17.6.13

#IB - Blue Jeans: Capítulo 44.

Eram muitas informações pra um dia só, eu ainda não tinha digerido a chance de encontrar uma pista de minha verdadeira mãe quando Scooter apareceu com essa história de Victoria's Secrets. No momento que entrei na casa de Justin minha cabeça bolava um plano de como ir pra Nova York sem revelar o verdadeiro motivo, por sorte, já tinha pensado em tudo quando fui pega de surpresa.

-Ir pra Nova York ? - Justin e Scooter disseram em coro - Fazer o que lá ? - perguntou Justin se levantando do sofá


-Decidi passar um tempo na casa de uma amiga, fazer um curso também...


-Como é que é Alice ? Você estava planejando tudo isso sem falar comigo? Ia me avisar quando ? - Justin cuspia as palavras andando de um lado pro outro na sala, Scooter assistia à cena intacto - Você ia me deixar ? Depois de tudo que passamos??


Mentir pra Justin foi pior do que parece, vê-lo sofrer daquele jeito me quebrava por dentro. E o pior de tudo é que eu sou a causa de todo esse sofrimento. Não é fácil amar alguém ao ponto de doer, e não facilita nada quando voce é obrigada a machucar essa pessoa.


Tenho certeza que se dissesse a verdade Justin nunca me deixaria cometer essa loucura, mas eu preciso, não aguento mais esperar pela verdade, pela justiça...


-Justinn...por favor, será só por um tempo, eu prometo - nada que eu dizia fazia Justin parar de gritar ou manter suas mãos longes de seu cabelo já bagunçado -


Não queria deixar Justin magoado comigo ou brigar com ele, porém tinha que saber mais, descobrir. Minha mente me dizia que não ficaria em paz até descobrir coisas sobre minha mãe, meu passado.

-Alice! Não acredito que vá me deixar! Eu te apoiei, sempre quis estar ao se lado, te ajudar da melhor forma possível e você troca isso por uma droga de curso?! Ou por uma viagem em Nova York! - Justin gritou comigo atrapalhando meu raciocínio.

-Justin eu te amo! Mas eu preciso ir para Nova York, isso será de grande importância para mim e se você me ama e me apoia do jeito que falou, por favor confie em mim!

-Ali, você não entende! Seu passado pode ser uma parte sua, mas você agora tem sua vida! Você se tornou Alice Raison. Faith pode estar ai com você  e sempre vai estar, aceite sua vida como ela está. Mesmo que seu pai e sua mãe erraram, você pode perdoa-los e voltar a viver sua vida, não precisa de viagens para esquecer!

Meu coração estava quebrado com minha decisão.

-Me desculpe, Justin. - disse e instantaneamente subi para o quarto de hóspedes em que me encontrava e comecei a arrumar minhas malas o mais rápido possível, porém cada vez ficava mais difícil arrumar as malas e conter minhas lágrimas, quando uma hora, desabei.

Assim que parei de chorar, fui ver horários de vôos. O próximo que tinha, pararia em Oklahoma e depois embarcava em um vôo para Nova York, lá é muito longe. São 2.800 milhas, que seriam 4.500 quilômetros. Escolhi aquele vôo mesmo já que era daqui 2 horas. 

Depois de comprar a passagem fui tomar banho.

Queria ir rápido para chegar no aeroporto antes, não embarcar com pressa e sem o risco de perder o avião.

Saí do banho e coloquei uma roupa confortável para enfrentar aquelas imensas horas dentro daquele avião.




Já tinha arrumado minhas malas e fui para baixo me despedir do pessoal.

Quando cheguei à sala notei que só havia Scooter. Cheguei perto dele que se assustou e depois eu disse:

-Justin não vem se despedir de mim? - disse olhando em volta procurando meu namorado.
-Ele disse que ia sair um pouco...

-Como esse menino me preocupa! Ele já tem 19 anos! - disse Pattie entrando na sala. Eu sorri para ela e ela me devolveu o sorriso- Justin deixou uma carta para você, querida. Está em cima da mesa. - ela apontou para uma mesa de mármore.

 Fui até o balcão e peguei a carta, que estava de baixo de um vaso de flores.

Comecei  ler.

Ali (esse é seu nome e sempre irei te chamar), quero que nesta viagem lembre de mim para não fazer nenhuma besteira em relação ao seu passado.

Sabe, fiquei pensando coisas horríveis sobre você me deixar, porém decidi apagar isso da memória e apenas te falar que sentirei sua falta e espero que você sinta a minha. Deixo uma foto para  lembrar de mim e talvez fazer você voltar.




(finjam que é o Justin e a Alice, porque imaginação é tudo rsrs)

Bateu um aperto tão grande em meu coração que parecia que estavam torcendo-o bem forte.

Dobrei o papel e coloquei em minha bolsa.


-Ainda está tudo bem, A... Faith? - consegui perceber que Pattie iria dizer Alice, mas se corrigiu e disse meu verdadeiro nome.

-Sim, Pattie. - fui até ela e a abracei- Obrigada por me receber tão bem e por tudo. Principalmente por ter feito o Justin.
-Espere aí.

