17.7.13

Nothing Like Us - Último capítulo + Despedida











Porque eu não quero perder você agora
Estou olhando bem para a minha outra metade
O vazio que se instalou em meu coração
É um espaço que agora você guarda
Mostre-me como lutar pelo momento de agora
(...)
É como se você fosse o meu espelho
Meu espelho olhando de volta para mim
Eu não poderia ficar maior
Com mais ninguém ao meu lado
E agora está claro como esta promessa
Que estamos fazendo
Dois reflexos em um
Mirrors - Justin Timberlake

Narrador point of view
Assim que Justin saiu de casa, sentiu o vento frio de New York bagunçar seus cabelos grisalhos, seu porte físico não era lá dos melhores, mas estava saudável, e como ele sempre disse as filhas e netos “a saúde é o que importa”.
Caminhou vagarosamente com as energias que lhe restavam, a manhã era a melhor hora para isso, já que o resto do dia passava cuidando do jardim da casa ou brincando com as crianças.
New York era uma cidade bonita, bairros enormes com casas magnificas, mas por algum motivo, não conseguia encontrar uma casa mais bonita que a sua, talvez por que foi Alice que a escolheu.
Alice.
Aquele nome soava tão bem nos seus ouvidos, e quando o ouvia, todos os momentos que passaram juntos iam a sua mente, era feliz por ter ela na sua vida.
Parou em frente ao Central Park, a grama estava verde e úmida pela chuva da noite anterior, olhou o balanço em que um menino e uma menina estavam sentados e sorriu mais ainda, se lembrando de algo.
New York, Central Park, ano de 2013, 16h46 da tarde.
-JUSTIN, PARA DE GRACINHA E ME SOLTA AGORA. –Alice gritava nervosa fazendo Justin rir mais ainda. –Jus, eu falando sério. –ela disse manhosa e Justin a colocou no chão.
-Desculpe. –ele disse após ver a cara brava de Alice, que sorriu fraco assentindo.
-Eu não queria ter vindo e você ainda fica chamando atenção dos outros. –ela falou emburrada, enfiando seu rosto no peitoral do menino.
-Não sei o porquê disso. –Justin disse e deu de ombros, fazendo a menina o olhar incrédula.
-Ah, deve ser porque eu estou usando um lenço ridículo e meu cabelo está quase todo na lixeira do banheiro do meu quarto. –ela falou baixo e Justin balançou a cabeça negativamente.
-Você continua linda, como sempre. –ele falou e ela riu, dando um tapa em Justin, mas fraco, não tinha tantas forças assim.
-Para de mentir Justin. –ela falou e ele ficou sério, segurando o rosto da garota em suas duas mãos.
-Escuta bem o que eu to te falando. –ele disse e ela assentiu. –Você é a garota mais linda do mundo pra mim, não importa se você tiver o maior cabelo do mundo, se você estiver careca, velha e cheia de rugas, eu vou te amar assim, do jeito que você é, ok? –ele perguntou e limpou as lágrimas da menina, que caiam sem parar.
-Você é perfeito. –ela falou e ele a selou.
-Você é perfeita. –ele a abraçou meio desajeitado, por estarem sentados num banco.
-O dia está lindo. –ela comentou do nada.
-Está mesmo. –Justin concordou e apertou mais os braços em volta da menina, que sorriu e suspirou, fechando os olhos e tentando guardar aquele momento pra sempre em sua memória.
O cheiro da grama molhada, o cheiro amadeirado de Justin, a sensação de sentir os braços dele nela e como era sentir vários choques quando eles se beijavam.
Para ela, era uma fusão incrível do fogo e do gelo, coisas opostas, mas que juntas formavam algo perfeito.
Ajeitou-se melhor nos braços de Justin e adormeceu ali, fraca demais.
Justin sorriu e caminhou até o mesmo banco, se sentando ali e se lembrando do cheiro bom e doce que Alice carregava consigo, ninguém nunca poderia substituir aquele cheiro, ninguém poderia substituir ela.
