4.6.12

#IB - The Skater Girl: 103º Parte

Estávamos eu e meu pai, um do lado do outro e com as guitarras prontas. Ele com a sua Gibson SG e eu com uma Gibson Custom do Richard. O palco tinha fumaça, muita fumaça, que impedia os roqueiros de nos ver, até que Frank começou a tocar sua bateria e a fumaça cessou, começando o show. Os fãs foram a loucura.

Como sempre, na abertura do show, nós começamos com a minha música preferida: You Could Be Mine. Na verdade, todas são as minhas favoritas. Sem exceção, todas mesmo. Axl começou a cantar e olhei para a platéia. Justin estava de braços cruzados, encostado na grade que separava o palco do público e sorria orgulhoso de mim. Sorri também e concentrei-me na música, acompanhando meu pai.

(...)

O show foi um sucesso. Depois, como foi combinado, eu e Justin iríamos tirar fotos com as beliebers roqueiras que vieram. Foi super legal, elas me elogiaram muito. No total, deveriam ser umas 50 ou mais. Não é todo mundo que gosta de rock, mas, deu pro gasto.

Depois, tivemos uma boa noite de descanso e partimos para o Rio de Janeiro logo cedo. O Justin queria muito ir as praias, mas ele não podia nem por o pé pra fora do hotel sem estar escoltado por 10 seguranças e mais alguns policiais.

“Por isso que eu adoro o Brasil”, dizia ele, enquanto olhava para a vista da praia de Copacabana pelo vidro da sacada. Ele já tinha saído para dar um olá para as beliebers duas vezes. E eu só fui a uma. Estava treinando para o show de hoje à noite.

Ele realmente estava se divertindo na sua segunda vinda até esse país tropical. Ele não via a hora de voltar. E agora, estava ali, admirando as brasileiras com seus corpos exuberantes e o mar. Ciúmes? Só quando ele dá em cima de uma. Aí sim eu pego pesado.

Falando em pegar pesado, o Justin ainda não cumpriu sua segunda parte da promessa de vingança. E isso me deixa apreensiva. “O que será que ele vai fazer?”, sempre pergunto a mim mesma. Com o pensamento longe, nem percebi que ele tinha voltado para o quarto e tinha ido tomar um banho. Só quando fazia alguns minutos que ele havia entrado.

Voltei à realidade e escutei o barulho do chuveiro. Deixei a guitarra de lado e entrei no twitter. Vi todos aqueles comentários na foto que eu postei do Justin dormindo e ri sozinha. Tinham mais de mil comentários. Era de rolar no chão de tanto rir.

- Eu sou muito má – pensei alto e chuveiro desligou.

Olhei para a porta do banheiro e dei de ombros. Escutei Justin me gritar e olhei para a porta novamente.

- O que foi Biebs?
- Não tem nenhuma toalha aqui, pode pegar uma pra mim?

Deixei o celular em cima da cama e peguei uma toalha. Abri a porta e estendi minha mão para ele pegar, mas ele me puxou para dentro do banheiro e me olhou malicioso.

- Justin Bieber, você não vai...
- E que inicie a segunda parte da mais doce vingança que eu já tramei em toda a minha vida.

Seu sorriso malicioso sumiu quando ele mordeu os lábios e o olhei sem acreditar no que via. O banheiro estava muito, muito quente e tinha uma toalha lá sim.

“Mentiroso descarado”, pensei. Justin segurou em minha cintura, todo molhado, e me beijou ferozmente. Não tinha como negar o beijo. Ele me empurrou para dentro do Box e rezei para que ele não me colocasse embaixo do chuveiro com minhas roupas.

- Vou te deixar tirar a roupa, baby.

A voz dele soou rouca e sexy. Sorri satisfeita e tirei minhas roupas, ficando só de roupas íntimas. Ele me olhou surpreso e mordeu seus lábios.

- Achei que iria fugir.
- Fugir de te beijar? Por que eu faria isso?
- Porque você é marrenta.
- Oh, Really? – disse, sarcástica.

Justin riu de mim e me colou na parede, beijando meu pescoço. Ele segurava forte em minha cintura e abaixava suas mãos gradativamente. Eu sabia que isso aconteceria mais tarde. O Justin andava quieto demais. “Armando planos diabólicos", pensei. Gemi quando ele apertou minha bunda e o olhei com as sobrancelhas arqueadas.

- Precisava quase arrancar um pedaço da minha bunda? – perguntei.
- Você não viu o que eu vou fazer com você no quarto.