Ela foi até a cozinha e voltou com um pote, cujo tinha uma comida que não consegui decifrar.


-Tome. Leve para viajem, Nova York é longe daqui, muito longe. São dois muffins.


Pattie me entregou o pote e me abraçou. Scooter chamou um táxi para mim e me ajudou a colocar as malas dentro. Eu o abracei forte. Entrei no táxi e dei as coordenadas até o aeroporto.


(...)


-Vôo 9238 com destino à Oklahoma embarque na pista 4.


Este é o meu. Pequei minha bagagem de mão e fui até a pista 4, onde entrei no avião e me acomodei em uma poltrona, porém o problema foi a pessoa que sentou ao meu lado.


Sophie. Justo essa demônia. Ainda não estávamos bem uma com a outra.


-Você aqui em Brasileirinha? Achei que no Brasil vocês ainda pegavam ferrovias, eles podem cobrir o orçamento do avião? - ela perguntou com arrogância - Aposto que você morria de medo da "coisa voadora". A coisa voadora que eu vou pegar depois vai ser para Nova York.


Merda! Ela vai ficar no mesmo avião que eu por muitas horas de vôo!


-Na verdade eu não sabia que animais podiam entrar em aviões aqui, mas tive a prova de que uma vaca embarcou e se sentou ao meu lado.


Sophie não sabia o que responder então se sentou quieta.


-Passageiros, coloquem seus cintos, o avião irá decolar em poucos minutos.


Coloquei meu cinto e depois de uns 2 minutos o avião começou a, finalmente, se mover.


Agora não tem volta, eu peguei um expresso para Nova York, longe de meu namorado e sua família acolhedora que me faziam sentir em casa. 


Só espero que Justin me perdoe.


#Mode Justin On#


-Me desculpe, Justin. - esta foi a frase que quebrou meu coração quando foi dita.


Um pedido de desculpa na maioria das vezes é uma coisa boa, quer dizer que uma pessoa se importa com você e não vai te chatear mais. Nesse caso foi bem diferente, ela quis dizer que vai, mesmo que eu não queira e que ela não se preocupa com minha opinião.


Subi para meu quarto e fiquei pensando muitas coisas ruins à respeito de Alice. No final nada disso adiantou, eu acabei me lembrando de como feliz eu era com ela, como ela me olhava, beija, resumindo tudo, tudo nela era perfeito para mim, todos seus detalhes.


Me senti triste, muito triste.


Troquei meu short por uma calça e coloquei óculos escuros. desci para sala e Scooter estava lá assistindo um filme.


-Vai sair Justin? - ele disse ainda olhando para o filme.

-Sim. Por que? Não pode mais? - disse procurando as chaves.
-Cara, sua namorada vai embora e você vai sair? - ele olhou em meus olhos.
-Tem um pouco de razão, mas eu não iria aguentar ver ela sair sem eu estar de acordo. Isso vai me fazer imaginar coisas... Que não que quero imaginar!
-Tudo bem.

Pensei um pouco e fui até as gavetas da sala e peguei um papel e caneta.


Tive a ideia de escrever uma carta, porém só consegui escrever pouco, por isso tive uma ideia de deixar ela culpada e voltar para mim, uma foto. Tínhamos fotos em todos os cômodos, remexi um pouco as gavetas de cada mesa e armário, quando achei uma em uma mesa de mármore uma foto. Coloquei ela com um grampo, dobrei o papel e coloquei debaixo de um vaso de flores para não voar.


-O que você colocou de baixo de me vaso de flores, menino? - minha mãe disse meio desconfiada.

-Uma carta para Ali. Vou sair, mãe. -dei um beijo em minha mãe que fez um estalo.

Por incrível que pareça ela não falou nada, isso é um bom sinal.


Peguei minhas chaves e fui em direção ao meu carro, liguei e acelerei.


Não sabia exatamente o lugar que queria ir, mas escolhi um barzinho meio afastado da cidade onde eu passava só para comer uns aperitivos e conversar. O lugar parecia até um pouco sombrio mesmo estando de dia.


Sentei em um banquinho giratório preto e pedi ao garçom:


-Uma dose de vodca.


Ele assentiu com a cabeça, pegou a garrafa, derramou o líquido lentamente em um copinho e colocou  a dose na minha frente.


Engoli rapidamente a vodca, que desceu raspando minha garganta.


-Vai querer mais? - o garçom me ofeceu com a garrafa ainda destampada.

-Vou comprar logo a garrafa. Outra coisa, pode trazer limões?

Ele assentiu e vi que ficaria aqui por muito tempo.


#Mode Scooter On#


Eu sei que Justin é responsável e maior de idade, mas, onde diabos ele está?! Ele saiu às duas da tarde e agora são nove e quarenta!


-Scooter, estou preocupada com o Justin... Ele te ligou ou avisou onde iria? - Pattie me perguntou aflita.

-Sinto muito, mas não sei Pattie.
-Estou com medo, vai que ele faz alguma besteira? Ele está magoado. Isso pode prejudicá- lo.
-Eu vou procurar Justin, tudo bem?
-Ta bom...