Lately i’ve been thinkin’, thinkin’ ’bout what we had
I know it was hard, it was all that we knew, yeah.
Have you been drinkin’, to take all the pain away?
I wish that i could give you what you, deserve
‘cause nothing could ever, ever replace you
Nothing can make me feel like you do.
You know there’s no one, i can relate to
And know we won’t find a love that’s so true.

(Utimamente eu tenho pensado, sobre o que nós tivemos
Eu sei que foi difícil, isso é tudo que sabemos, yeah
Você já bebeu para fazer a dor ir embora?
Eu queria que eu pudesse te dar tudo que você merece
Pois nada nunca poderá substituir você
Nada pode me fazer sentir como você faz
Você sabe que não há ninguém que eu possa me relacionar
E sabe que nós não vamos encontrar um amor tão verdadeiro)


[...]
-Cheguei! –Justin falou alto assim que chegou em casa, não escutou barulho de crianças gritando ou correndo, nem o barulho de vozes mais velhas dando bronca nas crianças e estranhou.
Caminhou até o andar de cima e saiu abrindo as portas de todos os quartos.
-Jake? Lauren? Ambrose? Jason? Cadê vocês? –Justin perguntou, não viu ninguém e desceu as escadas, indo até a cozinha.
Viu um imã brilhante colado na geladeira com um bilhete.
“Nós saímos para comprar os presentes de Natal, logo estaremos em casa, amamos você!
Lauren xX”
Claro, Natal! Faltavam apenas 3 dias e ele não se lembrava disso.
Bateu na testa e abriu a geladeira, pegando uma garrafa d água e subiu até o seu quarto.
Sentou-se na poltrona que havia ali e observou o porta-retratos em cima da cômoda, sorriu, se lembrava daquele dia, foi na casa de praia quando ele e Alice estavam brigados.
Na foto, Justin sorria olhando para Alice e estava com os braços na cintura dela, Alice sorria e olhava para a câmera, com as mãos em cima das de Justin.
Los Angeles, Miami, 10h37 da manhã.
Alice estava parada na porta do de costas banheiro fazendo um coque no cabelo vestindo apenas um sutiã e uma calcinha de renda vermelha.
Assim que percebeu a presença do garoto ali se virou para ele e sorriu, enquanto ele não demonstrava expressão alguma, mas seu amigo de baixo mostrava e Alice sorriu satisfeita consigo mesma, agora sabia mais do que nunca os efeitos que causava em Justin.
-Eu vou só vestir um biquíni, quer ir comigo para a piscina? –Alice disse docemente e Justin apenas concordou com a cabeça.
Alice entrou no banheiro e trancou a porta, ainda sorrindo com o que acabara de fazer.
Se concentrou no que ia fazer e vestiu seu biquíni.
Justin foi até o quarto dos amigos para chama-los para ir a piscina também, e todos disseram que iriam.
Justin voltou ao quarto para se trocar e viu Alice deitada na cama apenas de biquíni e mexendo no seu iphone .
-O que foi? –Alice perguntou sem desviar o olhar do seu celular mas ainda sim percebia que Justin a olhava sem mexer um músculo.
-Nada não, vou me trocar. –ele falou ao perceber o quão otário estava ali babando Alice.
Entrou no banheiro e vestiu apenas uma bermuda e tirou sua camisa, nada de demais para ele, mas como eu disse, para ele.
Assim que ele saiu do banheiro, Alice passou a observa-lo levanto as roupas que usava para o cesto de roupa suja no quarto, andando de volta para o banheiro e fechando a porta que deixara aberta e voltando a olha-la.
-Vamos? –ele perguntou com um sorriso de lado sabendo que a garota o encarava.
-Vamos. –ela disse e sorriu.
Os dois desceram juntos até a parte de trás da casa, onde ficava a piscina.  
Liam e Lucy estavam se pegando em um banco coberto de frente para a piscina e Zayn e Victor conversavam animadamente já dentro da piscina.
Justin andou até a piscina e mergulhou na mesma, se juntando logo a conversa dos garotos.
