5.11.12

#IB - Believe In Everything: 71º Parte

- O que acha de nós colocarmos você e a Rafa para cantarem na sua festa, além dos shows que terão?
- Seria incrível! Temos que ver nosso repertório, então.
- Isso. Mais tarde vemos isso, agora tem um bando de loucos atrás de você.       

Ri de Scott e fui até a sala, deitando ao lado de Justin e assistimos ao filme.

(...)

Finalmente minha festa de 16 anos chegou. E o lançamento de Believe também. Justin teve que fazer uma viagem hoje cedo para o lançamento e Alfredo e meus pais ficaram encarregados do resto dos preparativos. Otávio, Thiago Rafa e eu estávamos treinando o repertório para nos apresentarmos também.

Eu não queria como esses tradicionais de Sweet 16 ou as festas de 15 anos do Brasil. Seria uma festa aparentemente do meu jeito e sem frescuras. A única coisa que queria era todos os meus amigos reunidos e meus pais presentes. E isso já está acontecendo. Todos estão se dando bem, depois de tanta briga.

Tirando o Justin não estar aqui no momento, tudo está perfeito. Tudo do que eu já vi que eles fizeram, está maravilhoso! O Justin fez questão de chamar a Carly, a Nicki, Miley e Demi. Todas as minhas divas juntas.

Sim, eu vou ter um infarto.

Não dava para chamar o Guns ou as minhas bandas de rock prediletas, mas deu pro gasto. Além de nós cantarmos para os convidados. Será incrível. Cantaremos um dos nossos clássicos, Sexy Love e Fa La La, Boyfriend e Call Me Maybe e Back in Black e The Only Exception. Os meninos fizeram questão de comprar as guitarras novas para isso. O Justin emprestou os equipamentos de som da turnê, e agora era a minha vez de cantar.

Cantava The Only Exception calmamente, sentindo a música. É uma das minhas preferidas do Paramore. Otávio me acompanhava com a guitarra e passou para a parte da Rafa e depois juntando as duas.

Era um dueto com músicas diferentes. Tão simples e complexo ao mesmo tempo. E todos gostam. Isso que é o divertido de se cantar mashups.   

- Filha! Cadê você?

Minha mãe entrou no quarto e nos viu cantando e colocou as mãos na boca, se desculpando. E depois ficando para ver o ensaio, nos aplaudindo no final.

- Que lindo. Essa música vocês vão tocar no aniversário?        
- Sim senhora. – disse Otávio, sorrindo – Você acha que eles vão gostar?
- Acho que eles vão aplaudir vocês de pé.

Sorri sem graça e abracei minha mãe, que sorriu de volta.

- Feliz aniversário, minha princesa.

Olhei para ela, sentindo meus olhos marejarem e depois uma lágrima cair.

- Ah, não acredito que você tá chorando, Lulu!

Olhei para minha mãe e ela sorriu de orelha a orelha. Olhei para trás e nada deles falarem. Era a voz do Justin.

- Cadê ele?
- Não sei – disse ela, sorrindo.
- Licença pessoal.

Saí do quarto onde estávamos usando o quarto para ensaiarmos e fui procurá-lo. Andei pelo salão decorado, faltando arrumar as mesas e os arranjos, porém estava vazio. Escutei um monte de sussurros vindos de fora do salão e andei até lá e não havia ninguém. Que droga.

Entrei na casa dele e não tinha ninguém também. Já estava ficando desanimada. Cozinha, sala de TV, sala de jogos e fiquei com preguiça de ir lá em cima. Tudo estava vazio. Estranhei, já que essa casa estava cheia antes de irmos ensaiar. Estava a caminho do salão, já desanimada e senti tamparem meus olhos com as mãos. Coloquei as minhas sobre as outras e sorri, sabendo quem era.

Justin.

- Biebs, por que...?
- Espera Lulu, fica de olhos fechados. Tenho uma surpresa para você.
- Ah, surpresa?
- Uma surpresa.
- E o que é?
- Se eu te falar não vai ser surpresa!
- Vai sim – disse, o fazendo rir.

Nisso, nós andávamos para não sei onde. Ele me guiava com suas mãos tampando minha visão e meus olhos estavam fechados também, como ele havia pedido. Depois de andarmos um pouquinho, escutava sussurros e risadas.

- Pronto Lulu, pode abrir os olhos.

Justin tirou suas mãos de meu rosto e abri os olhos. Todos estavam lá, Scooter, Alfredo, Kenny, Moshe, Pattie, minha mãe, meu pai, Rafa, Thiago, Otávio, Pedro, Débora e agora, Justin. Rafa carregava um bolo nas mãos com uma vela de 16 anos em cima e todos começaram a cantar parabéns para mim.

Eu comecei a chorar ali e Justin começou a rir, me abraçando. Alfredo filmava tudo.

- Obrigada gente. Eu não esperava! – disse, rindo e secando meu rosto.
- Gente, quem diria que ela iria chorar, não é?
- Eu avisei que ela era chorona! – disse Thiago, nos fazendo rir também.
- Mais tarde terá uma festa aqui em casa – disse Justin – e o Alfredo vai fazer questão de filmar bastante para vocês, viu?
- Isso mesmo! – disse ele, sorrindo.
- Então até mais tarde, meu nome é Justin Bieber e...
- Eu sei que seu nome é Justin – disse, fazendo ele me olhar bravo.
- Sua chata.
- O nome dele é Justin e isso foi uma surpresa pra mim, valeu pessoal!

Todos riram de mim e Justin me abraçou, beijando minha bochecha. Thiago falou algo no ouvido da Rafa e ela jogou o bolo na minha cara. Tinha bolo até no meu cabelo, se bobear. Tirei os restos dos meus olhos e só ouvia as risadas.

- Sua vadia! – disse, jogando nela.
- Te amo Lú! – disse ela, correndo de mim.

Justin morria de rir. Peguei um pouco do bolo e meti no cabelo dele.

- No ponto fraco! – gritou Alfredo, me fazendo rir.
- Que malvada. – disse ele, rindo também – Eu ia voltar lá, sabia?

Comecei a rir mordi os lábios. – Claro que eu sabia! Fiz de propósito bebê.

- Você vai ver – disse ele, me abraçando e me rodando no ar.

Depois de bolo voar na quadra de tênis toda, tivemos que limpar aquela bagunça. Só eu e Justin ficamos lá, tirando o glacê do chão. Ninguém quis ajudar, esse bando de preguiçosos. E era mentira do Justin, ele só disse que ia voltar para me fazer ficar com pena dele. Terminamos de limpar aquela bagunça toda e voltei a ensaiar também.

(...)

O salão estava cheio de convidados. Todos estavam lá, até o Dylan. Eu o abraçava agora, olhando naqueles lindos olhos. A lista de convidados se esgotou e fomos festar. Dançava com Justin no meio da pista e ele colou seu corpo no meu, me fazendo olhar nos olhos dele.

- Posso fazer uma coisa?
- Claro.

Justin chamou Alfredo e o mandou nos filmar. Justin estralou os dedos e do nada a música parou de tocar e todos pararam de dançar. Um foco de luz parou em nós dois e olhei para Justin, que sorria.

Ele ajoelhou no chão, tomando minhas mãos e molhou os lábios, voltando a me olhar.

- Eu sei que demorou a esse dia chegar. Principalmente para mim, que te amei desde a primeira palavra trocada, a primeira troca de olhares e sorrisos. Desde que te ouvi cantando naquele programa no Brasil, eu sabia que você era a pessoa certa para mim. Que você tinha a doçura e gentileza que eu procurava. Desde aquele dia, eu nunca, nunca mesmo, parei de pensar em você. E, agora, no seu aniversário de 16 anos, te peço em namoro, depois de tanta ansiedade.

