12.6.12

#IB - Believe In Everything: 30º Parte

Subi para o quarto da minha mãe, onde tinha uma visão ampla do jardim. Justin estava do lado de minha mãe e prestei mais atenção na Débora. Ela estava de costas, não dava para ver a safada de frente. Já o Justin, dava para ver plenamente. Ele pegou o iPhone e mordi os lábios, pensando no que ela teria feito dessa vez.

Segundos depois, ele deixou o celular de lado e o meu vibrou em minhas mãos.

Ela ficou feliz quando eu disse que não estava com você e pediu para subirmos para o quarto do Lipe.

- O que essa diabinha está aprontando? – pensei.

Dei de ombros e fui para o meu quarto. Teria que fingir estar distraída para ela não perceber o plano. Fui escrever pro blog. Na metade da primeira página, escutei os passos vindos da escada e sorri maldosa. Justin entrou no meu quarto e os “pombinhos” entraram no quarto do Pedro.

- Como foi, Biebs?   
- Ah, ela foi um amor. Gostei dela.

Justin piscou para mim e o abracei rindo.

- Seu bobo.

Fechei a porta e mordi os lábios.

- É sério que ela apertou sua bunda?

Justin assentiu e me mordi de raiva. “Safada!”, pensei.

- Sério, eu quero matar certas pessoas hoje.

Ele riu de mim e sentamos na cama. Deitei minha cabeça nas pernas dele enquanto Biebs acariciava meus cabelos gentilmente. Escutei baterem na porta e levantei, sentando ao lado de Justin.

- Pode entrar.

Era Débora. Senti meu sangue ferver só de ver aquela traidora na minha frente. Molhei os lábios e senti a inveja pairar no ar. Ela tinha papel e caneta nas mãos.

- Biebs, você pode autografar pra mim? – ela perguntou, e com a pior pronúncia que eu já vi.

Justin sorriu e assentiu. Pegou as coisas das mãos dela e autografou o papel, provavelmente uma folha de caderno do Pedro. Sinceramente, eu estava com dó dele. O Pedro vai ter seu coração despedaçado pela primeira vez e, eu não quero ver ele triste por causa desse protótipo de vadia. Sim, ela é uma vadia. Ri do meu pensamento e notei que ela olhava Justin com muita malícia.

Eu queria encher a cara dela de porrada, mas, seria antiético fazer isso com a sua cunhada no primeiro dia que a vê. Me segurei e disfarcei a raiva. Débora agradeceu sorridente e saiu do quarto. Respirei fundo e Justin riu de mim.

- Você é muito ciumenta, sabia?
- Sou mesmo. Essa menininha dando em cima do meu Justin. E ela apertou sua bunda, tá? Como você não quer que eu fique com raiva dela?

Justin mordeu seus lábios e me sentou em seu colo.

- Ciumenta.

A voz rouca dele me deixou toda arrepiada. Meu Deus.

- O que você está aprontando, Bieber?
- Nada, Lulu. Eu só ia comentar que a sua boca ta muito longe da minha, mas, você iria falar “ah Justin, e se a Débora aparecer aqui” ou “você é muito..."

Nem o deixei terminar de falar. Roubei um beijo dele e, esse era com vontade. Vontade de a Débora ver e ficar chocada. Vontade de beijar ele até o dia amanhecer. Sim, eu sou louca. Louca pelo Justin, é claro.

Justin mordeu meu lábio inferior e nos separamos. Ele me olhou ofegante. Nossa Senhora – seus olhos pareciam dizer. Ri dele e deitei em seu colo, deixando-o brincar com meu cabelo.

(...)

Depois de a vaquinha da Débora ir embora, eu fiquei mais tranqüila. Muito mais tranqüila. Não tinha nenhuma cunhada doida atrás do meu Justin. Se bem que ele não é meu, é da Selena. Mas, vamos dizer que nesse instante ele é meu. Eu estava escrevendo para o blog e Justin estava atrás de mim, tentando decifrar o que eu estava escrevendo.

- Pra que essa cara, Justin?
- Eu quero saber o que você está escrevendo.

Ele fez uma carinha triste e um biquinho muito fofo. Ri dele e me ajeitei na cadeira. Cruzei as pernas e pensei um pouco no que escrever. Tem horas que a criatividade some do nada da mente e volta igual a um turbilhão. “Louco, super louco”, pensei.

Senti Biebs fungar meu pescoço e mordê-lo. Outra vez, ele me arrepiou inteira e, levei um susto de brinde. “Por que ele adora me assustar?”.

- Quer me fazer pular da cadeira?

Justin riu de mim e o olhei sorrindo. “Droga, não quero que ele vá embora”, pensei.

- Não era essa a minha intenção, desculpa.

Biebs me levantou da cadeira e me rodou, me fazendo rir dele.

- Sério, eu vou sentir falta disso.
- Nem me fale – disse ele, me abraçando -, você faz muita falta.
- Aww, seu fofo.