-Ei pessoal, vamos tirar uma foto? –Lucy disse saindo do colo de Liam e todos assentiram, os meninos saíram da piscina e se secaram com uma toalha, caminharam até um jardim que tinha ali perto e se posicionaram, chamando o jardineiro para tirar a foto.
Justin envolveu a cintura de Alice e se virou para ela, para ver a sua reação, ela colocou as mãos por cima das dele e sorriu pelo ato de menino, que sorriu olhando o rosto da garota, a foto foi batida nesse exato momento e logo saiu pela máquina.
Justin correu e pegou a foto, já deixando claro que a foto era dele, ninguém reclamou.
-Posso ver? -Alice perguntou e Justin assentiu.
Alice pegou a foto e sorriu olhando para a mesma, logo olhando para Justin que sorria também.
-Ficou bem legal, né? –Justin perguntou.
-É, ficou sim. –ela respondeu, entregando a foto para o garoto, e quando ia sair dali ele a puxou.
-Não faz isso, Lice. –Justin pediu baixo e a menina suspirou. –Me diz, isso ta valendo a pena? Nós éramos tão perfeitos Alice. –ele falou apertando as mãos na cintura dela.
-Já conversamos sobre isso Justin, não durou, acho que era pra ser assim, então não complica as coisas pra mim ta legal? –ela falou e deu um beijo na bochecha de Justin, caminhando até a parte de dentro da casa.
Limpou as lágrimas com as lembranças e sorriu, ao se lembrar do quanto foi difícil conseguir a confiança dela de volta, ela o afastou dele e ele se lembrava de que bebia para esquecer toda a dor, transava e pegava qualquer uma para esquecer Alice, mas nunca dava certo.

I gave you everything, baby, everything i had to give
Girl, why would you push me away?
Lost in confusion, like an illusion
You know i’m used to making your day.
But that is the past now, we didn’t last now
Guess that this is meant to be.
Tell me was it worth it? we were so perfect
(Eu te dei tudo, baby, tudo que eu tinha pra dar
Garota, por que você me afastou?
Perdido na confusão, como uma ilusão
Você sabe que eu costumava fazer o seu dia
Mas isso é passado agora, nós não duramos
Acho que isso era pra ser
Me diga, isso vale a pena? Nós éramos tão perfeitos.)

[…]
-Pai! Nós chegamos! –Lauren gritou do andar de baixo, mas não ouvia resposta do pai, deixou Jason brincando na sala e subiu as escadas, e assim que chegou ao quarto de seu pai o viu sentado na cama, observando o nada.
Ele já estava pronto, com um suéter vermelho, uma calça jeans normal e um sapato social, típica roupa de noite de natal.
-Pai? –ela perguntou e ele sorriu fraco, caminhando até ela.
-Oi filha, não tinha te visto. –ele disse a abraçando.
-O que estava fazendo aqui em cima? Te chamei várias vezes lá em baixo e o senhor não respondeu. –ela falou e ele suspirou, olhando para a janela do quarto. Já estava à noite e ele perdeu o tempo pensando nela.
-Só estava pensando, querida, sinto muito. –ele respondeu. –Jason está ai? Estou com saudades do pirralho. –ele disse a Lauren gargalhou assentindo.
-Pai? –ela o chamou antes dele sair do quarto, ela a olhou. –Estava pensando na mamãe, não é? –ela perguntou e ele suspirou triste, olhando para os lados e concordou.
-Eu sei que é difícil pra você, pra nós também é, mas o senhor tem que aproveitar a vida, ficar se remoendo com isso não ajuda. –ela falou e ele se sentou na cama novamente.
-Eu sei disse Lauren, mas é algo muito recente pra mim viver sem ela, sabe? –ele perguntou e Lauren se sentou ao lado do pai. –Eu vivi a minha vida toda por ela, nós tínhamos uma ligação que ninguém nunca entendeu, passamos por tantas coisas juntos, superamos juntos o câncer dela e perder ela assim, depois de anos dói demais. –ele falou e quando percebeu já estava chorando, Lauren Abraçou o pai e soluçou nos braços dele.
-Não chore querida, eu sei que ela está bem, quem não está sou eu. –ele disse e ela assentiu, limpando as lágrimas. –Eu vou ver o Jason.
[...]
-Vovô! –a pequena menina de cabelos loiros gritou, se jogando nos braços de Justin, que a segurou gargalhando.
-Ambrose, querida, está linda. –ele disse a dando um beijo na bochecha.
-Oi pai. –Jake disse abraçando o pai.
-Oi filho! –ele disse se desfazendo do abraço e largando Ambrose no chão, que correu em direção a Jason que brincava na sala.
-Lauren me ligou. –ele comentou enquanto ambos olhavam para as crianças brincando. –Disse que o senhor estava se lembrando da velha olhando o nada. –ele falou e suspirou.
-Sua irmã tem a boca enorme, não sei a quem ela puxou isso. –Justin comentou e Jake gargalhou.
-Com certeza puxou a mamãe. –Jake falou e Justin riu confirmando.
-Mas ela estava certa, hoje faz 4 meses que sua mãe morreu, e nesses dias parece que a minha cabeça fica atormentada de lembranças, sabe com é. –ele disse dando de ombros e bebeu um pouco do vinho da taça.
-Esses dias Ambrose perguntou por ela, eu não sabia o que responder. –Jake falou e Justin o olhou curioso. –Sabe, acho difícil explicar a uma criança de cinco anos que a avó preferida morreu.
-E o que disse? –Justin perguntou.
-Erin puxou ela e falou algo, Ambrose só confirmou com a cabeça e voltou a brincar, eu até hoje não sei o que Erin disse. –Jake disse sorrindo fraco.
-Erin é uma ótima mulher, fico feliz que tenha se casado logo com ela, você sabe, fiz muita merda antes de casar com sua mãe. –Justin disse e Jake riu baixo.
-Mamãe já me contou muito sobre isso, e me contou que o senhor chorou que nem um baitola quando ela disse que não queria mais nada. –o menino falou e os dois riram.
-Ei, isso não é verdade. –Justin se defendeu.
-Qual é pai, é a cara do senhor fazer isso. –Jake falou rindo.
-Moleque, não é porque você já é casado que eu não posso te dar uns tapas aqui mesmo. –Justin apontou o dedo pra ele que levantou as mãos, se rendendo.
-Desculpe pai. –Jake disse e Justin riu.
-PAI, JAKE, ANDEM LOGO, A COMIDA ESTÁ NA MESA. –Lauren gritou da cozinha e as crianças correram até lá.
-Não vem pai? –Jake perguntou.
-Já vou.
[...]
-Pai, tem certeza que o senhor vai ficar bem? –Lauren perguntou e Justin bufou.
-Claro que tenho certeza, sou velho mas sei me cuidar ok? –ele disse e Lauren sorriu doce, o mesmo sorriso de Alice.
-Claro que sabe. –ela falou dando um abraço dele e lhe beijou a bochecha rapidamente. –Nós voltamos logo do Canadá, é só uma semana, amamos você. –ela falou.
-Jake nem vei, né? –Justin perguntou.
-Ele vem mais tarde, não vamos no mesmo voo. –ela comentou e ele assentiu.
-Certo, vá logo, se divirtam. –ele disse e ela concordou, entrando no carro dela e dando tchau.
Justin subiu as escadas e se jogou na cama, estava cansado do passei da manhã daquele dia.
Fechou os olhos e rapidamente a imagem dela veio a sua cabeça, sorriu fraco e adormeceu.
Abriu os olhos e observou o lugar, um lugar completamente branco e cheio de flores roxas, logo a frente havia uma cachoeira que se lembrava vagamente.
Mas o que mais o surpreendeu foram as seis portas que estavam ao seu lado direito, sorriu fraco e caminhou em direção a ela, e antes de chegar lá, se deparou com um espelho.
Olhou seu reflexo e franziu o cenho confuso, estava com a aparecia impecável de alguns anos atrás, como se ainda tivesse 18 anos.
