24.7.12

#IB - Believe In Everything: 41º Parte

Saí do quarto primeiro e andei até a escada. Depois Justin veio e descemos juntos. Fiquei no saguão e ele foi para o salão. Molhei os lábios e fui uns dois minutos depois. Encontrei Pedro, que estava com um sorriso super abobado no rosto e ri dele.

- Ela te beijou, é?
- Foi. Bem aqui, olha.

Pedro mostrou a marca do batom em sua bochecha e ri dele.

- Ela é incrível...

A voz dele era mansa. Um sorriso abobado surgiu em seu rosto. Rimos juntos e ele me olhou, ainda atordoado com o beijo.

- E o Justin? Achou ele?
- Achei.
- Como ele tá?
- Melhor impossível.
- E você?
- Como assim?
- Como você ficou, ué.
- Ah. Igualzinho você. Com essa cara de bobo e mais apaixonada ainda.

Ambos suspiramos e rimos novamente. Procurei Rafa por entre a multidão e não a encontrei. Deve ter ido atrás daquele rapaz moreno. Escutamos Justin falar no microfone, agradecendo a presença de todos, pelo Scooter e pelo Usher, que organizaram a festa. E, por entre a multidão, consegui enxergar onde ele estava.

- Eu também queria agradecer a Carly, pela nossa colaboração e pelo sucesso incrível da música.

Todos aplaudiram. Puxei Pedro para perto dele e conseguimos ficar um pouco mais perto. Não sei se ele seria capaz de falar, é meio... improvável. Justin olhou bem nos meus olhos e sorriu.

- E, principalmente, queria agradecer a uma garota que veio aqui hoje aos meus pedidos. Eu quase a obriguei a vir, mas, essa festa não seria um sucesso sem ela.

Senti meu coração acelerar e uma lágrima teimosa percorreu meu rosto. Pedro me abraçou e fomos até a frente do DJ. Justin me olhou sorrindo e pegou em minha mão, beijou-a e mordi os lábios.

- Você é muito especial pra mim, uma belieber sem igual. Nosso mashup será outro sucesso mundial, você vai ver.

Ambos sorrimos e ele me abraçou. Novamente, todos aplaudiram e Justin beijou minha bochecha.

- Eu te amo muito.

Ele sussurrou em meu ouvido e sorri sem graça. Queria beijá-lo até não poder mais, parar de chorar e, viver ao lado dele. Soltei-me dele e Justin mandou o DJ Tay James colocar uma música qualquer. Andei até o bar e Biebs veio atrás de mim, segurando em minha mão.

- Você queria me matar de vergonha, Biebs.  
- Eu só falei a verdade.
- Eu sei! Mas...

Não consegui continuar. Era tanta emoção que não conseguia controlar. Justin sorriu e secou meu rosto e beijou minha bochecha.

- Queria te beijar, Lulu! Que droga, não queria esconder isso de todo mundo.
- Biebs, você é um safado, sabia? Sossega! Depois a gente se beija.
- Depois? Eu já to com saudade da sua boca sabia?

Ri dele e Justin cumprimentou Pedro, comentou sobre a Ashley e meu irmão ficou vermelhinho de vergonha. Rimos dele e Justin me puxou para dançar. Carly cantava Call Me Maybe. Quem não gosta dessa música? Eu e Justin dançamos feito uns loucos e senti alguém me puxar para trás, era Rafa.

- Ai Rafa, doeu.
- Ele é... incrível.
- Quem?
- O garoto.
- Ah, que bom. E você pelo menos sabe o nome dele?
- Ele não me deixou nem respirar, imagine conversar.

Rimos juntas e ela me abraçou.

- Estou feliz por você. Eu estava ouvindo tudo e imaginando você chorando lá.

Revirei os olhos e sorri para ela.

- O Justin é... perfeito. 



Rafa sorriu e me empurrou para onde ele estava. Ambos sorrimos e continuamos a dançar. Eu quase morria quando ele colocava a língua pra fora e piscava pra mim. Dava vontade de desmaiar. Não sei como eu agüentei ficar lá mais que uma hora.

(...)

Acordei. Estava difícil abrir os olhos. Acho que nem tirei a maquiagem. Vestia um blusão do Justin e molhei os lábios. Admirei o quarto. Rafa dormia na cama ao meu lado e Pedro dormia em colchão à frente de nós. Levantei da cama e entrei no banheiro. Eu parecia um panda. Ri de mim e prendi meu cabelo em um coque improvisado e lavei meu rosto.

Encontrei até um demaquilante ali. Tirei toda a maquiagem e escovei meus dentes. O único problema era que a minha mala e as deles ficaram na casa do meu pai. Respirei fundo e voltei para o quarto. Meu celular estava em cima da escrivaninha e tinha cinco ligações perdidas. Todas do meu pai.

Pensei em retornar. Era meio dia e ele deve estar preocupado. Deixei o celular de lado e não encontrei meu vestido em lugar algum. Só achei um bilhete.

“Lulu,

Eu já falei com seu pai, não se preocupe. Se quiser falar comigo, estou no meu quarto ou na cozinha, porque estou morrendo de fome. (:

Um abraço, Biebs.”

Que fofo. Saí do quarto e procurei o quarto de Justin entre todas aquelas portas. Ele não estava lá, mas, Selena estava. E, graças a Deus, ela dormia igual um bebê. Desci as escadas e fui para a cozinha. Justin comia panquecas com melado e Alfredo estava ao lado da pia, mexendo em seu iPhone.

Andei até lá e tampei os olhos de Justin. Alfredo me olhou rindo e Biebs tocou minhas mãos. Ele estava com a boca cheia e rimos quando ele tentou falar alguma coisa. Depois de engolir suas panquecas, ele me sentou em seu colo e beijou minha bochecha.

