10.10.12

#IB - Believe in Everything: 68º Parte

Depois de nos instalarmos na casa de meu pai, fui para a casa do Justin enquanto eles foram ao shopping. A Débora nem ficou feliz, imagina. Pelo menos, uma chata a menos no meu pé. Estava abraçando todos, e por finalizar, Pattie.

Ela sorria de orelha a orelha. Abracei-a forte. Estava com saudades dela.

- Você está linda – disse ela, me olhando com um sorriso lindo no rosto.
- Você também! – respondi, a abraçando outra vez.
- Não via a hora de ver a minha nora novamente.

Senti minhas bochechas corarem e Justin começou a rir. Olhei-o brava e mostrei minha língua para ele.

- Do que ele ria? – perguntou ela, voltando a me olhar.
- Você precisava ver, mãe. As bochechas dela estavam coradinhas!
- Seu chato – disse, cruzando os braços.
- Ainda bem que eu tirei uma foto! – disse Alfredo, me fazendo olhar para ele.
- Não acredito que fez isso!

Justin e ele riam demasiadamente enquanto corria atrás deles pela casa. Acabei topando com Scooter, que não havia visto ainda. Olhei-o e sorri, o abraçando em seguida.

- Tudo bem? – perguntou ele.
- Tudo.
- Por que você estava correndo?
- A Lulu não me pega! – gritou Justin, no andar de cima.
- Ele tirou uma foto minha constrangedora e, provavelmente vai postar no Twitter. Isso não é legal! – gritei para Justin, que riu em seguida.
- Como assim constrangedora?
- Eu estava abraçando a Pattie e minhas bochechas coraram, imagine só a minha cara, Scott! O Justin me paga – disse, cruzando os braços.
Ele riu de mim – Relaxa. O máximo que pode acontecer é só o Justin te torturar por isso.
- E é isso que eu vou fazer – disse ele, sussurrando em meu ouvido, me assustando.
- De onde você veio? – perguntei, ainda assustada.

Biebs riu de mim e me abraçou, beijando minha testa.

- Te amo muito, minha Lulu – disse ele, sorrindo.

Sorri sem graça e o abracei de volta, me aconchegando em seu peito. Esperei tanto tempo para sentir esse calor, o seu carinho que não quero mais me separar dele. Justin me pegou no colo e subiu as escadas correndo enquanto eu gritava para ele parar.

Entramos no seu quarto e Biebs me deitou em sua cama e em seguida, sorriu malicioso. Sorri de volta, mordendo os lábios e ele veio até mim, me olhando nos olhos. Ficamos nos olhando por um tempo, ele estava sobre mim e uma de suas mãos acariciava meu rosto. Sorri em seguida, fazendo-o sorrir de volta. Justin se aproximava lentamente, me torturando.

Conseguia sentir seu hálito em meu rosto e segurei em sua nuca, fitando seus olhos cor de mel. Em seguida, beijei-o calmamente. Escutamos um pigarro vindo da porta e Justin separou nossos lábios, assustado.

Vimos Scooter parado na porta e Justin lançou um olhar matador a ele.

“Você me fez parar de beijar, seu idiota”
“Era essa a intenção!”

Seus olhares pareciam conversar. Olhei para os dois, confusa e ri deles, fazendo Justin me olhar novamente e selar meus lábios.

- Onde a Carin se meteu em uma hora dessas? – disse ele, fazendo Biebs rir dele.

Quando ele separou nossos lábios, Scooter não estava mais lá. Justin sorriu, olhando para mim em seguida.

- Chato ele, né? – disse ele, me fazendo rir.
- É claro que ele fez de propósito, Biebs.
- Eu sei. – disse ele, fazendo uma careta emburrada – Estava tão bom o nosso beijo – Justin fez um biquinho lindo e sorri, beijando-o em seguida.
- Nem é carente – disse, rindo dele.
- Só sou carente de você, meu amor.

Revirei os olhos, rindo dele. Outra vez, Justin “continuou” nosso beijo, porém, dessa vez, eu que estava sobre ele.