Ele tirou do bolso uma caixinha preta e a abriu, mostrando dois anéis dentro dela. Eu estava chorando só de vê-lo ali, ajoelhado. Justin tirou o anel mais fino e sorriu, respirando fundo.

- Luísa Rodrigues, você quer ser minha para todo sempre?

Assenti, em meio a lágrimas. Justin riu de mim e colocou o anel em meu dedo anelar, beijando minha mão em seguida. Todos aplaudiram. Escutava gritos vindos até do DJ Tay James. Coloquei o outro anel no dedo dele e Justin se levantou, sorrindo enquanto me fitava.

- Eu te amo muito, meu amor.

Ele tomou meus lábios e lá veio à gritaria de novo. Esse era o melhor dia de todos os dias. E ele estava só começando.  
.........................................................................................................................

Hey Geliebers! 

Finalmente eles podem amar sem medo! Que fofa a surpresa deles. #BoloNo Cabelo hahahah ^^ Ainda muita coisa vai acontecer nessa festa. Ansiosas? 

Indicações: 

Gostaram? Comentem!

Para um fim de post, uma frase que é fato, sinceramente. 

"É difícil esquecer alguém que te deu muito para se lembrar." 

Pura verdade :/ 

Amo vocês Girls! 
Beijinhos, da Gih* >.< 

11 comentários:

  1. Anônimo18:47

    Anjo, a Believe in Everthing vai acabar? Não queria =( Sabe a frase que você postou no final do post? É isso o que eu sinto pela sua IB... Vai ser difícil esquecer essa história linda, que me fez chorar, sorrir... Bom, você é a autora, certo?
    -Didi

    ResponderExcluir
  2. OOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOWT amei esse capitulo serio ta muito perfeito Lulu e Justin juntos oficialmente e pra sempre, juro que na hora que eu comecei a ler achei que ia pedir ela em casamento KKKK * ~dreams
    mais enfim continue sua #IB esta perfeita e maravilhosa serio :) divulga pra mim por favor http://imagineebelieberrr.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Ownnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnn ameeeei muito essa capitulo , que fofura MEU DEEEEEUS . Quase chorei kkkkk . Love , quando vai ter parte hot ? Kkkkkkkkkkkkkkkk , só pra saber mesmo hihi . Bjs continua

    ResponderExcluir
  4. Anônimo22:00

    continua!!

    ResponderExcluir
  5. ta perfeita amr, continuaa

    ResponderExcluir
  6. Continuaaaaaaaaaa >< que perfeição Oh God ! imaginebelieber-kidrauhlswaggy.blogspot.com

    ResponderExcluir
  7. continuaaaaaa

    http://mesninas-do-jb.blogspot.com

    ResponderExcluir
  8. Anônimo16:51

    AAAAAAAAAAW QUE LINDOOOOOOOOOOOOOOOOOOOO ... C O N T I N U A A A A A A A

    ResponderExcluir
  9. Cara.. Q lindo. A Lulu é muito fofa. E o Justin é perfeito. Sem mais. KKKKK. Adoreio cap. Continua logo, bj :5

    (@itscamilasoares)

    ResponderExcluir
  10. A.M.E.I ficou mt legal mesmooo continua senão vou morrer de ansiedade! Parabéns ta perfeita a ibh

    ps: PESSOOAL EU E MINHA AMIGA ESTAMOS FAZENDO UMA IBH EU PEÇO QUE POR FAVOR VOCÊS LEIAM E COMENTEM LA PQ JA ESTAMOS FAZENDO A UM TEMPO E Ñ TEM COMENTARIOS ISSO ME DEIXA MT DEPRIMIDA MAIS PRA QUEM QUISER LER AKI O LINK >> http://www.biebertasty.blogspot.com.br/ POR FAVOR SE FOREM LER COMENTEM!

    ResponderExcluir