Já sei por onde começar. O Justin sempre deixa a localização dele ativa no celular, é só localizar o celular, isso é fácil.


Quando consegui localizar Justin, fui até meu carro e dirigi rezando para que ele não tenha causado tumulto.


Cheguei a um barzinho preto com portas cinzas e uma plaquinha marrom informando o nome do lugar.


Entrei pela porta e vi que o não era tão cheio, por isso consegui achar Justin facilmente. Ele estava tomando muita bebida. Cheguei perto dele e ele me cumprimentou.


-Scoot, é um legzer (glice em inglês) te ver. - ele disse e percebi que ele estava muito bêbado, apenas pelo jeito que ele falou.

-Justin, sua boca fede a álcool, vamos embora!
-Não Scooter, eu não deixo as pessoas, mas as pessoas me deixam e o álcool não me deixa e eu amo o álcool, uhul! - ele falou abraçado a uma garrafa de vodca.
-Justin, você deixou Alice arrasada porque não foi se despedir dela, já foi castigo o bastante, agora vamos. - puxei ele pelo braço e ele caiu no chão.
-Obrigado por não me deixar quebrar a perna, Jesus! O senhor tem swag! - ele falou enquanto se levantava.
-Volta comigo... Pela Ali.

Justin sentou de novo no banco emburrado.


-Scooter eu nem lembrava dela. Ô garçom me traz uma rodada! Ops, esqueci que a Ali foi para Nova York.


Isso só pode ser efeito da bebida! Ele sóbrio nunca falaria isso de Ali. Achei um jeito de levar ele para casa.


-Meu Deus! Está quase no horário que sua mãe falou que iria queimar seus supras se você não voltasse.

-Todos? - ele perguntou com os olhos arregalados - Até o roxo?
-O roxo seria o primeiro.
-Ai meu bieberzão! Eu tenho que voltar!

Ele correu para me carro e eu dirigi rapidamente de volta para casa.

---------------------------------------------------------------------------------------------------
Esse foi meu primeiro capítulo.

Bem, acho que perceberam que metade está em times e outra em arial, isso quer dizer que a parte em times é da Gi Flório. 


Espero que tenham gostado. Eu, particularmente, gostei do final, do supras. 


-Duda 

22 comentários:

  1. aw que perfeição, lê a minha?
    http://imaginecom-ojustin.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Continua sua #ib Love Never Dies ela é muito d+

      Excluir
  2. KKKKKKKKKKKKK ENGRAÇADO O JB bêbado "Obrigado por não me deixar quebrar a perna, Jesus! O senhor tem swag " kkkkkkkkkkkkkkkk CONTINUA =)

    ResponderExcluir
  3. Anônimo20:55

    KKKKKKKK CONTINUA!!!!!! -BABI

    ResponderExcluir
  4. aaaaaaaaaaah amei continuaa

    ResponderExcluir
  5. lindo lindo lindo !
    continua !

    ResponderExcluir
  6. kkkkkkkkkkkkk ai maria só tu mesmo, eu nem tinha visto acabei de ver, ta muuuuitoo legal... continua logo
    bieberkiss

    ResponderExcluir
  7. Amei continua logo amr, será q tem como vc divulgar p mim? http://imaginebelieberfeverimagination.blogspot.com.br/ obg :D

    ResponderExcluir
  8. Anônimo19:19

    Continuaaaa -lau

    ResponderExcluir
  9. Gostei!!Gostei MUITO!!!!Acho q vou gostar bastante de vc :)Continuaaaaa por favor!!

    ResponderExcluir
  10. "Obrigado por não quebrar minhas pernas Jesus! Você tem swag! Hsuhauahuahushya isso fica martelando na minha cabeca, essa cena! Kkkkkkkk. Duda eu amei sua ib :) Gostei mto de vc! Continua! Segue eu la no twitter @LittledBarbi e insta @diana_barbi Sigo de volta ^^ Beijos

    ResponderExcluir
  11. Anônimo10:11

    Continuaaaa

    ResponderExcluir
  12. amor divulga o meu imagine belieber ? http://fanficsjustinbieberr.blogspot.com.br/ não vai se arrepende

    ResponderExcluir
  13. Oiii,divulga meu blog? :)

    http://muleka-beli3ber.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  14. Oi Duda eu sou nova leitora daqui e bem vim falar também que o cap ficou ótimo e continua logo please

    ResponderExcluir
  15. Anônimo21:36

    Continuaaaa, bjs por-geisiele

    ResponderExcluir
  16. Oieee gata *-*
    Acho que nem a Gi Florio e nem você(é claro) me viram comentar aqui.Eu comecei a ler Blue Jeans semana passada e terminei de ler aqui.Eu acho que para o 1 capitulo voce escreve muito bem Duda!!!suahsuahu e espero que vc seja muito bem vinda ao blog gata *-*
    Mas enfim amore,continua!!!Cara eu não aquento esperar ashuashau
    Beijos!

    ResponderExcluir
  17. Jessica17:26

    continua, cara você escreve muito bem, ta otimo, continua logo

    ResponderExcluir
  18. AMOR PODE DIVULGAR PRA MIM? COMECEI HOJE! http://bieberfever-imagine.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir