20.9.12

#IB - Little Angel: Capítulo 29

Minha mãe fez brownies. É a especialidade dela em doces. Eu a ajudei a lamber a panela e roubar alguns sem ela ver. Depois, ela me mandou sair da cozinha por eu já ter comido quase a metade deles. Não consegui resistir. Subi para meu quarto e Chaz, Ryan e Jason assistiam a um filme. Os três estavam deitados em alguns colchões espalhados pelo chão e sentei na minha cama.

- Roubou quantos brownies? – perguntou Jason.
- Sete. Por quê?
- Você tá cheirando a brownie. Podia ter trazido aqui, Justin.
- Até parece que eu iria dividir né Jason.

Revirei os olhos e escutei a campainha tocar. Eu e Jason levantamos da cama com um salto e nos olhamos assustados. E rimos depois.

- Eu chego primeiro que você. – desafio ele, que já começou a correr.    
- Ah, nunca que você ganha do Bieber aqui!

Corri atrás dele e descemos as escadas juntos. Paramos na porta ao mesmo tempo e sorri para Angela, que riu quando nos viu correndo. Ela parecia um anjo com aquele vestido branco e solto.


Seus cabelos estavam jogados para frente e mordi meus lábios quando nossos olhares se encontraram. Rachel já havia entrado junto com Carly e peguei na mão dela, a puxando para dentro.

- Estava ansiosa para te ver de novo.
- E eu muito mais, meu anjo.

Beijei sua bochecha e ela sorriu sem graça em seguida. Andamos até a cozinha e conseguia sentir o cheiro dos brownies. Rachel estava sentada ao lado de minha mãe e Carly deveria estar com meu irmão no quarto dele. “Um safado”, pensei.

- Queria te mostrar a casa. – disse, fazendo-a olhar nos meus olhos.
- Eu adoraria.

Sorrimos e a levei no quintal. Ele era todo gramado e tinha uma churrasqueira elétrica. Também tinha uma macieira que dava uma boa sombra à tarde. Tinha bastante espaço e tinha as roseiras da minha mãe. Brancas, vermelhas e amarelas.

- São lindas.
- Minha mãe cuida delas como se fossem suas filhas, literalmente.

Angel sorriu e abracei sua cintura.

- Vem, vou te mostrar o resto da casa.

Levei-a até a escada. Passamos pelo quarto dos meus pais e do Jason, no escritório do meu pai e na sala de treinamento. Meu pai montou uma academia em um cômodo só para ele treinar e levar seus alunos aqui. Eu também luto um pouco, mas não como ele.

Também tinha a sala de música. Angel pareceu deslumbrada com o nosso piano de cauda. Ele era preto e tinha detalhes em branco. Ela andou pela sala e deslizou a mão sobre o piano.

- Você toca?
- Violão, piano, trompete e bateria. Mas eu não tenho um trompete.

Angel riu de mim e me olhou sorrindo.

- Depois, quero ver você tocando. – disse ela, mordendo seus lábios.
- Eu também.

Saímos da sala de música e mostrei, por último, meu quarto. Chaz e Ryan estavam chorando com o filme, pareciam duas garotinhas.

- Seus gays! – disse, rindo deles.
- Como que não chora, Justin? É na parte que o pai da Ronnie morre! – disse Chaz, enxugando seu rosto.
- A Última Música?
- É – disse Ryan, choramingando.
- Já li esse livro. E assisti ao filme também. Chorei muito, se servir de consolação. – disse ela, sentando na minha cama e vendo também.

Sentei ao seu lado e segurei em sua mão. Angel olhou para mim e sorriu sem graça. Envolvia com meus braços e ela se aconchegou em meu peitoral. Já estava na parte em que a Miley Cyrus canta a música tema do filme, When I Look At You. Conseguia ouvir Angel cantar baixinho e beijei sua cabeça, fazendo-a sorrir sem graça novamente.   

Já mostravam os créditos do filme e eles dois já tinha saído do quarto. Nem havia reparado, só a observava assistindo ao filme.  Conseguia sentir o aroma doce que desprendia dela. Um suave cheiro de baunilha. Delicado e perfeito. Angel me olhou sorrindo e sorri de volta, beijando sua testa.

(...)

Depois de comermos os brownies, as mães do Chaz e do Ryan vieram e ficaram conversando com minha mãe. Elas vieram dois dias mais cedo. Chaz e Ryan jogavam vídeo-game na sala e Jason já havia subido com a Carly. Só deus sabe o que essas crianças faziam no quarto. Escutava um som de guitarra vindo do andar de cima e chamei Angel para ir comigo ver o que era. Quando subimos, nos deparamos com meu pai tocando.