Ficamos abraçados durante uns minutos e escutamos baterem na porta. Respirei fundo e fui até lá para abrir. Era Pedro. E ele tinha um sorriso nos lábios.

- Gostou da Débora?
- É...

Eu queria dizer que ela é uma vadia sem vergonha que ficou dando em cima do Justin, mas, não queria ver meu irmão triste.

- Ela é legal.

Sorri e abracei-o, bem forte.

- Ah, assim você vai me matar esmagado! – disse ele.

Rimos juntos e ele entrou no quarto, vendo que Justin estava sentado na minha cadeira azul e lendo no meu blog.

- O que o Justin ta fazendo?
- Lendo meu blog.
- Você tem um blog? De que?
- De Fanfics.
- Ah sim... Já ouvi falar dessas Fanfics, só que com o Pe Lanza.

Assenti, imaginando como seria alguma história com o Pedro Lanza e, olhei que Justin estava traduzindo o que eu tinha escrito. Corri até ele e sentei no seu colo, tirei todas as páginas abertas e ele me olhou indignado.

- Por que você fez isso? – perguntou ele.
- Eu que te pergunto, seu curioso safadinho!

Felipe riu de mim e notei que tinha falado em português. Justin me olhou sem entender e ri também.

(...) 

Estávamos assistindo TV, passava um filme de suspense e, o Justin colocou nele de propósito. Ele sabe que eu odeio esse tipo de filme. Agora eu estava agarrada nele, cobrindo meu rosto para não ver o que iria acontecer a seguir. De repente, a mulher do filme grita e eu grito junto. Só pulei da cama e fui parar no chão, em cima do Justin. 

- Viu só o que você me fez fazer? 
- Não tem problema nenhum em você cair no meu colo. 

O olhei rindo e deitei minha cabeça em seu colo. Cheguei a fechar os olhos só para sentir o momento, mas tinha que vir outra vez àqueles gritos assustados dos atores. E eu parei no chão dessa vez. Rimos juntos e ele me pegou no colo e me deitou na cama. 

- Você merece descansar, teve um dia bem estressante. 
- Concordo com você. Saber que tem uma maníaca querendo apertar sua bunda de novo e fazer coisas que... eu não estou afim de falar o que são agora. 

Rimos novamente e ele deitou do meu lado depois de desligar a TV. Dormimos juntos pela última noite e, tentei aproveitar até o último segundo, o último abraço involuntário que ele me dá enquanto dorme e a última respiração quente dele no meu rosto. 

É horrível saber que você vai ter que quase ignorar tudo o que aconteceu e dizer às pessoas que era só amizade. Sempre foi muito além de amizade. Mas, por enquanto, isso tem que ficar guardado às sete chaves.

.........................................................................................................................

Hey Geliebers *-* 

Agora, falta praticamente um dia. Como será que eles vão ficar? No próximo capítulo! 

Indicações:

Gostaram? Comentem!
~~ 10 comentários? ~~  

Gih   

14 comentários:

  1. aaaaaaaaaaaaaaaa ta perfeito amor, tipo: omg' vc tem q postar logo >< duahsua' continuaaaaa?

    ResponderExcluir
  2. HAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA CONTINUAAAAAAAAAAAAA!!!
    MUITOOOOOOOOO PERFEITOOOOOOOOOOOO!!

    ResponderExcluir
  3. OOOMG *--* MUITO PERFEITOO .. DIVAA AMEEI AMEEI AMEEI .. ENFIM CONTINUAA .. TA MUITO BOOM!

    by: Thaais

    ResponderExcluir
  4. Ain, tô muito triste! Não quero que ele vá embora! Quero ele bem pertinho da Lulis e que a Débora se exploda :D
    Como vai ser eles longe um do outro???
    E o Otávio??? Saudade desse menino lindo *-*
    Ficou muito perfeito! Continua looooooog ;)
    xoxo

    ResponderExcluir
  5. Ele não pode ir embora, não pode... )))):
    Como eles vão ficar depois que ele voltar pra casa ? D:
    Continua prfvr

    ResponderExcluir
  6. ): que triste
    continua to ansiosa

    ResponderExcluir
  7. Anônimo20:28

    continuaaaa >.< ta ótimoo,perfeito .. to amandoo bjooos

    ResponderExcluir
  8. AAAAAAAA
    continua continua

    ResponderExcluir
  9. AAAAAAAA
    Continua...
    XOXO

    ResponderExcluir
  10. Anônimo20:38

    continuaaaaa *-*

    ResponderExcluir
  11. Isadora16:28

    Awn, o Justin tem que terminar com a Selena e ficar com a Lu e bem que ele podia ficar mais tempo no Brasil com ela. Continua

    ResponderExcluir
  12. amei ta perfeito
    continua

    ResponderExcluir
  13. Nossa, eu estou amando!!! completamente.. ja sou considerada uma de suas Geliebers!! Que triste q o jus já vai.. e onde está o otávio liindo, adoro ele tbm..
    Bjoos Viick (nova leitora)

    ResponderExcluir