O olhei com medo e ele sorriu malicioso.

- Nada que você não queira, é claro.

Revirei os olhos sorrindo e ele tomou minha boca com um movimento rápido. Enrolei minhas pernas em suas costas e ele sorriu entre os beijos. Mordi o lábio inferior dele e Justin segurou em minhas coxas, me carregando no colo. O beijo era excitante e, nós dois estávamos molhados devido ao Justin não ter se secado antes de me “atacar”. Ele me levou até o quarto e me jogou na cama, com desejo e malícia no olhar.

Justin andou até a cama olhando nos meus olhos.

- Fica de quatro.
- Quem disse que eu quero ficar? – disse eu, o olhando desafiadora.
- Você vai desobedecer ao mestre?
- Você não é meu mestre.
- Nessa tarde eu sou, até você gritar meu nome, morrendo de prazer.

O olhei desconfiada e Justin subiu na cama, ficou ajoelhado e sorri mordendo os lábios.

- O que você tomou antes de vir pra cá? Você anda muito safado.
- Você me deixa assim, sabia? Só de ver com esse victoria’s secret eu quase 
morri.
- Morreu de que? Sedução?

Ri dele e Justin assentiu, me comendo com os olhos. “Sério, ele deve ter bebido antes de vir pro Brasil.”, admiti em pensamento.

- Não vai fazer o que mandei? – respondeu ele, próximo ao meu corpo e sobre mim, sussurrando com aquela mesma voz rouca.
- Só se você prometer uma coisa.
- O que quiser.
- Que você vai parar com essas fantasias sexuais que você tem. Ok?

Justin riu de mim e assentiu molhando os lábios. Nós nos olhávamos olho a olho e dava para sentir o cheiro de menta vindo do hálito dele. Seus olhos estavam transbordando de malícia e desejo, assim como eu. Mas, e se o Scooter nos pegar outra vez? E pior, e se meu pai aparecer? Se nós estivéssemos sozinhos, eu ficaria tranqüila, mas, não estamos.

Justin me beijou e deixou seu corpo cair sobre o meu, sem deixar todo o seu peso sobre mim. Seu órgão roçava sobre o meu e ele me torturava com isso. Nos torturava. Ele tirou meu sutiã e abocanhou um de meus seios, segurando o outro. Eu gemia baixo no ouvido dele, pedindo por mais. E é claro que ele obedecia. Nesse caso, quem manda aqui sou eu.

Meu corpo estava mole e arrepiado, Justin queria me torturar até o último segundo que ele agüentasse. Agora, ele lambia minha barriga, me fazendo estremecer. Eu contorcia igual uma cobra sem cabeça na cama. E o pior, ele sabe todos os meus pontos fracos. As partes do meu corpo que me deixam super arrepiada e louca quando tocadas.

Justin voltou sua atenção a minha boca, mas suas mãos apertavam minhas coxas e com uma delas, tocou meu órgão e gemi quando ele começou a me masturbar. Ele tirou minha calcinha e abriu minhas pernas, sorrindo tão malicioso como antes.

- Justin, eu...
- Shh... – ele tocou novamente e passava seus dedos entre os lábios de minha vagina – Agora você é só minha.

Justin mordeu seus lábios e começou a explorar meu órgão, que me fez fechar os olhos e gemer mais e mais. Segurava em seus cabelos e me contorcia na cama. Ele segurava em uma se minhas pernas e com a outra mão, apertava meu seio esquerdo.

Sério, ele quer me matar. “Ele quer me matar”, era a frase que eu mais dizia entre gemidos que escapavam a cada movimento lingual dele. Não demorou muito até nem ele agüentar e me penetrar, que nos tornou um só naquela tarde. Nossos corpos estavam colados um no outro e ele penetrava rápido, um vai e vem que nunca parava.

Já se passaram minutos e nós estávamos naquela mesma posição, até que senti Justin estremecer e tirar seu órgão de dentro de mim. Ele me olhava exausto e eu também estava acabada. Eu tremia. Fechei os olhos lentamente e senti ele me pegar no colo e me levar ao banheiro. Tomamos banho juntos e dormimos, minutos depois.

(...)

Mode Scooter on*

- Você encontrou os meninos? – perguntou marcos.
- Não. Mas, pode deixar Sr. Krippknott, eu vou achar sua filha. Eu até tenho suspeitas de onde eles estão.  
- Então ta Scott. Confio em você.
- Pode deixar.

