25.12.12

#IB - Little Angel: Capítulo 47

Mode Angel on*

- Ah não Angel, por favor, fica lá em casa. – disse Justin, todo manhoso e beijando minha bochecha – Eu fiquei tanto tempo sem você! 
- Justin – disse séria -, eu prometi para a Sra. Stubin que limparia a casa dela, e hoje já é quarta! Estou me sentindo horrível. Eu preciso mesmo fazer isso, mas eu prometo que amanhã passaremos a tarde toda juntos, ok? 
- Tá combinado, hein! Quer que eu te deixe lá? 
- Não precisa. Tenho que aquecer as minhas pernas rígidas. 

Justin revirou os olhos e ri dele. Beijei sua bochecha e ele me olhou fazendo bico. Ri dele outra vez e selei nossos lábios, me aninhando em seu peitoral em seguida. Andamos abraçados até a calçada da frente de sua casa e paramos ali. Separei nossos corpos e ele ainda tinha um olhar triste, pidão. 

Sorri mordendo os lábios e envolvi meus braços em seu pescoço, acariciando sua nuca e ele aproximou nossos corpos, me puxando pela cintura. Ele tinha um sorriso sexy nos lábios e sorri erguendo minhas sobrancelhas. Quando notei, ele já havia tomado meus lábios e sua língua pedia passagem e cedi. Um beijo de tirar o fôlego, mas ao mesmo tempo conseguia ser gentil. 

Separei nossos lábios em busca de ar e ele e olhou com desejo. Sorri envergonhada e deitei minha cabeça em seu ombro, respirando ofegante. Seu perfume era estonteante. 

- Você prometeu me dar quantos beijos eu quisesse. – ele sussurrou com uma voz rouca, me deixando arrepiada dos pés a cabeça. 
- Ain, não faz isso – disse, enterrando minha cabeça em seu pescoço e ouvindo sua risada. 
- Fazer o que, amor? – ele sussurrou outra vez, tocando seus lábios em minha orelha e ai sim que eu me arrepiei. 

Isso é tortura. 

- Isso. – disse manhosa. 
Ele riu pelo nariz e me abraçou forte, beijando o topo de minha cabeça. – Senti falta disso. Nossa. Você está muito arrepiada.   

E riu novamente. Ok, isso não tem graça. 

- Me deixe ir, Bieber, por favor – implorei, olhando nos olhos dele -, não quero ficar com a consciência mais pesada do que já estou. 
- Espera, eu vou com você, anjo. Só vou fechar a porta.

Assenti e ele me libertou de seu abraço, indo até a porta e a fechando e voltando. Seguimos o caminho para a casa da Sra. Stubin. Justin enlaçou seus braços em minha cintura. Andávamos feito uns patos e ríamos de nós dois. Estava no fim de tarde, e o céu estava tingido de rosa e laranja, seguido do pôr do sol. Um cenário perfeito. 

- Ei, eu posso fazer aquela coisa de novo? 
- Que coisa? 
- O que eu fiz no hospital – disse enquanto me lembrava dos pensamentos dele. 
- Ah, mas você me deve explicações! 
- Por favor, prometo contar o que isso significa. Mas quero tentar de novo. 
- Ok. 

Continuamos a andar e eu olhei para ele, fazendo nossos olhares se encontrarem. Aquele mar caramelo estava esplendidamente apaixonante. Mordi os lábios e franzi a testa, me concentrando no poder. 

“O que será que ela está fazendo? Se for tentar me seduzir, já conseguiu. Ou talvez me fazer rir com essa carinha fofa. Mas mesmo assim, ela me deve explicações.”

“Então eu sou fofa quando fico concentrada?” 

“Ah! Você fez de novo!” 

“Incrível, não?” 

- Como você faz isso?
- Hm, é uma longa história. Me deixa fazer de novo, é divertido. 
- Não! Você disse que...

“Fiz primeiro! Olha, foi mais rápido que antes. Estou ficando boa nisso.”

“Tem a ver com os sonhadores?”

“Exatamente.”

