16.12.12

#IB - Little Angel: Capítulo 44

Antes de lerem o capítulo, podem fazer um favorzinho para mim? Deem RT nisso, por favor? 
https://twitter.com/umapurpleninja/status/280418684688801793 É para uma promoção, e eu quero muito ganhar, me ajudem Geliebers. E se alguma de vocês também estiverem participando, eu dou RT também viu? 

Obrigado pela atenção ^^ Podem ler agora! haha

----------------------------------x----------------------------------------

Acordei com a luz interrompendo meu sonho com a Angel. Ah não, volta sonho! Nós estávamos quase... É... Prefiro não comentar. Enfim, não consegui voltar ao meu sonho e sentir a excitação do momento e abri os olhos, decepcionado por não conseguir voltar ao meu breve devaneio.

Notei que dormia na barraca e me lembrei da noite passada com um sorriso orgulhoso estampado em minha face. Virei meu rosto para ver Angel e ela estava deitada de bruços, com as pernas levemente abertas e com seus braços agarrados ao travesseiro. Ela dormia como o anjo que é. A garota tinha um sorriso sutil nos lábios e se aconchegou mais no travesseiro.

Queria saber o que ela sonhava.

Mordi meus lábios ao dar uma espiada abaixo de sua cintura. O blusão estava erguido até o início de sua calcinha branca com rendas em preto e sentia um calor tremendo. Molhei meus lábios, me deliciando com a cena. E me lembrei que ela estava de short ontem.

Mas, onde foi parar esse short?

Angela interrompeu meus pensamentos maliciosos deitando em meu peitoral, me abraçando em seguida. Ela enlaçou nossas pernas, erguendo ainda mais seu blusão, o que me fez sorrir novamente. Envolvi-a com meus braços e pousei minha mão no tecido amassado, deixando meus dedos percorrerem sua parte descoberta do corpo e puxando a roupa para baixo, cobrindo-a.

Fiquei um bom tempo admirando-a ali, em meu peito. Ela se movimentava com o meu ventre conforme eu respirava. Era engraçado. Beijei o topo da cabeça dela e me soltei de seu gostoso abraço, com cuidado para não acordá-la e colocando meu travesseiro no lugar. Saí da barraca e parei à frente da fogueira, que agora era apenas cinzas.

Permaneci ali, observando a nossa bagunça, as cadeiras vazias e o meu violão mais ao lado, as pétalas no chão e os espetos em cima da cesta de piquenique. Vê-la em prantos enquanto cantava a música que dei o nome de Favorite Girl para ela e depois o nosso beijo. Eu desejava tanto sua boca, seu corpo no meu naquele momento, mas não era a hora. Foi perfeito como tinha que ser.

Comecei a recolher as coisas do gramado e coloquei a cesta de piquenique na cozinha e não vi sinal da minha mãe. Ela sempre está na cozinha, fazendo algo para nós. E me lembrei do que meu pai e minha mãe fizeram ontem à noite e sorri malicioso.

Voltei para o jardim e guardei as cadeiras ao lado da churrasqueira e meu violão no quarto, aproveitando para tirar minha camiseta e ficar apenas de short. Fui para a cozinha beber um pouco d’água e enchia o copo quando ouvi passos atrás de mim. Virei para trás e vi Angel, esfregando um de seus olhos com as costas da mão. Ela tinha uma carinha muito meiga e me olhou sonolenta.

- Bom dia amor – disse, bebendo a água e deixando o copo na pia e indo até Angel -, dormiu bem?
Abracei-a e beijei sua testa. - Dormi sim. E você? – respondeu ela.
- Dormi também, ainda mais por dormir ao seu lado, amor.

Ela sorriu sem graça e vi suas bochechas corarem levemente. Angel se aconchegou em meu peitoral nu, se arrepiando quando envolvi meus braços em volta dela.

- Ainda não consigo acreditar. – sua voz parecia avoada.
- No que? – perguntei, olhando nos olhos dela.
- Que estou namorando de verdade. Fiquei tanto tempo triste, sem confiar em ninguém, que não esperava ver onde eu estou hoje.
- E quero que tenha em mente que a razão das suas tristezas passadas não vai interferir no nosso namoro, tudo bem?

Angela assentiu sorrindo e ouvimos um suspiro. Ambos olhamos para trás e vimos minha mãe ali parada, nos olhando com um sorriso abobado.

- Sabia que ia gostar do presente, querida. 