Marcos entrou no quarto e ri sozinho. Não acredito que esse episódio vai se repetir, só que depois de dois anos. Andei até o quarto dos garotos e bati na porta. Sem sucesso. Bati outra vez e abri a porta. Eles dormiam agarrados um no outro, mas dessa vez com roupas. A cama estava molhada. Toda molhada. Andei pelo quarto e não vi nenhum indício de safadezas ocultas. Fui até o banheiro e sorri quando vi as roupas da (Seu nome) jogadas no chão e as do Justin também.

- Do banheiro foram para a cama. Essa é nova.

Ri outra vez e saí do banheiro. Fiquei na frente da cama, admirando aquela cena e cruzei os braços.

- Esses meninos de hoje em dia...

Saí do quarto e fechei a porta. “Depois eu acordo os namoradeiros”, pensei.
...........................................................................................................................

Hey Geliebers *-* 

Olha só eu me superando outra vez. Quem teve Biebergasm levanta a mão! \o/ lol. Que vingança doce, não? Como será na casa da tia da (Seu nome)? Só no próximo capítulo! ;* 

Indicações:

Gostaram? Comentem! 
~~ 10 comentários? ~~

Faz bem pro meu coração... LOL 

Gih 

16 comentários:

  1. \OOOOOOO
    OMFG MORRRRI I I !!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  2. Anônimo20:01

    CONTINUA, TO MORRENDO DE ANCIEDADE! SUA #IB É PERFEITA!

    ResponderExcluir
  3. BIEBERGASM ON~ SUAHUSHA' :$ omg' show'd véi. continua, ta perfeita amr

    ResponderExcluir
  4. NOSSA, QQISSO ;B OKASOKASOAS MAN, A.D.O.R.E.I LOL
    MAS, TIPO, UMA COISA QUE EU QUERO SABER É: O JUSTIN USOU CAMISINHA? O.O

    CONTINUAAAA!!

    ResponderExcluir
  5. Anônimo21:36

    BIEBERGASM *mode on* ~EYE[´´VETVÇÉW[R;C/WP PQP QUE PERFEITA
    eu tava lembrando quando comecei a ler essa ib u.u
    continua amor

    ResponderExcluir
  6. Anônimo22:02

    VÉÉÉÉI LEEITORA NOVA AKI ~DANÇA~
    CARA, EU LI TODA A SUA #IB, É MÓ FODA! EU EEIN!
    GEENTE, EU RI SOZINHA ENQUANTO LIA, AINDA MAIS AGORA, DO SCOOTER KKKKKKK' MÓ HILARIO
    PENSOU O MARCOS IR? MY GOSH
    MEE DA ONDE TU TIRA TANTA CRIATIVIDADE, IMAGINAÇÃO, NÃO SEI. MAAAS DÁ ONDE? LOL
    VIU, VOCÊ PODE ME AVISAR POR TWITTER QUANDO TEM CAPITULO NOVO? OBRIGADO!

    BY: @ChrisandJustinB

    ResponderExcluir
  7. GENTE ENTREM DIVULGUEM COMENTE , AJUDEM PARA CONTINUA : http://imaginebelieberjbjb.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Jésus, que capítulo foi esseeeee???
    OMG' morri.
    Ficou muuito perfeitooo!!
    Continua mô?! >.<

    ResponderExcluir
  9. Anônimo16:33

    CONTINUAAAAAAA *-*

    ResponderExcluir
  10. Anônimo17:04

    AAAAAAAAAHHHH muito boooooooooom ! Kkkkk' continua ..

    ResponderExcluir
  11. Júlia19:30

    Eu tiveeeee!Omg,assim se me mata,Justin! (6'
    Continuaaa Beijos :)

    ResponderExcluir
  12. OMB Giiih *o* Tá cada vez mais perfeito >< Sério, to quase morrendo com esse Jerry querendo se mostrar huashuahsu'
    E esse Scooter sempre aparecendo nas horas mais inconvenientes HASUSHU'
    Continuaaa loogooo ^-^
    Bjs, Gaby ;**

    ResponderExcluir
  13. @JosiiBrochier_16:10

    Leeitora nova akii \õ/ lii toda a sua #IB e é P-E-R-F-E-I-T-A deemais :)
    coontinuaa logo *-*

    ResponderExcluir
  14. AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA continua continua por favor...

    ResponderExcluir
  15. Anônimo01:10

    Posta logo! eu tô morrendo de curiosidade!!!!!!!!!!!!!

    PS: leitora nova!!!!!!!!!1

    ResponderExcluir