- Meu filho, onde você...
- Não é possível – sussurrou ele, revirando os olhos. – O que foi, mãe? – disse ele, olhando para Pattie, que sorria envergonhada.

Saí de cima de Justin e sentei na cama, também envergonhada.

- Desculpa filho, eu não sabia...
- Não tem problema, pode falar. O Scooter também fez o favor de nos atrapalhar uns minutos atrás.
Pattie riu de seu filho e sentou na cama, olhando para nós dois – Estou muito feliz que vocês tenham voltado. O Justin não sorria mais como está sorrindo agora. 
- Eu também não, Pattie. Minha vida ficou cinza – disse, fazendo Biebs me abraçar.
- Minha Lulu linda – disse ele, beijando minha bochecha e sorrindo em seguida.
- Viu? É esse sorriso que eu amo ver estampado nele. E esse olhar? – Pattie estava com os olhos vermelhos e olhamos para ela, preocupados – Dá até vontade de chorar só de ver você feliz outra vez, meu filho.

Justin desprendeu-se de mim e abraçou sua mãe, que chorava silenciosamente. Abracei-a também, o que a fez sorrir.

- Vocês dois juntos são perfeitos – disse ela, secando seu rosto – Não quero que aconteça o que aconteceu antes, aquela separação boba.
- Não vai acontecer, Pattie – disse, sorrindo para ela.
- Não mesmo! – disse Biebs, nos fazendo rir. 

............................................................................................................................

Hey Geliebers!

Desculpem pelo capítulo pequeno, mas eu tenho um big trabalho para fazer e só consegui escrever isso. Espero que gostem. 
A respeito do que disse da minha ausência, eu já havia pensado nessas três possibilidades, mas eu prefiro sofrer calada :/  

Indicações:

Gostaram? Comentem!

E para um fim de post especial para as Geliebers directioners, uma foto do Hazza lindo <3  

Que olhos lindos, senhor! E o sorriso torto? Awn.
><

Amo vocês, girls! 
Beijos, da Gih. 

14 comentários:

  1. aaaaaaaaawn que lindo, continua logo *-*

    ResponderExcluir
  2. ameeeeeeei, que perfeição amooor *---* continua

    ResponderExcluir
  3. Anônimo17:44

    Faz uma IB de Jason McCAnn please!

    ResponderExcluir
  4. Jhenny18:49

    PERFEITO

    ResponderExcluir
  5. Anônimo20:11

    Oi coisa linda '-'.
    Como vc consegue escrever tão...bem? Sua linda u.u
    Ta perfeito.
    pó conta irmã, vc sabe disso.
    Beijin, continua?
    Larissa *-*

    ResponderExcluir
  6. Gente eu to morrendo com tanta fofura! OH GOSH QUE LINDO :3 Pattie apoia AWN! Eles dois lindos juntos *_* Debora cobra já pode desaparecer! kkkk Amando a IB! COntinua logo! bjokas @HAVESW4G

    ResponderExcluir
  7. Tem certeza? Guardar sentimentos ruins para si ñ é bom. Já desabafou tudo com uma amiga de confiança? É bom conversar e soltar tudo oq estava entalado na garganta. Pense melhor a respeito.Conversar é melhor doq ficar sofrendo calada.
    --------

    continua continua...

    ResponderExcluir
  8. perfeito amr *-* nós entendemos px, mas qualquer coisas estamos aqui viu ;D espero que fique bem >< beijos e continua õ/

    ResponderExcluir
  9. LOOOOOOOOOOOOOOL Continua . ... . .?

    ResponderExcluir
  10. Anônimo14:48

    Não e bom sofrer calada. E sempre bom ter algum pra conversar , contrar seus medos ou outra coisa . Se precisar estamos aqui :)
    Nossa' amei o capitulo , ri muiito kkkk todo mundo atrapalhando eles kkkk
    continua bb :)

    ResponderExcluir
  11. Anônimo22:20

    Eu sou uma beliber Directioner, amei sua I.B ta perfeita estou curiosa, eu quero partes hot's 66 bjs

    ResponderExcluir