Angel se soltou de meus braços e foi para os de minha mãe, sorrindo agradecida para a sogra. Se minha mãe não tivesse me ajudado com os preparativos, não sei como levaria meu plano adiante.

Elas conversavam entre si e me deixaram sozinho aqui. Super legal isso.

- Hm, mãe... – disse, tomando a atenção dela – A namorada é minha.

Cruzei meus braços e fiz bico, fazendo Angela rir de mim.

- Mas a nora também é minha, querido. Desculpe Angela, o Justin é muito ciumento. Puxou do pai.

Minha princesa riu de minha riu de minha mãe e as olhavas com certo desconforto. É claro que eu tenho ciúmes, mas, nessa situação ele não é aplicado.

- Mentira, eu não estou com ciúmes. – fiz bico de novo – Só estou carente.

As duas riram de mim e o meu anjo veio até mim, me abraçando.

- Você é muito fofo com ciúmes.                                                   
- Mas eu...

Ela sorriu gentilmente para mim e deitou sua cabeça em meu ombro, ainda olhando nos meus olhos. Um olhar apaixonado e meigo, tão carinhoso, amável. Fiquei em transe com aquele olhar caloroso e ouvimos um pigarro, que dessa vez não era da minha mãe. E sim do Jason. 

- Justin, você vai ficar mesmo bloqueando a minha passagem? Preciso do meu remédio.

Angel riu do Jason e cedeu passagem para o garoto, que foi até a prateleira de remédios e pegou um colírio.

- Mãe, pode fazer capuccino pra mim? Acordei com vontade de tomar.
- Claro filho. – ela parou na frente da prateleira e pegou o pó de capuccino o deixando em cima da pia. – Vão querer alguma coisa, queridos?
- Eu quero ovos com bacon, mãe. Por favor.
- E você Angel?
- Um simples copo de suco já basta, Pattie.
- Não senhora, eu preparo panquecas para você. Sua mãe disse que você adora.

Angela sorriu sem graça e mordeu os lábios, assentindo, sem escolha.

- Tudo bem, eu me rendo. Pode fazer duas, Pattie.
- Três.
Ela deu de ombros. – Tudo bem, três!

Sorri para Angel e subimos para o meu quarto. Ela pegou sua mochila e entrou no banheiro e ouvi a tranca sendo usada. Ri em seguida.

- Tem medo de eu te ver só de roupas íntimas, amor? – disse, ficando colado à porta do banheiro.
- Não é isso! Se quiser eu destranco. Desculpe.

Ri outra vez. Ela é muito inocente. Se bem que eu gostaria de vê-la só de roupas íntimas. Aquela calcinha me excitou demais. Mordi os lábios e ouvi a porta sendo destravada. Deu-me aquela puta vontade de olhar pelo buraco da chave, mas achei errado. E depois lá estava eu, vendo-a escovar os dentes apenas de calcinha e sutiã.

Um conjunto sexy de lingerie. Eu sussurrei um “ai meu deus” quando ela derrubou alguma coisa no chão e se abaixou para pegar.

Que seios.

Que corpo.                    

E que calor dos infernos.

Ela terminou de escovar seus dentes e tornou a vestir sua roupa. Um vestidinho meigo, bem a cara dela. Mas não queria que ela estivesse vestida. Voltei para a cama, mexendo no celular. Em qualquer coisa. Ela não podia desconfiar. Mandei uma mensagem para Chris. 

E ai cara? Ta fazendo o que?

Não deram dois segundos e ele respondeu.

Com os caras. Ta com a Angel ai? Humm safadão ;9. Manda um oi pra ela se sim.

Ri da mensagem dele. Como ele sabia que eu estava com ela? Algum daqueles cornos devem ter contado. Angel surgiu na porta do banheiro com o vestido e sorriu para mim, indo até a cama e deitando ao meu lado.

- O Chris mandou um oi pra você.
Ela sorriu gentilmente e deu uma espiada no celular. – Manda outro pra ele.

Ela te mandou um oi também. E eu não sou safado. Você que é, seu corno.  

- O Chris é um babaca – disse, fazendo Angel rir.
- Ele é legal. A irmã dele já veio pra cá?
- Por que quer saber?                                   
- Queria conhecê-la. Sei lá, ela parece ser legal também.

Sorri para ela. A Caitlin é muito especial.

- Vou perguntar pra ele.

A Cait já chegou? A Angel queria conhecer ela.

- Ai, precisava falar que era eu que queria saber?
- Claro! Ele vai ficar me perturbando, me chamando pra sair se eu falar que foi eu.