- Então... se sua mãe tem poderes, você também tem? E por que não me disse antes?
- Porque só fui os ter hoje! É muito louco isso. 
- Você só pode falar comigo por telepatia ou consegue outras coisas?
- Consigo ler seus pensamentos.
- Não acredito. 

Ele fez uma cara decepcionada e ri dele. 

- Por quê? Tem coisas ai que não quer que eu saiba? 
- Não, não é isso. É que você vai se assustar com certas coisas. Avise quando vai fazer isso, ok? 
- Tudo bem. Aviso sim. Hm... ainda quer explicações?
- Do começo ao fim. 

Fui contando a ele aquela história dos primeiros sonhadores e do que eu vi na internet também. Sobre a Sra. Stubin, o Charlie e meus pais. Quando terminei de falar sobre eles, já estávamos na frente da casa da senhora. Subi os degraus e abaixei, levantando o tapete e tirando a chave da porta e a abrindo. Justin me olhou indeciso e revirei os olhos, o puxando para dentro. 

- Será que ela gostaria de me ter na casa dela assim? Sem ao menos pedir? 
- Ela adoraria ter você aqui, ela te acha um rapaz educado. E você seria um bom ajudante. 
Justin deu de ombros, rindo. – Tudo bem então, não irei negar o serviço. Por onde vai começar? 
- Pelos banheiros. 
- Banheiros? – a voz dele era tediosa – Eu não sei lavar banheiro! 

Ri dele e o puxei pelo braço, indo até a lavanderia e pegando os produtos de limpeza, um balde e duas vassouras. Havia três banheiros na casa, um do quarto da Sra. Stubin, um no quarto de hóspedes e um no corredor. Fomos ao do quarto de hóspedes, já que era mais perto de onde estávamos. Mandei-o tirar o tênis e as meias, e Justin obedeceu. Eu já tinha um chinelo reserva aqui, mas como só havia um, ficou comigo. 

Entreguei uma vassoura para o Justin e ele me olhou confuso. Ri dele e enchi o balde de água e jogando a água pelo banheiro, molhando a calça do Justin e ri dele, que ficou enfezado e ergueu a barra para não molhar outra vez. Mandei-o jogar o produto pelo chão e fomos esfregando o chão. Justin fazia graça com a vassoura, dançando valsa com ela e cantarolando o ritmo. Comecei a rir dele e peguei a espuma formada no chão e assoprei, indo parar no cabelo dele. 

Justin me olhou chocado e mordi meus lábios, segurando o riso. Seu topete parecia ter enfrentado uma nevasca daquelas. 

- Não acredito que fez isso. 
- Não posso brincar também? 

Ele me olhou sarcástico e pegou espuma do chão e me olhou maligno. Eu corria pelo banheiro escorregadio com um doido vingativo atrás de mim. Parei encurralada na parede e virei para trás, vendo-o na minha frente e em segundos minha roupa estava cheia de espuma, junto de meus cabelos e rosto. Justin ria de mim e tirei a espuma da cara e passei na cara dele e em sua camisa, rindo da careta que ele fez. 

- Você está lindo, Biebs.
- E você também, Angel. 

Rimos em conjunto e terminamos nosso serviço com os cabelos espumados e a roupa molhada. Fizemos isso com os outros dois banheiros – também com essa guerra de sabão – e guardamos os produtos, indo até a cozinha para beber água. Justin havia enlaçado suas mãos em minha cintura e andávamos como patos outra vez. Abrimos a geladeira e deixei a garrafa na pia, olhando para a sala de estar, e vi a Sra. Stubin ali, tricotando, e pulei de susto. Justin me olhou confuso e a senhora se virou para nós com um sorriso no rosto. 