Não o tinha visto há meses. Ele estava mais torneado que antes e tinha um rosto cansado devido a viagem. Bati na porta, fazendo ele nos olhar. Meu pai parou de tocar e veio até nós dois, me abraçando.

- Estava com saudades, pai.
- Eu também filho.
- Como foi lá?
- Foi bom. Aqueles garotos gostam mesmo de lutar.

Sorri. Eu sempre quis ir com meu pai para uma dessas expedições para outro estado a fim de treinar lutadores amadores. Mas boxe não é a minha praia, digamos.

- Angel, esse é meu pai, Jeremy.
- Prazer – disse ele, estendendo sua mão para ela.

Angel sorriu gentilmente e apertou a mão de meu pai.

- Angela – disse ela, soltando a mão.
- Namorada do Justin?

Angel me olhou sem graça e sorri para meu pai.

- Ela é só uma amiga, pai.
- Entendo. – disse ele, assentindo. – Você é animadora de torcidas?
- Não. Sou só uma nerd do 10º ano.

Meu pai riu dela e abracei Angela. Como ela consegue ser fofa e inocente desse jeito?

- Para com isso, Angel. Ela gosta de ajudar os outros, pai. Também toca piano. Joga basquete muito bem, tanto que ganhou de mim num mano a mano.
- Foi pura sorte, Sr. Bieber. Eu nunca conseguiria ganhar do capitão dos Wolves, nunca.
- Ela é muito modesta pai. Até demais.

Jeremy não parava de sorrir. Acho que ele percebeu as minhas intenções com ela.

- Bem, a sua mãe já fez os brownies? Estou morrendo de fome.
- Fez sim pai, mas não se assuste com a tropa feminina na nossa cozinha.

Angel riu de mim e a juntei em meus braços, abraçando-a por trás. Meu pai nos pediu licença e desceu para a cozinha. Andei com Angela até o piano e sentei no banco. Mandei-a sentar do meu lado e Angel assentiu sorrindo, como sempre.

Passei meus dedos nas teclas e molhei meus lábios. Dava pra sentir a intensidade da música que queria tocar a ela na minha pele. Sorri para Angel e respirei fundo.

- Eu queria te mostrar uma música que eu compus.
- Seria incrível, Justin.
- Então tá.

Comecei a tocá-la no piano. Angel sorria à medida que a música chegava ao começo. Molhei meus lábios e iniciei a cantar para minha princesa.

Say you love me
As much as I love you, yeah
Would you hurt me, baby
Could you do that to me, yeah
Would you lie to me, baby 
Cause the truth hurts so much more
Would you do the things that drive me crazy
Leave my heart still at the door

Oh, I can't help it, I'm just selfish
There's no way that I could share you
That would break my heart to pieces
Honestly the truth is

If I could just die in your arms
I wouldn't mind
Cause everytime you touch me
I just die in your arms
Oh, it feels so right
So, baby, baby, please don't stop girl


Quando terminei, Angel me aplaudiu e sorri, sem graça. Nunca tinha tocado para uma menina antes, e nem cantado.

- Queria tocar desse jeito tão leve, calmo.
- Você disse que tocava músicas do Beethoven, não é?
- É. Música clássica é a preferida da Sra. Stubin. É bom vê-la feliz.
- Mas, você gosta de música clássica?
- Só um pouco. Beethoven e Mozart foram lendas pra mim, mas, eu prefiro ouvir pop rock.
- Eu gosto muito de rock. Mas, as músicas românticas me conquistam. Inclusive a minha.

Ela sorriu e a tomei em meus braços, a pousando em meu peitoral. Não conseguia ficar sem abraçá-la um segundo sequer.

- Sabia que eu fiz essa música pensando em nós dois?
Angel me olhou surpresa e com um sorriso no rosto. - Sério?
- Sério. E é a verdade. Toda vez que você me toca, me abraça, eu me sinto nas nuvens. Eu te vejo toda arrepiada e me dá uma vontade louca de te beijar, te sentir...

Quando notei, os lábios dela estavam colados nos meus. Nem havia percebido que ela estava prestes a me beijar, já que disse a maioria do meu discurso romântico de olhos fechados. Segurei na cintura dela e a rodei para frente, sentando-a em minhas pernas. Angela acariciava meus cabelos, me deixando um pouco arrepiado.

Nosso beijo conseguia ser doce e sincero, coisa que eu nunca fiz. Geralmente os meus beijos são quentes e conquistadores, já deixando a garota louca por mim. Mas, com a Angel não. Não conseguia ser safado com ela. Juntei nossos corpos e ela desprendeu seus lábios dos meus, me olhando sem ação. Respirei fundo em busca de ar e ela fez o mesmo.

Quando Angel notou que estava no meu colo, sorriu sem graça e mordeu seus lábios. Sorri também e olhei para aqueles lábios avermelhados, imaginado mais. Os meus pensamentos eram os mais pervertidos possíveis, mas não conseguia agir dessa rude forma com ela.

- Quando vocês vão assumir o namoro?

Nos viramos para a porta e vimos Carly e Jason na porta. Dei um tapa na minha testa e comecei a rir, assim como Angel. 


***

Hey Geliebers! 


Awn, só eu achei esse capítulo super fofo? Aliás, eles dois são uns fofos. *-* 


Indicações: 


Gostaram? Comentem!

E para um fim de post, morram com a cueca azul do Biebs. 



Morri seduzida. LOL



Amo vocês, girls! 
Beijos, da Gih. 

30 comentários:

  1. FIIIIRSSSST????? OMG! Kkkk.
    Ameeeeeeeeeei, continua love!

    ResponderExcluir
  2. ahhhhhhhhhhhhhhhhhh que perfeito véi *-* continua, pode divulgar a minha ib, pfvr?! http://iimagine-belieber-swag.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. awwwnnnn k fofinho! Adorei muito. O justin é um autentico romantico *.*

    ResponderExcluir
  4. que coisa P-E-R-F-E-I-T-A, juro!!! morri com esse capitulo :3 continuaaa logo mor

    ResponderExcluir
  5. Anônimo16:52

    Continuuuua

    ResponderExcluir
  6. Anônimo17:35

    muito legal. acompanhando o blog *-*

    ResponderExcluir
  7. Anônimo17:47

    Aiin q perfeito man :O Continua Cat :D

    Aiin q sedução esse Bieber nun cansa de seduzir-me dá certo isso não ¬¬

    Continua Continua

    Beijos
    Kady

    ResponderExcluir
  8. Awwwn que fofos, eles devariam mesmo assumir o namoro deles.
    Ai tenho vontade de escrever um texto só pra descrever o quanto acho perfeita essa IB, mas não tenho palavras pra isso. Amo sua IB.

    Continuaaaaa

    ResponderExcluir
  9. amei ta super fofo, e obrigada por indicar love!

    ResponderExcluir
  10. Heei Giih, posta logo tá? ta Perfect <3
    Bjinhos, Júuh <3

    ResponderExcluir
  11. OMB Gih, tá perfeita!! *oo* Eu achei esse capitulo suuper cutee *--*
    Me desculpa por não me prolongar aqui mas eu estou cheia de trabalhos pra fazer, inclusive um TCC :/

    Bjos floor,
    Gaby ;**

    ResponderExcluir
  12. Anônimo19:08

    Simplesmente perfeito *-*

    ResponderExcluir
  13. Anônimo19:20

    ameeei ta mt fofo :)
    continua onwt *-*

    ResponderExcluir
  14. a m e i !!!!!!!!!
    awww são tão lindos

    ResponderExcluir
  15. Anônimo20:40

    Que fofo tá muito lindo quero parte HOT logo kkk beijos

    ResponderExcluir
  16. Anônimo09:12

    Amei tah PERFEITO ! Continua Logoo :D

    ResponderExcluir
  17. AHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHH QUE FOFO.*--------*
    vai ter parte hot?
    continua logo esse cap foi o mais fofo de todos.

    ResponderExcluir
  18. AAAAI, TA PEEEEEEEERFEITO(como sempre néh ?) divulga: www.kidrauhlourpride123.blogspot.com ?

    ResponderExcluir
  19. Anônimo19:20

    aaa contiinua :) cara' voçe se supera a cada capitulo !!

    ResponderExcluir
  20. Anônimo20:39

    Caracas ta lindo vomitei arco-iris continua flor :DDD

    ResponderExcluir
  21. Anônimo21:03

    Continua logo, e velho, essa cueca xadrez do Biebs deixa qualquer uma doida !

    ResponderExcluir
  22. Anônimo09:21

    acho que o chaz podia se apaixonar pela angel , slá ficaria mais emocionante

    ResponderExcluir
  23. Anônimo13:46

    Leitora nova õ/ , continua baby *-*

    ResponderExcluir
  24. Mi Gusta Beijos Angel ta fofa , Bibes apaixonado <33 OH MY GOOD PERFEITINHO Continua .. Beijos Ruth Nara

    ResponderExcluir
  25. leitora nova continua logo por favor

    ResponderExcluir
  26. amor kd a parte 30? :(((( posta hoje?

    ResponderExcluir