1.7.12

#IB - Believe In Everything: 34º Parte

Mode Justin on*

Acordei e vi que estavam todos ao meu redor, preocupados. Olhei-os sem entender e minha mãe me abraçou super preocupada.

- O que aconteceu? – perguntei.
- Você apagou depois que te falei aquilo, Justin.

Franzi o cenho e me esforcei para lembrar o que ele tinha dito. Até que me lembrei. Quando vi Selena ali, não tive coragem de transmitir o que eu sentia, então, engoli em seco e sentei na cama, abraçando minha mãe.

- Na verdade, eu me senti um pouco mal Scooter. Você viu quando eu fiquei com ânsias.
- É... – ele me olhou assentindo e Selena me abraçou também.
- Você tem que descansar, Justin. Você não para um segundo!
- É, eu tenho mesmo. E é o que vou fazer agora.

Todos saíram do quarto e pedi a Scooter que ficasse. Ele andou até mim e o olhei sério.

- É verdade o que você me disse sobre ela?

Scott assentiu e me ajeitei na cama. Não consigo acreditar que a deixei desse
jeito.

- É tudo minha culpa. Eu devia ter ligado, dar notícias...
- Não é sua culpa JB. Você está focado no seu CD, só isso.
- Quando você falou com ela?
- Ontem.
- E porque você não me disse antes? Eu poderia ter falado com ela também!
- Você estava tomando banho. Estava cansado, precisava de descanso.
- Não importa Scott. Eu poderia ter falado com ela de qualquer jeito.

Molhei os lábios e peguei meu celular. Liguei para ela. Caixa de mensagens. Tentei outra vez. Caixa de mensagens. Deixei o celular de lado e resmunguei em seguida.

- Ela deve estar fazendo alguma coisa muito importante para não te atender, Justin.
- Deve estar com aquele amigo bad boy dela.

Revirei os olhos e bufei só de pensar neles dois juntos.

- Você tem que entender que agora é bola pra frente, Biebs. Cada um no seu canto.
- E você acha que é fácil esquecer tudo isso que aconteceu? Eu vivi um grande amor com ela, Scott.
- Eu sei disso Justin. Eu sou testemunha! Você acha que eu não via vocês dois juntos não?

Ri dele e levantei da cama. Cocei minha cabeça e comecei a andar de um lado para o outro.

- Eu tenho que arranjar um jeito de falar com ela.
- Como assim?
- Já sei!

Peguei meu celular e entrei no MSN. A expectativa aumentava ao carregar. Entrei e procurei-a entre os contatos. Lúu Ausente. Molhei os lábios e arrisquei. Não tenho nada a perder.

Justin: heey Lulu!

Esperei um pouco e me ajeitei na cama, super ansioso. Scooter ria de mim e sentou do meu lado.

- Você acha que ela irá te responder?
- É claro que vai. Mas, eu não sei se esse ausente é se ela não está mesmo, entende?
- Entendo.

Ficamos em silêncio e na expectativa. Já havia passado cinco minutos e nada. Estava cantarolando a melodia de Boyfriend e pensando na reação dela. Seria incrível.

Mode Justin off*

Já era tarde da noite. Estava escrevendo para o blog, exatamente na terceira
página, quase no final. Respirei fundo e pensei em um final convincente. Senti uma fungada leve no meu pescoço e duas mãos um tanto macias tocarem meus braços e me arrepio inteira.

- Biebs?
- Nossa Lulu, tá me xingando?

Olhei para trás e reconheci Otávio. Dei um tapa em minha testa e levantei da cadeira.

- Não é minha culpa se você não bate.
- Não acredito que você ainda pensa nesse playba.
- Olha o jeito que você fala dele, Otávio!
- Foi ele que te roubou de mim.
- Vai começar? Que droga, eu deveria te expulsar daqui...
- Mas não vai.

O grosso do Otávio, além de me interromper, me agarrou e colou nossos corpos.

- Estava com saudades de você, sabia?

Ele olhava nos meus olhos e me senti mole com os olhos verdes dele.

- Otávio, eu...
- Vai, admite. Aquele canadense barrela não te dava o que você queria.

Fiquei muda. As palavras não saíam. Estava diante de uma antiga paixão, que batia com a do presente. Otávio VS. Justin. Ele notou a minha fraqueza e me atacou, digamos. Um beijo violento, porém doce.