- Dormiu bem, Lulu?
- Dormi sim. E você?
- Eu nem dormi, sinceramente.

Ri dele e roubei um pedaço da sua panqueca. Ele me olhou bravo e eu e Alfredo rimos dele.

- Desculpa Biebs, eu estou com fome também, tá?

Um sorriso lindo surgiu no rosto dele e Justin beijou minha bochecha de novo.

- Pode deixar Luísa, eu faço umas para você também. – disse Alfredo, já colocando a mistura na frigideira.
- Obrigada Fredo.

Justin comia sua panqueca e até me dava uns pedaços bem generosos. Alfredo fez a minha e colocou bastante melado. Acabou que o Justin comeu mais a minha panqueca do que eu e, demos muitas risadas.

- Você falou com o meu pai?
- Ah, falei sim. Ele estava preocupado com você, Lulu.
- Como se eu fosse pra uma boate e encher a cara. – revirei os olhos. – Meu pai anda muito misterioso, sério. Não sei o que ele está fazendo aqui em Atlanta.
- Você disse que ele mora em Las Vegas, não é?
- É isso mesmo. Mas, sei lá, ele não quer me contar porque está aqui.
- Depois ele vai te falar, Lulu. Tenha paciência.
- Vou tentar.

Mordi meus lábios e Justin me deu um selinho. O olhei triste e pousei minha cabeça em seu peitoral.

- Como é o nome dele, Lulu?
- Do meu pai?
- É.
- É Luis Eduardo.
- Por isso seu nome é Luísa?
- Sei lá, deve ser.

Rimos juntos e ele me pegou no colo e me levou até a sala de estar. Scooter e Carin estavam lá assistindo TV. Justin me jogou no sofá e deitou do meu lado.

- Justin, não sei se você lembra, mas você está com a sua namorada aqui.
- Eu sei disso Scott. A Sel tá dormindo igual um anjo.
- Eu se fosse você não abusava.
- Tá Scott, desculpa.

Sentei no sofá e Justin deitou sua cabeça e minhas pernas. Ele pediu para que eu fizesse um cafuné nele e sorri em resposta. Ele fechou os olhos calmamente quando comecei e sorri sem graça.

Passaram-se alguns minutos e eu ainda fazia cafuné no Biebs. Ele ainda estava de olhos fechados e mordi meus lábios. Acariciei seu rosto e ele se virou, deitando de lado, ainda em cima da minha perna. Sim, ele dormiu na minha perna. Dei de ombros e continuei. Ele esboçou um sorriso leve em seu rosto e sorri também.

Com o tempo, acabou que eu dormi ali também. Uma de minhas mãos ainda estava em seus cabelos loiros e macios. Acordamos assustados com os berros da Selena.

- Justin, como você deixa essa garota mexer no seu cabelo? – gritou ela.

Ele molhou os lábios e respirei fundo. Eu estava com medo dela, sério.

- Eu que pedi pra ela fazer um cafuné, ok? Agora dá licença e me deixa dormir.

Biebs se virou para o outro lado, ficando de costas para ela. Mordi os lábios, apreensiva. “E se ela me mandar sair de lá?”.

- Lulu, pode continuar o cafuné. Estava gostoso.

Ri dele e continuei. Selena ainda estava lá, plantada de braços cruzados, nos olhando. Eu fingi não ligar pra ela. Alguns minutos depois, ela resistiu e saiu da sala emburrada. Sorri vitoriosa. “Ninguém é páreo para Luísa Rodrigues. Nem mesmo Selena Gomez”.
...........................................................................................................................


Hey Geliebers! 


Para quem perguntou, o Pedrinho tem só 12 anos, quase 13. Que fofo! 


Luísa poderosa. Terá vingança vinda da Selena? Nos próximos capítulos! 


Indicações:
http://imaginebeliebermeudrew.blogspot.com.br/
http://imaginebelieberlouca.blogspot.com.br/


Gostaram? Comentem!


xoxo, Gih.

11 comentários:

  1. AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA
    PRIMEEEIRA , PULA SAAI DO CHÃO , HAHA ~BATECABELO~ ^^
    AAAAAAAAAAAAH OMB O.o , ESSA IB TA PEERFEEITA
    SEÉERIO MESMO , QUER DIZER TOODAS ESTÃO MARAVILHOSAMENTE PERFEITAS *-------------*
    COONTINUAA GATTA ><
    BJOOS ;*

    ResponderExcluir
  2. Anônimo10:52

    Aii Meu Deus!! Tá Perfect!
    Não vejo a hora de vc postar maisss.....!!!!
    ♥♥

    ResponderExcluir
  3. Uuuooouuu *Cavalinho na tela* kkkkkkk Ninguém se mete com a Lulu u.u kkk #ameii <3
    AAAAAAA eu vou morrer de curiosidade!!!
    Continuaaaaa >.<
    Bjos,
    Gaby ;**

    ResponderExcluir
  4. Anônimo13:57

    Ai amei o capitulo *---*
    Continua @thalliacastroo
    XOXO

    ResponderExcluir
  5. peeeeeeerfeito amor, continua logo. besu

    ResponderExcluir
  6. Anônimo14:39

    tomara que não tenha vingança to cansada de sofrer na vida real e nas fanfics!!!

    ResponderExcluir
  7. continua continua
    curiosa demais....

    ResponderExcluir
  8. Isadora22:10

    Que perfeito, está de mais. Continua

    ResponderExcluir
  9. Anônimo23:13

    NAO VAI TER MAIS THE SKATER GIRL???? SOCORR

    ResponderExcluir