19.7.12

#IB - Believe In Everything: 39º Parte

Eu não sabia que ele tinha uma casa aqui em Atlanta. Nem sabia que ele tinha vindo pra cá. Ele me deve uma série de explicações.

- Pai, porque não me contou que tinha uma casa aqui?
- Filha, eu não posso te dizer agora. Isso é temporário, coisa de um mês.
- Depois a gente conversa.

Depois disso, um silêncio chato tomou o carro até chegarmos a casa dele. Era um sobrado bege, até que ajeitado. Entramos e ele me mostrou onde estavam minhas roupas.

- E por que as minhas roupas estão com você se você vai voltar pra casa?
- Luísa, dá pra parar o interrogatório?

Fiquei em silêncio e ele me olhou triste.

- Eu já disse que nós iríamos conversar mais tarde, não disse? Então!
- Tá pai.

Ele saiu do quarto e Rafa me olhou triste.

- Relaxa Lú, você vai saber mais cedo ou mais tarde. Agora, vamos ver a roupa que você vai vestir.

Ela sempre me faz sorrir nas horas que eu mais preciso. Abracei Rafa e rimos juntas. Abrimos meu guarda roupa e achei o vestido perfeito.


(vestido Luísa)

Peguei um para Rafa também e ela provou o meu.


(vestido Rafaela)

- Nossa Lú, ficou perfeito!
- Concordo. Eu não duvido que você vai sair de lá sem deixar alguém de queixo-caído.

Rimos juntas e Pedro entrou no quarto.

- Wow Rafa, você tá linda.
- Obrigada Pedro.

Ele ficou vermelhinho e rimos dele.

- É, você acha que essa blusa ficaria...
- Legal? É claro! Veste a roupa lá e volta aqui pra gente ver como fica.

Ele voltou para o quarto que estava e olhei na janela. Já estava escurecendo e precisava avisar Biebs.

- Rafa, eu... já volto.

Entrei no banheiro e liguei para ele. Caixa postal.

- Anda Biebs, atende!

Liguei de novo e ele atendeu dessa vez.

- Lulu! Achei que você nunca mais iria me ligar!
- Desculpa Biebs, eu me esqueci de avisar que eu fui para a casa do...
- Onde você está? Eu quero te ver logo Lulu!

Ri dele e revirei os olhos.

- Que horas começa a festa?
- Daqui... meia hora.
- Ah não.
- O que foi?
- Eu encontrei meu pai aqui e, as minhas coisas e as deles estão com o Moshe. Não vou conseguir terminar de me arrumar.
- Onde é o endereço daí?
- Caramba, eu não sei. Espera um pouco.
- Tá.

Saí do banheiro correndo e procurei meu pai pela casa toda. Encontrei-o em seu quarto e o olhei já eufórica.

- Pai, fala pro Justin o endereço daqui pro segurança dele trazer as minhas malas.

Entreguei o celular pra ele e meu pai me olhou confuso. Pegou o celular e começou a falar com Justin.

- Então você chamou a minha filha para a sua festa?
- Pai! Agora não é hora de conversa fiada não, fala logo!
- Tá bom Lú!

Ele explicou o endereço e eu fui ao quarto correndo avisar a eles que todos nós teríamos que nos arrumar aqui mesmo. Eles dois foram tomar seus banhos enquanto eu voltei pro quarto de meu pai e ele me devolveu o celular.

- E ai?
- Pode deixar que eu aviso pro Moshe agora. É aqui perto, ele vai chegar aí voando.

Ri de Justin e me despedi. Desci e fiquei lá na frente, esperando ele chegar. Vi um garoto se aproximar de mim e ele parou a minha frente, sorrindo.

- Passeando em Atlanta, Rodrigues?
- Dylan? O que faz aqui?

Abracei-o surpresa e o olhei em seus olhos. Continuavam castanhos e brilhantes. Ainda mais agora. Ele vestia aquela mesma camiseta verde que ele sempre vestiu quando iria passear a noite e admirar as estrelas.

- Estou na casa da minha prima. E você? Não tinha ido pro Brasil?
- É uma longa história.

Vi Moshe estacionar e ele desceu para pegar as malas.

- O que aconteceu, Luísa?
- Encontrei meu pai. Mas, obrigada por trazê-las, Moshe. Vejo você na festa!
- Igualmente!

Ele entrou no carro novamente e vi o carro desaparecer na rua.

- Festa, Rodrigues?
- É a festa de um amigo meu. Ele me convidou e fez questão que eu fosse. Até jatinho ele mandou, acredita?
- Nossa, seu amigo deve ser cheio da grana. E como é o nome dele?
- É... eu não posso te falar. E Dylan, eu tenho que subir. Tenho que me arrumar. E a minha amiga e meu irmão estão esperando as roupas deles.

Dylan riu de mim e pegou na minha mão.

- Quando eu vou te ver de novo, Rodrigues?
- Bem, eu vou estar na casa do meu pai, aqui na frente. Qualquer coisa, você vem aqui e me procura.
- Então tá. Até mais, Rodrigues.
- Até.