Chegou sim. E ela disse que queria ver a Angel também. Que tal uma saidinha no Junior’s para as meninas se enturmarem?

- Eu não disse?

Angela riu e beijou minha bochecha, deitando sua cabeça no travesseiro.

- Eu queria ir, Justin. Mas, se não quiser...
- É claro que eu vou. Só para te ver sorrindo.

Selei nossos lábios e deixei nossas testas coladas. Conseguia sentir seu hálito quente e com um leve aroma de menta em meu rosto.

- Meninos! – ouvimos – O café já está pronto!
- Vem, vamos comer.

Levantamos e fomos para a cozinha tomar nosso café.

[...]

Mode Angel on* 

Não sei explicar o que estou sentindo. É um calor dentro do meu peito, que me faz tão bem. Ver o anel que selou o meu namoro com o Justin em meu dedo me dá vontade de chorar, e sem querer deixo cair uma lágrima. Estava no banheiro do Justin agora, apenas penteando meus cabelos para irmos ao Junior’s.

Vou conhecer a irmã do Chris. Ela parece ser tão legal, sei lá. Não tenho idéia do que encontrar, porque não vi fotos dela, mas acho que ela deve ser linda. Só acho.

Senti Justin me abraçar por trás e sorri, deixando a escova de lado e ele me escorou na pia de mármore, olhando nos meus olhos. Aproximei nossos rostos, roçando nossos lábios, sentindo o hálito quente de ambos. Ele colou nossos corpos, segurando em minha cintura e ergui uma sobrancelha, pousando minhas mãos na cintura dele também.

- Eu te amo.

A voz dele soou rouca e sexy. Pareceu mais um sussurro rouco. E isso me fez eriçar os pelos. Senti-me indefesa. Justin me ergueu, me sentando na pia fria e tomou meus lábios. Fiquei uns centímetros mais alta que ele, o que o fez erguer se corpo para continuar em uma posição em que conseguisse me beijar sem problemas.

- Por que eu só pego vocês dois se pegando? Mas que praga!

Parei de beijar Justin e ri em seguida das palavras de seu irmão.

- E o que veio fazer aqui, hein?

O menino estava de óculos, olhando sério para o irmão mais velho. Desci da pia e Justin enlaçou seu braço em minha cintura, encarando seu irmão.

- Queria usar seu perfume.
- Qual deles?
- O cheiroso.
- Mas todos são cheirosos, cara!
- Só deixa eu pegar o perfume, Justin.
- E pra que quer o perfume? Vai sair com alguma gatinha, é? Em plena segunda-feira!
- E que sentido isso tem?
- Não importa. Ah, pega logo o perfume, cara.

O garoto pegou o perfume em uma das prateleiras e saiu do banheiro apressado. Nem me lembrava que hoje era segunda-feira. Não teria aula por que eles estavam cedendo a escola para um torneio de futebol americano para outra escola. E teriam umas reformas também.

E eu tenho que ir à casa da Sra. Stubin.

Por que só me lembro dessas coisas quando estou ocupada? Mas eu prometi a ela que iria, mas ao mesmo tempo quero ver a Caitlin.

“Faça o que quiser. Se quiser ir amanhã a minha casa, não tem problema.”

Levei um susto ao ouvir a voz dela.

“Tudo bem, Sra. Stubin. E eu vou amanhã sim, sem falta.”

- Angel?
- Oi?
- Você parece ter visto um fantasma.
- Eu? – dei um riso falso. – Claro que não, é que...
- Tá tudo bem, né?
- Tá sim.

“Ah, e parabéns pelo namoro.”

- Obrigada.
- Pelo que?

Dei um tapa em minha testa. Tenho que treinar essas coisas quando estiver falando com alguém.

- Esquece. Vamos? – perguntei, tentando sair do assunto.

Justin me olhou desconfiado e assentiu. Ele deve achar que eu sou doida.

Uma doida varrida.

Fomos até a garagem e entramos na Range.

“Filha... está com o Justin?”

Até a minha mãe está falando comigo desse jeito?

“Estou sim. Esqueci de avisar, não tive aula hoje. Vou ao Junior’s com ele e volto mais tarde, ok?”

“Tudo bem. E tome cuidado.”

“Com o que?”

Ela não me respondeu. Franzi o cenho e senti Justin colocar a mão em minha coxa, me olhando aflito. Olhei para ele ainda com meu cenho franzido e umedeci meus lábios.

- Está acontecendo algo, Angel? É mais algum daqueles seus desmaios?
- Não. Não é isso. – respirei fundo, voltando a olhar para frente – Depois te conto. É meio longa a história.
- Tudo bem.

Ele estacionou o carro na frente do Junior’s e descemos.

- Esse aqui é o carro do Chris. Aliás, do pai dele, que ele dirige escondido.

Era um Dodge Challenger vermelho. Sorri de canto de boca e franzi o cenho.

- Por que escondido?
- Porque ele não tirou carteira ainda. Está fazendo as aulas, mas não tem licença. Que vagabundo.

Ri de Justin e entramos. Eles já estavam lá, na mesa do fundo. Na que sempre sentam. Estavam ali Chaz, Ryan, Chris e mais uma garota linda. Aparentava ter a idade deles, uns 17 anos. Tinha os cabelos de um castanho claro e um sorriso lindo. Os seus olhos verdes foram de encontro aos meus e sorrimos.

Andamos até a mesa deles e os meninos urraram, me fazendo rir. Sentamos nas cadeiras e já começaram com as palhaçadas.

- Aleluia, seu atrasado! – disse Chaz.                                                  
- Olha só quem fala, o mais atrasado da face da terra.
- Ignora ele, Bieber. E ai Angel! – disse Ryan, sorrindo depois.
Sorri de volta. – Oi Ryan. Oi Chris – disse, me voltando para ele, que sorriu sem mostrar os dentes.
- Essa daqui é a minha irmã, a Cait. – disse ele, fazendo nossos olhares se encontrarem de novo.
- Então você que é a Angel. – diz ela, sorrindo – Os meninos não pararam de falar de você um instante.
- Sério? E o que eles falaram?

Os três ficaram em silêncio. Justin ergueu uma de suas sobrancelhas, cruzando os braços em seguida.

- Que você era diferente. Não era atirada igual as outras. E que era muito quietinha.
Sorri e dei de ombros. – Sou quieta mesmo. E não gosto de garotas atiradas.
- Então somos duas.   

Ambas sorrimos e Caitlin olhou para Justin, que sorriu sem mostrar os dentes.

- Oi Cait.
Ela riu e olhou para ele outra vez. – Oi Justin.
- Cara! E esse anel no seu dedo, Angel? – perguntou Chaz, que interrompeu a conversa dos dois. – Humm, já até vi como passaram a noite, hein?

Todos os rapazes riram, menos Justin. Cait só revirou os olhos em meio a um sorriso e sorri também.

- O Justin me pediu em namoro. Não foi nada além disso, viu Chaz? Você e seus pensamentos pervertidos.

E os meninos riram outra vez, dessa vez com uma gargalhada do Justin. Não resisti e sorri. Caitlin sorriu também.

- Posso saber o motivo de tantas risadas? Queria me juntar a vocês.

Todos ficaram em silêncio. Lancei um olhar intrépido para Liam, que me fez respirar fundo em seguida. E agora eu sei com o que minha mãe se referia.

***
Hey Geliebers *-* 

Hmmm. Justin safadinho, hein? E muito fofo também! haha. Só eu acho que a Caitlin e a Angel vão se dar muito bem? ^^ Sempre tem um pra estragar, né? Maldito seja o Liam! 
Mas, e agora? O que a Angel vai fazer? E a Sra. Stubin? Será que está mesmo em Jacksonville? Os poderes da Angel estão por vir, meninas! Ansiosas? (; 

E aqui uma coisa que eu não poderia deixar de falar: 
Eu estou meio indecisa em relação a BIE. Eu sei que vocês gostam dela, mas... eu não consigo escrevê-la. Simplesmente. Só deem tempo para mim, ok? Eu vou escrever, mas não sei quando. Desculpas às fãs da Lulu e o JB, mas, por enquanto, não vou postar BIE. 

E, se lembram que eu disse sobre o livro Wake? Então, eu estou lendo o Fade! O segundo da trilogia, e estou no último capítulo. Estou apaixonada, sério <3 E talvez hoje mesmo vou comprar o último livro, o Gone. Quais de vocês já leram eles? Me falem! ^^ 
Foi essa trilogia que me inspirou a fazer os sonhadores. haha

Indicações:

Gostaram? Comentem! 

Para um fim de post, uma fotinha do JB que eu achei muito perfect. 


Awn, muito fofa essa piscadinha! haha

Amo vocês meninas! 
Beijos, da Gih! 

28 comentários:

  1. Peeeeeeeeeeeeeeeeeerfeeeeeeeeeeito, não podia estar melhor Posta looooooooogo *--*

    ResponderExcluir
  2. OMGOSH 2 A COMENTAR? REALLY? CONTINUA <33 Little Angel é a minha favorita e Blue Jeans ><'

    ResponderExcluir
  3. awn *-----*
    CONTINUAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA

    ResponderExcluir
  4. continua ta perfeita
    aaaaaaaaaaaaaaaaaa
    liam ! eu ja sabia ! para a mae dela ter falado aquilo !
    justin que lindo

    ResponderExcluir
  5. ooooownt que perfeito ;) amei demais serio, cara eu vou matar esse Liam serio '-' qual será os poderes da Angel to muito curiosa, huuuuuuum Bieber safadinho

    ResponderExcluir
  6. Eu sou apaixonada por livros supernaturais. Só pelo nome, eu achei interessante. Como é a história dele?
    --------------------------------------------------------
    continua... eu amo a LA...

    ResponderExcluir
  7. omgdness o.o
    continua logooo
    pleaseeeee \0/
    kisses

    ResponderExcluir
  8. Anônimo21:41

    aaaaaaaa que fofo esses dois e a Cait mano eu amo ela ela é muito fofa ela e a Angel vão se dar muuiiiiiiiiito bem tenho certeza a e esse Liam idiota n aguento mais o Justin tem q dar uns tapas nesse idiota resumindo ta perfeita beeeeeijos

    ResponderExcluir
  9. amei amor, continua pls

    ResponderExcluir
  10. Anônimo22:52

    Que fofo o Justin e a Angel!! Eu ri do Justin safado hahaha
    Awn a Cait e a Angel vao ser amigas!!!
    Continua...
    Alice

    ResponderExcluir
  11. oiii td bem com vc ? sou leitora nova akie li TODOS os seus post e sua ib é PERFEITA meu deus do céu

    Parabens...

    será que poderia ler a minha ?
    http://leticia-pepplow-imagine-belieber.blogspot.com.br/2012/12/age-is-only-number-cap5.html

    vou segui a sua .. se quiser segir a minha kkkk

    meu tt é @LelePL eu sigo de volta *.* so avisa que é vc

    beijustin

    ResponderExcluir
  12. Amei o capitulo. Realmente o Justin é um safado, um safado fofo, mas não deixa de ser um safado. A Pattie realmente é a sogra dos sonhos. Eu estou achando a Sra. Stubin muito suspeita, pra mim ela não está onde diz estar. Deve ser estranho você estar pensando em algo e do nada alguém falar com você por telepatia. Como esses meninos são pervertidos, é óbvio que a Angel ainda não deu pro Justin, afinal ela não é como as outras. Eu tenho certeza que ela e a Caith vão se dar bem. Sempre tem que ter alguém para atrapalhar, parece que o Liam escolhe aparecer nos momentos felizes, só para estragar. Estou ansiosa para o próximo

    ResponderExcluir
  13. Isadora00:14

    Ta perfeito, continua

    ResponderExcluir
  14. Anônimo00:31

    Oooi, bem?
    Perfeito, continua?
    Bjos.
    Larissa

    ResponderExcluir
  15. Anônimo09:24

    continua

    ResponderExcluir
  16. eu já li a triologia Wake e a amo demais, porem admito que não gostei muito do final... mas continua sendo muito boa, ah! e a #IB esta perfeita, continua.
    Indica? imaginejbeliebers.blogspot.com.br
    obrigadaaaa

    ResponderExcluir
  17. Anônimo13:39

    Serio, ta muito perfeito, da ate pra fazer um filme com a historia kk, continaaa, to amandoo kkk

    ResponderExcluir
  18. Que safadeza da parte do Justin hahaha, ta perfeito demais , continua .

    ResponderExcluir
  19. Perfeito *o* continue pleasee u.u

    ResponderExcluir
  20. esta perfeito demaaaais !! adoro muitoo
    continua please

    ResponderExcluir
  21. Continuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaar ta muito pefeitooooooooooooo,cara como o biebs e safado,meu deus queria esse safando na minha cama(eu n sou safanda ta como minha bests diz eu sou doida,continuar diva!!!

    ResponderExcluir
  22. Meu Deus que perfeito!!!!!!!!!! Aff eu odeio esse Liam! kkk Sério, to amando a IB! Continuaaaaaaaaaaaaa por favor!
    Se puder indica o meu blog?
    http://sonhemaisalto-belieber.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  23. Anônimo21:53

    Coontinuua Pliiiz

    ResponderExcluir
  24. ulllllllll quase sem problemas né kkkk continuaaa

    ResponderExcluir