18.10.12

#IB - Believe in Everything: 69º Parte

- Não acredito! – disse, colocando as mãos sobre minha boca.

Justin sorria gratificante, igual meu pai. Na minha frente estava uma Ferrari Califórnia branca com uma faixa preta no seu capô. Ela estava com um laço vermelho, como um presente. Fiquei admirando aquela dádiva dos meus sonhos, boquiaberta. Senti Justin me abraçar e ele beijou minha bochecha, me fazendo o olhar.

- Gostou? – disse ele, ainda sorrindo.

Assenti ainda hipnotizada com o meu presente e Justin riu, tirando o laço de cima do teto do carro e olhou-a sorrindo.

- Até eu gostaria de ter uma de...
- Para que você já tem a sua! – disse, o interrompendo – Falta só eu terminar meu curso de direção!
- Falta quanto tempo mesmo?
- Duas semanas. – disse, triste.
- Mas até lá, eu posso dirigi-la para você, não posso?
- Seu aproveitador. – Justin riu após me ver bufando e me abraçou, me colocando no banco do passageiro.

Ele entrou no carro e fomos em direção a sua casa. Ainda faltavam dois dias para o meu aniversário e para o lançamento do CD e eu estava muito animada. Dezesseis anos não é para qualquer um. No caminho, vários paparazzi fizeram o favor de tirarem fotos da minha Ferrari nova e do Justin, é claro. Ri ao pensar isso e Justin me olhou sorrindo.

- Do que está rindo, Lulu? – disse ele, voltando sua atenção à estrada.
- Nada demais – dei de ombros.
- Então tá.             

Justin colocou a mão em minha perna e deixou seus ombros caírem, relaxando. O interior do carro esporte era todo de couro em um tom bege. Justin manobrava como se o carro deslizasse nas nuvens. Queria que fosse eu ali, porém, não quero bater meu carro novo!

Chegamos a casa dele. Biebs estacionou meu carro ao lado do Fisker e descemos. Na porta da garagem, estava Scooter, admirando meu carrão.

- Nada mal – disse ele, andando até nós.
- Nada mal? Só isso que você fala? Eu tenho uma Ferrari, Scott! Uma Ferrari!

Comecei a rir e entrei correndo, ignorando os dois rapazes. Parei na sala de TV. Estava vazia, porém a TV estava ligada. Sentei no sofá com as pernas cruzadas e sorri, mordendo os lábios. Faz duas semanas e mais alguns dias que estou aqui com o Biebs e tudo está sendo perfeito. A Débora resolveu não me encher, eu me mudei temporariamente para a casa do Justin, tirando aquela preocupação do meu pai.

Ele precisava curtir um pouco o Pedro, afinal, quando meus pais se separaram, o Pedro tinha só seis anos. Ficar seis anos longe do pai é muito difícil. E ainda tem a chata da Débora lá. Melhor eu ficar aqui, quietinha com o Justin, não incomodando ninguém.

- Lulu?
- Oi Biebs! – disse – Estou na sala!

Vi Justin surgir na porta sorrindo e ele se jogou no sofá, deitando sua cabeça em minhas pernas. Ri dele e comecei a afagar seus cabelos.

- Temos que falar com o seu pai, amor.
- Ah, depois eu ligo. – disse, selando-o – Deixa o meu pai quietinho lá na casa dele.

Justin sorriu malicioso e ergueu seu corpo, tomando minha boca em seguida. Lentamente, ele foi me deitando no sofá e ficando por cima, segurando em minha cintura e não largando minha boca por nada.

Segurei em seu pescoço, descendo para suas costas e mordi seu lábio inferior, o soltando em seguida e sorrindo atrevida. Justin me olhou com desejo, em seguida olhando para minha boca. Respirávamos ofegantes, em busca de ar. Ele aproximou sua boca da minha, ainda não a tocando. Conseguia sentir seu hálito quente em minha face, que ia voltando gradativamente ao normal.

Ele deslizava seus lábios nas minhas bochechas, parando no meu pescoço. Depositava beijos leves nele, me deixando arrepiada. Ainda segurava suas costas, de olhos fechados. Sentia-me dele, unicamente dele.

Rapidamente, ele retirou sua camiseta, colocando uma de suas mãos em seu abdômen, me fazendo deslizá-la por toda sua extensão. Conseguia sentir sua pulsação aumentar, e seus pelos eriçavam quanto o tocava com minhas unhas. 

Justin voltou sua atenção ao meu pescoço, agora o beijando violentamente. Ainda o arranhava de leve, sem saber o que fazer. Ele mordia o lóbulo de minha orelha, me fazendo morder meus lábios, sentindo sua ausência em minha boca. Um calor subia em meu corpo, me sentia mais mole, não sei. Ele sussurrava com uma voz rouca o quanto me queria ao lado dele, para sempre. Novamente, voltando a me olhar nos olhos, sorriu desengonçado e ri dele, alisando seu rosto.

- Não posso – disse ele, sorrindo – vou esperar até seu aniversário.
- E vai fazer diferença? – perguntei, devolvendo o sorriso.
- Vai. Você será só minha e de mais ninguém, meu amor.

Olhei-o gentil e sorri sem graça. Não esperava que ele falasse isso.

- Ei Lulu – chamou-me.

Ergui minhas sobrancelhas em um gesto de pergunta e ele sorriu.

- Eu te amo. – disse ele, sorrindo e mordendo os lábios em seguida.

Ri dele e Justin levantou do sofá, me dando a mão para erguer-me e ele deitou, me fazendo olhar para ele em um tom interrogativo.

- Deita aqui – disse ele, apontando para seu peitoral.

Ri dele e deitei, me ajeitando de forma que minha cabeça ficasse sobre seu peitoral e enrosquei minhas pernas nas dele. Justin brincava com meus cabelos enquanto me contava os apuros que passou com a saudade iminente. Logo, adormeci em seu peito, sobre seu calor aconchegante.

Mode Justin on*

Não acredito que fui até aquele ponto com ela. Quase me perdi em sua boca, me deixei levar. Porém, sabia que não era certo. Não era naquele momento. Não sei o que deu em mim, mas, não queria que fosse daquele jeito. Vê-la dormindo feito anjo era gratificante de certa forma, me fazendo relembrar o que passei ao seu lado, desde o começo.

Das conversas no MSN até hoje. Nunca imaginaria ela assim, cochilando em meu peito, naquela época. A Selena ainda era minha namorada e, quando comecei a sentir a necessidade de conversar com a Luísa aumentando, o meu amor pela Selena foi outro. A via como uma amiga, não namorada.

Acabou no que deu. Minha Lulu aqui comigo, sorrindo ao sonhar. Queria saber o que ela sonhava. Talvez na sua festa surpresa que estou preparando – era surpresa até o Scooter ter falado na frente dela dos preparativos sem saber a presença dela, mas tudo bem – para sábado e irei à estréia de Believe com ela, oficializando nosso namoro.

Já estou até vendo as manchetes dos jornais e noticiários. Os paparazzi não vão deixar barato e a minha folga – que não foi tão longa – em relação a eles, vai estar no fim. Porém, prefiro estar com o meu amor diante disso tudo.

Escutei a porta abrindo e vi minha mãe surgir na porta da sala, sorrindo em seguida.

- Eu vi o carro na garagem – disse ela, entrando na sala -, a Luísa deve estar muito feliz.
- E está! – respondi, acariciando seus cabelos – Você deveria ver a cara dela quando paramos na frente do carro.

Comecei a rir ao me lembrar e mordi os lábios.

- E o Luís?
- Não falamos com ele ainda. Deve estar com o Pedro agora.
Minha mãe assentiu, compreendendo a situação – Vou falar com ele mais tarde, vamos deixar a Luísa dormir um pouco.

Sorri, concordando. Minha mãe deixou a sala, nos deixando sozinhos novamente. Sorri, olhando para a minha princesa que dormia tranquilamente. 
Voltei a me lembrar dos nossos momentos juntos e acabei adormecendo também, vendo o sorriso dela na minha frente.
..............................................................................................................................
Hey Geliebers! 

Primeiramente, me desculpem por não ter postado ontem, tinha um painel para fazer. Lembram do big trabalho? Então. Vou ter uma feira de ciências semana que vêm, durante quinta e sexta. Ou seja, sem postagens. E como eu ainda estou terminando o trabalho, quero que me entendam, ok? Desculpem qualquer coisa :/ 

Awn, só eu achei o Biebs muito fofo? E a festa dela? Ansiedade mil! 

Para a Rafaela 
Rafa, me desculpe a ausência no msn, estou parando de entrar lá também .-. enfim, é claro que eu me lembro de você! Como vou esquecer? Você é muito especial para mim, girl. Awn, valeu o elogio. Você não acredita na maior, talvez eu vou sim fazer um livro! Mas, não é concreto. quem sabe no ano que vem? Estou com saudades, linda! Beijo! ♥   

Gostaram? Comentem!

Adoro essa foto da Demi, girls! 

Muito diva, fala sério u.u

Amo vocês, meninas!
Beijinhos, da Gih. 

16 comentários:

  1. Adorei ta perfeitoo
    Continua em!!

    ResponderExcluir
  2. continuaaaaaaa, ta perfeito *-*

    ResponderExcluir
  3. Anônimo18:09

    Oooooi, beem?
    Awwn, qe fofo o Jubs.
    E essa festa em? U.u, quero saber.
    Entendemos qe não poderá postar, bicth, te amamos.
    Beijin, Larissa sz.
    @BELIEVELahNSN.

    ResponderExcluir
  4. Jhenny19:02

    Que fofo *-* continua

    ResponderExcluir
  5. cap. 69 né? hmmmmm e.e ta parei kasoaksos'
    ta perfeito amr, continuaaaaaa

    ResponderExcluir
  6. Ai gente os dois juntos AHHH MORRENDO DE FOFURA! QUE CARRO É ESSE JESUS QUE LINDO :333 APAIXONADA! kkkkk Amando a IB! COntinua logo!! Bjokas @HAVESW4G

    ResponderExcluir
  7. CONTINUA POR FAVOR !!!!!!

    http://mesninas-do-jb.blogspot.com

    ResponderExcluir
  8. Continua hahaha! :)

    ResponderExcluir
  9. Anônimo02:57

    Aw Gih, que bom que você lembra de mim, sério, eu estava com saudades! Mas enfim, fiquei feliz por você, tomare que dê tudo certo e você consiga escrever um livro, eu sei que você tem capacidade e potencial pra isso, eu sempre acreditei em você, lembra? Então, boa sorte no seu trabalho e eu AMEI esse capítulo, de novo haha. Beijos linda. ♥

    ResponderExcluir
  10. Divulga? http://bellieveinyourdreams.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. adoreeei :) , eles estão tããããããão fofos. oooun. continua quando puder, bj :*

    (@Itscamilasoares)

    ResponderExcluir
  12. Anônimo14:16

    Ameeei, a Lulu e o Jus são fofos :3 aw aw continua ta pfto
    @1beliebenormal

    ResponderExcluir