Não resisti. Desde o dia da festa do pijama não beijara ele. Tinha algo de diferente. Quem sabe um tanto de luxúria? Ou até romantismo? Não sei, mas era bom. Ele me empurrou para a parede e escutei meu celular tocar. Desgrudei minha boca da dele e sussurrei para que me deixasse atender. Otávio sorriu malicioso e negou já me beijando novamente.

Na segunda ligação, tentei enrolá-lo e andei ainda colada nele até a escrivaninha onde ele estava. Porém, sem resultados. Eu cheguei à metade do caminho e o celular parou de tocar. Soltei-me de Otávio a fim de respirar e me virei, procurando o celular.

- Você é bem abusada, Lulu.

As mãos dele foram parar na minha cintura e era um número que nunca tinha visto. Franzi o cenho e dei de ombros.

- Otávio, eu tenho que terminar uma coisa.
- Ah, eu também tenho, meu amor.

Revirei os olhos e me virei para ele.

- Eu não me referia a você, tá?
- Mas eu me referia. E o Tavinho tá com saudade da Lulu.

Ri dele e pousei minha cabeça em seu ombro. Estava com saudade dele também. Otávio preferiu se afastar para que eu aproveitasse todo o meu tempo possível com o Justin e, isso foi muito fofo da parte dele.

- Eu também tava com saudades de você, Otávio.       

Parecia que a minha dor havia sumido de uma hora para outra. Sorri. Vi a janelinha do meu MSN piscar e me soltei de Otávio, porém, ele me segurou pelo braço.

- Você é muito chato.
- E você não me deixa matar a saudade.
- Não consegue esperar um pouco?
- Eu não.

Rimos juntos e sentei à frente do computador. Abri a janela do MSN e sorri, frenética.

- Meu Deus, meu Deus, meu Deus!

Lúu: Biebs! I miss you so much! (Biebs! Que saudades de você!) 

Ouvi Otávio bufar e ri dele.

- Nervosinho.
- Vai me deixar aqui pra falar com esse playba?
- Não chama o Biebs de playba, Otávio.

Ele cruzou os braços e ri novamente.

Justin: me too, baby. (também estava, baby.)

Quase morri quando ele me chamou de baby. Suspirei e pensei em algo pra dizer.

Lúu: why did you dissapeared? (por que você sumiu?)

- Ah, pode deixar que isso até eu respondo, Lulu. O playba tava com a namoradinha dele, duh.
- Não chama ele de playba, que coisa!

Cruzei as pernas e esperei atenta a resposta dele.

Justin: i was working in my new music. today i had no peace. (estava trabalhando na minha música nova. Nem hoje tive sossego.)

Lúu: my god! i completely forgot something! (meu deus! Me esqueci completamente!)

Justin: what? (o que?)

Lúu: #happy18thbday! (feliz 18º aniversário!)

Ri de mim e mordi os lábios. Até imaginei ele rindo do outro lado da tela. Suspirei e olhei para trás. Otávio não estava mais lá. Sorrateiro e ciumento. Revirei os olhos e continuei a falar com Justin. 
.........................................................................................................................

Hey Geliebers *-* 

Finalmente eles dois estão se falando! Mas, será que o Otávio vai deixar barato? No próximo capítulo! ;* 

Indicações:

Gostaram? Comentem!
~~ 10 comentários? ~~ 

Gih 

12 comentários:

  1. Muito obg por indicar eu vou indicar o seu tbm!!!*-*

    ResponderExcluir
  2. Finalmente eles se falaram!!!
    Não gostei desse Otávio com ela u.u Prefiro milhões de vezes o Biebs!
    Perfeito! Continua ;;)

    ResponderExcluir
  3. Isadora14:35

    Continua esta de mais, e espero que o Justin termine logo com a Selena para ficar com a Lu.

    ResponderExcluir
  4. Meuuuuu DEUUUUUUUUUS!!!!!!!! CONTINUA LOGOOO SE NÃO EU VO MORRERR!!!!

    ResponderExcluir
  5. Anônimo21:15

    continua ta mt bom!

    ResponderExcluir
  6. Continuaa :) está ótimo!

    ResponderExcluir
  7. leitora nova - http://wwwimaginaao-texto.blogspot.com.br/ segue ? se gostar claro

    ResponderExcluir
  8. Anônimo17:13

    aaa continua

    ResponderExcluir
  9. uhuhuh
    CONTINUAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA

    ResponderExcluir