- Estão fazendo um bom trabalho, meus jovens. 
- Que susto, Sra. Stubin. – disse, com a voz falha. – Por que não avisou que chegou? 
- Ah, vocês estavam se divertindo tanto que não quis atrapalhar. – sorri sem graça e senti a vergonha de Justin também – Só limparam os banheiros? – perguntou, cortando aquele maldito clima. 
- Até agora, sim. O próximo seria varrer a casa toda e tirar o pó dos móveis. 
- Ah, acabei de fazer isso. Só falta varrer lá fora. 
- Hm, tudo bem. Eu faço isso. E como foi a viagem? – perguntei, enchendo os copos e entregando um deles para o Justin.
- Muito boa. Consegui fazer tudo o que queria. 

Sua voz soou um pouco sombria e assenti, tomando a água gelada do copo e guardando a garrafa. 

- E o namoro? Já vi que o assumiram. 
- Como a senhora sabe? – perguntou Justin – Você tinha contado a ela, Angel?
- Eu já sabia desde o começo. – disse a senhora, sorrindo sem mostrar os dentes, concentrada no seu crochê. – Um dia vocês iriam acabar assumindo. E eu vi o anel. 

Ergui uma sobrancelha a ela. Eu sabia que ela só inventou uma desculpa. 

- E é lindo. – acrescentou ela. 
- Obrigado. – dissemos em coro e rimos em seguida. 
- Bem... vou voltar as tarefas. Além disso, quer que eu faça mais alguma coisa? –perguntei. 
- Não. Eu vou fazer algo para comerem enquanto isso. Gosta de sopa de legumes, Justin? 
- É... gosto sim. – disse ele, com a voz falha – Adoro, na verdade.
- Ótimo. Irei chamá-los quando estiver pronto. 

Ambos assentimos e fomos até a lavanderia pegar vassouras secas. Quando passamos pela cozinha outra vez, Sra. Stubin já estava cortando os legumes. Abri a porta e paramos na varanda dela, iniciando a varrê-la. 

Eu precisava urgentemente conversar com ela sobre meus poderes. Sobre o “sonho” que tive no hospital. E saber mais coisas sobre os sonhadores. A curiosidade me consumia lentamente enquanto me lembrava do sonho. 

- Angel? 
- Sim? 
- Parece preocupada. 
- Eu? – dei de ombros – Só com as aulas que perdi. Tarefa dobrada é muito chato. 

Justin riu de mim e se aproximou, deixando a vassoura de lado e me abraçando, beijando minha testa. 

- Eu sei que é mentira.
- Deixei tão na cara assim? 

Ele sorriu levemente e me aconcheguei em seus braços, sentindo seu calor e, ao mesmo tempo, sua blusa molhada. 

- É algo dos seus poderes?
- É sim. Eu preciso conversar com a Sra. Stubin sobre eles. E ainda tenho muita coisa a te contar, mas não agora, porque quero terminar isso aqui. 
- Tudo bem. Vamos terminar.

Continuamos a varrer a varanda e terminamos minutos depois, deixando as vassouras escoradas à parede e sentando no banco branco de madeira. Deitei minha cabeça em seu ombro e sentia-o acariciar meu ombro, com sua cabeça enterrada em meus cabelos. 

Já estava escuro e as estrelas e a lua iluminavam o céu. A brisa batia em meus cabelos, os balançando e me deixando com um pouco de frio pela camiseta molhada. Arrepiei pelo contato de ambos e fechei os olhos, me ajeitando no ombro dele. 

“Eu amo muito essa garota. Adoro seu cheiro, seu calor, estar perto dela e ver seu sorriso. Uma coisa estranha que sempre acontece é, que quando ela chega a um lugar, ele parece mais iluminado, mais feliz. Será que isso é um poder? De deixar as pessoas felizes só por sua presença?” 

Dessa vez nem precisei fixar meu olhar no dele. Só fechei os olhos e pronto. Ainda vou aperfeiçoar isso. Talvez isso seja um poder sim. Deve ser isso que a Sra. Stubin falou no sonho, sobre a aura equilibrada. Vou pesquisar sobre isso quando chegar em casa. 

- Meninos? 

Abri os olhos e vi a senhora ali na porta, sorrindo. Sorri para ela e senti Justin tirar sua cabeça da minha, e levantei a minha, retirando-a de seu ombro. 

