queria ter certeza de que elas me odeiam ou me amam, sei lá.

- Sim!

Sorri quase morrendo de felicidade e abaixei minha cabeça, sem graça. Elas começaram a gritar meu nome outra vez e mordi meus lábios.

- Bem, agora eu tenho que ir. – admiti, ainda querendo ficar lá com elas.

Todas gritaram um “Aaah” super decepcionado. Acenei como um “Tchau” e elas acenaram também. Entrei de volta no quarto e Justin sorria para mim. Elas começaram a gritar novamente e sorri também.

- Parece que elas gostam de você.
- Pelo simples fato de eu ser brasileira.

Ele me olhou confuso e ri dele.

- É porque todas as beliebers têm a sua rivalidade de país. Mas com a do Brasil é maior. Você nunca reparou nisso?

Justin negou com a cabeça e sentei do lado dele.

- Só na Argentina, as chichas ficam fervilhando de raiva das braziliebers porque o Brasil é mais amado. A Demi Lovato ama o Brasil. O Guns ama o Brasil. A Rihanna ama o Brasil. Você ama o Brasil.
- Ah, entendi. – a clareza tomou os olhos dele e ri da careta que ele fez – Por isso que elas ficaram felizes?
- Acho que sim. Você vai ver, no twitter vai ter a maior briga da história porque eu sou brasileira. Elas vão ficar se gabando e as outras morrendo de inveja.

Justin caiu na gargalhada e rolei os olhos.

- Não perco isso por nada!

Ele pegava seu iPhone e já entrava no twitter.

- Você é muito chato.
- Por quê?
- Por que você devia apoiar as braziliebers, e não querer mais briga.
- Mas eu gosto de todas. Não posso apoiar uma, sabendo que as outras vão ficar com ciúmes. Além disso, eu amo o Brasil.
- Por isso mesmo! Você deveria demonstrar esse amor, mas sem deixar tanta rivalidade.
- Como eu faço isso?
- Sei lá, posta alguma foto no Twitter, Instagram, Facebook... como preferir, de você no Brasil.
- Parece que você já fez isso, não é?
- Hã?

Justin me olhou com as sobrancelhas arqueadas e me mostrou a foto dele dormindo na minha twitpic. “Caramba, tinha até me esquecido disso!”.

- Eu, eu não tinha nada...
- Vem aqui, sua brasileira atrevida.

O olhei rindo e corri dele pelo quarto. Era uma caçada incessante de cão e gato, e nesse caso eu era o gato. Eu ria muito, e ele também. Justin vai querer se vingar de mim, e isso é fato.

- Ah, você vai ter o que merece, (Seu nome).
- Por favor, não, Justin!

Não sei por que eu implorava, mas era automático. É claro que ele vai querer se vingar. De uma hora para outra, eu parei para respirar. Estava sem fôlego algum. Um erro fatal. Justin me pegou pela cintura e me rodou, até cairmos na cama juntos.

Estávamos ofegantes. Fechei os olhos e comecei a rir, sem parar. Justin me olhou confuso e mordeu minha bochecha, depois meu pescoço, orelha e já estava em cima de mim, me olhando como um predador.

- Vai fugir de novo, marrentinha?
- Por que eu fugiria? Eu sei que você não tem coragem de fazer algo comigo.
- Você que pensa.

Um sorriso maligno surgiu no rosto dele e mordi meus lábios. O clima era tenso. O olhar dele estava vidrado no meu e se aproximava cada vez mais.

- Vai recuar?

Sua voz era rouca e um tanto sexy.

- Acha que eu faria isso?

O olhei com uma de minhas sobrancelhas erguidas e Justin molhou seus lábios.

- Depende. Do jeito que você é, nem eu sei mais.

Ri dele e virei meu rosto, olhando para a porta de vidro da sacada. Não havia mais gritos. Mordi de leve meus lábios e senti a respiração de Justin em meu pescoço. Na verdade, ele assoprava meu pescoço. Isso me deixava toda arrepiada. Toda arrepiada. Já percebi o que ele quer fazer.

Tortura.

Justin passou suas mãos em meu braço, sentindo meus pelos eriçados e o amaldiçoei em pensamento. Ele sabe meus pontos fracos como ninguém. Justin sorria travesso e senti que eu estaria perdida em questão de segundos.
Seu olhar estava preso em minhas mãos, que agora estavam sobre meu abdômen, e rezei para que ele não fizesse o que eu pensei. Justin tirou-as de cima de minha barriga e, lentamente, levantou minha blusa. Merda. Como ele leu meus pensamentos?

Ele beijava meu abdômen.

Queria matá-lo, mas quando ele sentiu que eu iria fugir, segurou forte em meus pulsos e não me deixou escapar. Outra vez, estava arrepiada. Que droga, ele não vai parar.
............................................................................................................................

Hey Geliebers! Voltei! 

Meu Deus, que emoção! Não via a hora de voltar! vocês não tem noção do que é ver o meu blog parado, sem poder postar. Porém, finalmente eu consegui! Escapei da minha mãe, e vou deixar vocês bem curiosas. LOL

E essas 501 mil visualizações? É o melhor presente de boas-vindas que eu poderia receber! Muito obrigado mesmo, Geliebers! Love yall 

O Justin vai "matar" a (Seu nome), coitada. Como será o show do Guns? E esse clipe que não lança? Só no próximo capítulo! ;* 

Indicações: 

Eu recomendo esse blog, muito bom! Beijos, Gaby! 

Gostaram? Comentem! 
~~ 10 comentários? ~~ 

Gih 

10 comentários:

  1. Júlia14:30

    Ai meu deus,eu já teria morrido faz tempo!Com o Justin fasendo isso em mim. (66'
    Serio,dá inveja da Selena ter ele TODO pra ela,e nem dividir aqui com nós.kk''
    Continua Beijos :)

    ResponderExcluir
  2. Carai véi você voltou muito má :| hsuashah' oh my Godnes ;9 tortura ela não Justin, parte pra cima logo, uiui o.o parei KKKKK' continua amor, ta perfeito, uis

    ResponderExcluir
  3. nova IB muito boa leiam e divulgem e comentem
    http://imaginesonhecombieber.blogspot.com.br/ vale a pena

    ResponderExcluir
  4. Continua amor,
    Tá muito bom :)
    Tadinha dela, ela vai "morrer" :9 66'

    ResponderExcluir
  5. AAAA que bom que postou. \õ
    Ficou muito perfeito. Pq parou na melhor parte?? OMG vou morrer.
    Continua?! >.<

    ResponderExcluir
  6. Anônimo07:26

    Continua!!!!!!!!!!!!!Ta perfeita!
    Ass.:@BeatrizVilches

    ResponderExcluir
  7. OMG !
    continua amoooor que bom que vc ta de volta haha

    ResponderExcluir
  8. AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA vc volto =)) que feliz. Animou meu dia. kkkkk
    continua continua

    ResponderExcluir
  9. Isadora15:14

    Continua logo,esta perfeito. E o que eles vão fazer em? hushaushuas
    beijos

    ResponderExcluir