Ele me abraçou forte e me deu um beijo na bochecha.

- É... Não quer ajuda com as malas?
- Ela não precisa de ajuda.

Olhamos para trás e vimos meu pai de braços cruzados e com um olhar severo.

- Oi, senhor Rodrigues.
- Olá Dylan. Pode deixar que eu ajudo ela.

Meu pai pegou duas malas e deixou a minha ali na calçada. Olhei para Dylan assustada e ele riu.

- Deixa, não precisa ficar preocupada. Depois eu te ligo.
- Tá bom.

Ele me abraçou de novo e atravessou a rua, tranquilamente, com as mãos nos bolsos. Mordi os lábios e peguei a mala e subi. Deixei minha mala no quarto e vi meu pai sentado na cama. “Me ferrei.”

- Você sabe o que eu penso sobre ele.
- Pai, eu não via ele desde aquele dia que você me fez terminar com ele, tá? Não precisa brigar comigo. E dê licença pra Rafa se trocar, por favor.

Meu pai se levantou e saiu do quarto ainda com aquela maldita cara de bravo. Que droga, a culpa não é do Dylan. Fechei a porta e Rafa saiu do banheiro.

- Quer conversar?
- Se troca primeiro e se arruma. Eu preciso relaxar, depois falo com você.
- Ok.

Entrei no banheiro e liguei o chuveiro. A água quente me confortava. Minha mente parecia mais um turbilhão e eu preciso realmente relaxar. Tomei meu banho e me enrolei na toalha. Voltei para o quarto e Rafa estava terminando de fazer sua maquiagem. Sentei na cama e molhei meus lábios. Rafa sentou do meu lado e pegou na minha mão.

- Não fica assim Lú, não se esquece que você vai ver o Justin.    
- Eu sei, mas, é muita coisa pra uma cabeça só. Meu pai agindo desse jeito comigo, mentindo. Ele nunca foi assim.
- Tudo vai ficar bem, Lú. Agora, se arruma que nós estamos atrasadas.

Ambas sorrimos e fomos correndo terminar de nos arrumar. Depois, fomos atrás do Pedro, que estava super lindo, e liguei para o Moshe. Ele veio com uma limusine – mesmo eu não querendo que ele viesse com ela -, e nos deixou na frente da casa dele.
............................................................................................................................


Hey Geliebers! *-* 


Qual é esse segredo que o pai da Lú esconde? Ela vai se encontrar com o Dylan novamente? Para quem não se lembra, o Dylan já foi namorado da Luísa quando ela morava em Las Vegas. E essa festa? Como vai ser? No próximo capítulo! 


Indicações:
http://im4ginebelieber.blogspot.com.br/
http://apenasumabelieberbelieve.blogspot.com.br/
http://imagine-swagets.blogspot.com.br/
http://loucaspelobiebs.blogspot.com.br/ 


Gostaram? Comentem!


Gih

12 comentários:

  1. Anônimo08:39

    A Marih É Dona Da IB 'Sexy Bitch' ? Ou Eu To Confundindo ?

    - lauane

    ResponderExcluir
  2. Ficou perfeito o capítulo.
    Ansiosa pra ver o reencontro deles. >.<
    Continua?!^.^

    ResponderExcluir
  3. amei continua logo amore to ansiosa

    ResponderExcluir
  4. AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA
    OMB , FICOOU PEERFEEITO *-----------------*
    CONTINUAA GATIINHAS , TA ÓOOTIMA ^^
    BJOOS ;*

    ResponderExcluir
  5. Anônimo14:21

    CARAAAAAAAAAAAAA , PFVR , FAZ SEGUNDA TEMPORADA DE THE SKATER GIRL . ! TODAS AS SUAS SÃO MT BOAS , MAS NENHUMA FOI MELHOR QUE AQUELA . CHOREI MT POR TER ACABADO , ACREDITE ! FIQUEI TODA ARREPIADA , E COM APERTO NO CORAÇÃO . ENROLEI DE TODOS OS MODOS PARA NÃO CHEGAR AO ULTIMO CAPITULO , LENDO , E RELENDO TODOS OS OUTROS ! PFVR , PENSA QUE MUITAS GAROTAS , ASSIM COMO EU , VÃO ADORAR !!! PFVRRRR VAI , VAI SER MT PERFEITO , PENSA NISSO , BJS . @divasdoswag e @tavarecarol_

    ResponderExcluir
  6. COTNINUAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA!!!

    ResponderExcluir
  7. Anônimo17:24

    Continua por favor:D
    XOXO @thalliacastroo

    ResponderExcluir
  8. Cara, podia ficar mais perfeito???!? *-*
    Muitoo ansiosa p o próximo cap... queria q o Juss ficasse com ciúmes do Dylan, o q acha??! kkkk' 69'
    Gostaria de sabeer se vc ler os comentáriios?!!? vc lê?
    Bjoo do Biebs! ♥
    CONTIINUAAA

    ResponderExcluir
  9. ta perfeita como smp! pfvr eem?

    ResponderExcluir