- Vão mesmo ficar ai no escuro? Aqui fora está meio frio, não acham? 
- Bem... eu fiquei com um pouco de frio – disse, rindo. 
- Vem, entrem. Vão pegar um resfriado se continuarem aí fora. 

Levantamos do banco e fomos de mãos dadas para dentro da casa da senhora. O cheiro estava divino. Adoro a sopa dela. Vai servir para me esquentar e me engordar. Senti minha barriga roncar só de sentir o cheiro e sorri, entrando na cozinha e arrumando a mesa com Justin.

- Está muito cheirosa, Sra. Stubin. 
- Concordo. – disse Justin, colocando os pratos sobre a mesa.
- Está quase pronta. Só mais alguns minutinhos. 

Não demorou muito para a sopa ficar pronta e nos servimos e comemos. Estava uma delícia, como sempre fica. Depois, lavamos a louça para a senhora e ela nos mandou irmos para casa, porque já estava tarde. Ambos nos despedimos dela e fomos para a minha casa. O Justin insistiu em entrar só para dar um olá para a sogra. Que puxa saco! – como se eu também não fizesse isso. 

Subimos e ele disse que me esperaria tomar banho para ir embora. Eu não entendi o porquê, mas obedeci. Um banho merecido. Lavei meu cabelo, tirando toda aquela espuma endurecida que parecia mais cloro de piscina e terminei o banho. Sequei-me, passei meu hidratante e enrolei uma toalha no cabelo para tirar um pouco da água.

Voltei ao quarto e Justin não estava nele. Estranhei e dei de ombros. Fechei a porta e vesti um blusão do Homer e calcei minhas meias listradas que iam até os joelhos. Elas eram coloridas de cores candy. Muito fofas. 


Destranquei a porta e a deixei aberta, indo secar meu cabelo. Consegui pelo menos dar uma secada básica e deixei para ele secar sozinho, já que faltava pouca coisa. Desci as escadas e encontrei Justin assistindo desenho com Carly. Franzi o cenho, segurando o riso e parei atrás do sofá, cruzando os braços. 

- Não sabia que gostava de Apenas um Show. 

Justin se virou para mim e sorriu, ficando de joelhos no sofá e me olhando dos pés a cabeça com uma expressão avaliadora. 

- Gostei do blusão. As meias são novas, ainda não tinha te visto usando. Ah, e eu gosto sim. Assisto com o Jason. 
- Obrigado. O acho super confortável. - disse, dando um risinho. – Eu também assisto com a Carly. Só esse episódio do Mississipi Queen eu vi cinco vezes. 

Ele riu de mim e desceu do sofá, dando a volta no mesmo e me abraçando forte em seguida. Ergui uma sobrancelha e mordi os lábios. 

“Cara, ela fica muito sexy com esses blusões. Fico excitado só de ver! E está cheirosa também. Adoro esse aroma de baunilha que ela tem.” 

Senti minhas bochechas arderem pela vergonha e sorri levemente. Justin me libertou, me olhando sem entender. 

- O que foi? 
- É... desculpe. – só foi isso que consegui dizer. 
- Pelo que?
- Esquece. – disse, rindo. 

Ouvi a campainha tocar e me virei, indo atender a porta. Mordi os lábios ao ver quem era. Dylan e Liam. Dylan segurava a pizza com uma das mãos e Liam usava o mesmo boné da Pizzaria do Carl, onde o Dylan trabalha. 

- Ah, olha só quem eu encontrei! – disse Liam, sorrindo e me olhando dos pés a cabeça, mordendo os lábios. 
- Mas que merda – sussurrei, me escorando à porta. 

Quando ele vai parar de me encher? 

***

Feliz natal Geliebers do Santa Claus *u*

Santa Claus is coming to toooooooown, oh oh 

Vocês não tem noção do que eu fiz para poder postar aqui hoje, bem na véspera de natal. Feliz natal, digo novamente! Que presente, hein? *-* 

Awn, achei eles muuuito fofos nesse capítulo. Guerrinha de sabão *w* lol.
Só eu achei a Sra. Stubin suspeita? Hm. E agora? O que a Angel e o Biebs vão fazer? 

Poxa, todos esses comentários repetidos me decepcionaram, sério. Não é para uma pessoa  comentar nove vezes e a outra duas. Fiquei mó triste. Dessa vez, eu vou pedir mais 30 comentários, mas cada uma tem que comentar 1 vez, ok? Sem trapaças. u.u   

Indicações:

Gostaram? Comentem! (:

Beijos, da Gih. 

41 comentários:

  1. Heeeeeeeeeey! Feliz Natal pra vc tbm... To amando cada vez mais essa #IB, alias, vc escreve perfeitamente! haha. Te desejo tudo de bom Gih.

    ResponderExcluir
  2. Anônimo03:33

    Feliz Natal!.e continua pq ta perfeito !

    ResponderExcluir
  3. Anônimo07:06

    Feliz natal, Sua #IB é perfeita, continua logo ta muito show

    ResponderExcluir
  4. amei amor, perfeito como sempre, continua? e feliz natal pra vc tbm ><

    ResponderExcluir
  5. ahhhhhhhhhhhhhhhhhh queloo maiss continuaaaa

    ResponderExcluir
  6. Anônimo15:28

    Continua,princesa . Qnd vai ser a primeira vez deles ?

    ResponderExcluir
  7. continuaaaaaaaaa e desculpa ta por comentar varias vezes nao sabia que nao podia e que era trapaça se eu soubesse que era trapaça nao tinha comentado ta eu nunca trapaçaria da proxima vez nao comento mais blz

    ResponderExcluir
  8. Anônimo16:43

    liam,seu filho da...
    quero mais,quero mais,quero mais,quero mais,
    lindo e fofo como sempre o casal,eu ama essa ib sem dúvidas é minha preferida *****por favor continua pra sempre kkkkkk.

    ResponderExcluir
  9. Feliz Natal pra você também!! Eu simplesmente A-M-O essa IB e queria saber porque a Sra. Stubin é tão misteriosa. Ela me dá medo kk :/ Estou louca pelo próximo capítulo *-*

    ResponderExcluir
  10. Anônimo18:57

    Feliz Natal!! Amei o capitulo!!
    Continua
    Alice

    ResponderExcluir
  11. amei o cap linda continua please!
    ganhou selinho: http://www.fcbieber-forever.blogspot.com.br/
    bjão cm SWAG!
    by: Beek!

    ResponderExcluir
  12. Continuaaaaaaaa , ta divo de mais ><
    Ei girls ajudem essa fofa ela precisa de seguidores
    tipo os imagines dela são muito perfeitos , super recomendo http://imagine-beliebersuperhot.blogspot.com.br/2012/12/perfect-capitulo-9.html

    ResponderExcluir
  13. mds que perfeito!!!! Awnnnnnnnt Esse capítulo foi realmente muito fofo!!! *-----* Aff o que esse Liam quer com a Angel? Que raiva esse menino não deixa ela em paz ! Que massa a Angel lendo os pensamentos do Justin! Amor ta muito perfeito o seu IB! To amando demais!!! E obg por divulgar o meu blog <3 <3 <3 Continuaaaaaa!!!! Ta muito bom! Bjs

    ResponderExcluir
  14. Anônimo22:38

    continuaaaa

    ResponderExcluir
  15. Anônimo23:28

    Pelo amor de Deus, anda logo com isso!!! Rsrsr eu amei, tem que continuar logoooooo *o*

    ResponderExcluir
  16. Amei o capitulo, ficou perfeito. Eu estou com muito medinho da Sra. Stubin, mas um medinho bom, ela anda muito suspeita, essa história de conseguir fazer o que queria achei super suspeito, parece que el foi eliminar alguém. Que coisa linda esses dois, e é impressionante como o Justin mudou depois de conhecer a Angel. Coitada do Justin, agora a Angel pode ouvir todos os pensamentos indecentes dele. Velho o Liam sempre tem que aparecer para ferrar tudo, ainda bem que o Justin estava junto, odeio o que ele faz com a Angel. Será que o Dylan vai apoia-la? Já que ele sabe que o amigo não vale nada. Estou ansiosa para o próximo

    ResponderExcluir
  17. Anônimo11:38

    ahhhhhhhhhhhhhhhhh!!!!!!!!!!!!!
    perfeitooooooooooooooooo!!!!!!!!!!!
    continua e feli natal!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Anônimo16:44

      kkkk *feliz* escrevi errado

      Excluir
  18. Vey.. sério que perfeito mano *--* Sério mesmo eu amei o capítulo assim como os muitos outros de antes, Justin seu safadhênho kkkk' curiosa pro próximo Continua ?
    Beijinhos

    OBS: Por favor me ajuda divulgando ?
    http://ruthnarafanfictions.blogspot.com

    ResponderExcluir
  19. Condesso que literalmente eu sinto preguiça de comentar USHAUSHAUSH' A IB está perfeita.. No inicio parecia intediante pela Angel ser tão perfeita e boa, mas agora está cheia de mistérios USAHSUASH' Muito boa mesmo ! Continua logo !
    Ah, você pode divulgar meu blog? ele está começando e é difícil começar UAHSUAHS'
    Aqui : believeandimaginebelieber2012.blogspot.com.br
    Kisses e obrigadoo !

    ResponderExcluir
  20. hun feliz natal atrasado ... haha
    as IB ta muito boa .. muito perfeito eles juntos .. quero maiis haha !!

    ResponderExcluir
  21. Anônimo17:30

    Ameeeeeeeei, continua ?

    ResponderExcluir
  22. Anônimo17:37

    que perfeito vei, continuua ? -ana

    ResponderExcluir
  23. MeusDeusNossaSenhora. Comtinua por favor.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tá,escrevi errado , ''Continua''

      Excluir
  24. Oi sua linda você poderia divulgar nosso blog?
    http://justdream-jdb.blogspot.com.br/
    Somos novas nisso
    Obrigada :)

    ResponderExcluir
  25. OMG GIH CONTINUA LOGOOOOO , TA MUITO PERFEITO ,hehe eu tinha lido o capitulo outro dia mas não tinha comentado porque tinha que sair do pc rapido .

    ResponderExcluir
  26. continuaaaaaaaaaaa <3

    ResponderExcluir
  27. Anônimo00:43

    Ta muito perfeitoo
    Continua
    Como você imagina a senhora Stubin, tipo uma pessoa misteriosa ou uma pessoa amigavel? Coisas assim. Eu não estou conseguindo imaginar ela.

    ResponderExcluir
  28. Anônimo08:39

    Continuaaa....ta muito perfeito,vc tem uma imaginação muito boa...estou aguardando anciosamente os proximos cápitulos :D

    ResponderExcluir
  29. P-E-R-F-E-I-T-O.
    Cooontinua? ><

    ResponderExcluir
  30. Anônimo13:36

    PERFEITOOOOO, POSTA LOGO, SE NAO VO MORRE DE TANTO ESPERAR

    ResponderExcluir
  31. Anônimo16:06

    Sua ib é simplesmente pfta.
    Débora

    ResponderExcluir
  32. Anônimo17:18

    OMG! Isso tá muuuuito perfeito, sério. Você deve ter o dom de escrever por que né ( KKK' entendeu, a Angel ler mentes, você escreve ~sóqn ).
    Enfim, como sempre esse cápitulo tá perfeito. E tipo, o Liam só aparece quando a Angel tá feliz e/ou quando o Justin tá perto dela. Tô até com medo desse merda do Liam estragar o namoro da Angel com o Biebs ://
    #Continua
    2beeijoos ; by: @itsVicRodriguez

    ResponderExcluir
  33. Anônimo20:49

    continua poshaaaa , ta perfeito demais >.< - @anaafalcade_

    ResponderExcluir
  34. Fic perfeita <3 o Liam sempre aparece pra estragar '-' .

    ResponderExcluir