Ignorou e correu até a tão conhecida porta, a abrindo e vendo o lago que tanto adorava ficar com Alice. Logo viu as flores roxas com brancas e antes de caminhar até lá para cheirá-las, ouviu sussurros vindo do lado contrário.
Caminhou até as vozes e se surpreendeu, com Alice regando algumas flores ali, fechou os olhos e respirou fundo, sentindo o cheiro doce da garota novamente.
-Achei que não viria mais, estava com saudades. –ela comentou ainda de costas para ele, que sorriu e caminhou até ela.
A menina se virou pra Justin e ele sorriu mais ainda, ela estava linda como sempre, com uma aparência jovem e percebeu que não fora só ele que rejuvenesceu.
-Não sabia que estava me esperando, desculpe a demora, e eu também estava com saudades. –ele falou e ela sorriu largamente, passando os braços pelo pescoço do garoto, que a abraçou pela cintura.
Não se lembrava do quão bom era sentir a garota ali nos seus braços, era como se o mundo estivesse nas mãos dele.
Aspirou ao aroma que saiu do cabelo da menina e sorriu, percebendo que ainda cheirava a morango ou algo relacionado.
-Eu senti sua falta. –ela disse e ele a apertou mais contra ele, e a menina sorriu com os lábios no pescoço do menino.
-Tenho certeza que não mais do que eu. –ele falou se separando um pouco da garota e se aproximou lentamente dela, que fechou os olhos.
A respiração da menina chicoteava em seu rosto e ele logo tratou de acabar com a distância, chocando os lábios dos dois.
A língua dele passou preguiçosamente em torno doa lábios dela, implorando por mais contado, ela abriu um pouco a boca, deixando a língua de Justin a explorar por completo.
Ela não se lembrava de se sentir tão bem como agora, não se lembrava de como era sentir borboletas avoando por todo o seu estômago ou de como era sentir suas pernas fraquejarem por um toque do menino.
Estava tudo exatamente como antes, tudo com deveria ser.
Apesar de tê-la perdido, era sempre bom ter a garota em seus sonhos.
Justin sabia que quando acordasse, iria chorar por falta da garota, mas talvez não dessa vez, ela lhe jurou a eternidade ao lado dele, e iria cumprir.
-Eu te amo. –ela falou assim que eles se separaram.
-Eu te amo. –ele repetiu e ela sorriu.
Nada do que viria importava para eles, eles estavam juntos e aquilo era o necessário para se sentirem bem.
-Pai? – Jake perguntou entrando no quarto e viu o mesmo deitado na cama, sorrindo de olhos fechados.
-Não há nada como nós, Alice. –Justin comentou, pela última vez, antes de ser levado por Alice para o paraíso aonde viveriam eternamente, juntos.
There’s nothing like us, there’s nothing like you and me
Together through the storm.
There’s nothing like us, there’s nothing like you and me
Together.
(Não há nada como nós, não há nada como eu e você
Juntos, através da tempestade
Não há nada como nós, nãohá nada como eu e você
Juntos.)



Oi gente!
Queria mesmo estar feliz postando o último capítulo, mas não estou porque isso significa a minha despedida oficial do blog, agora saio de verdade e vou dar lugar a Carolina (?) não sei se é esse o nome da nova escritora e enfim, vou sair e ela vai entrar.
Espero que aproveitem a história dela, antes da Gih selecioná-la me mandou um pouco do que ela escrevia e ela escreve realmente bem.
Eu quero dizer que vou sentir muito a falta de vocês, muita mesmo, porque quando alguma coisa dava errado, vocês sempre estiveram aqui comigo, me fazendo ficar bem e me fazendo feliz, desde que eu entrei no blog, então obrigada por isso.
Eu amo vocês e jamais vou esquecer vocês e tudo o que fizeram por mim.
Quero agradecer mais uma vez a Gih, que me deu a oportunidade de escrever aqui, de postar as minhas histórias que não acabaram de um jeito legal, mas que mesmo assim fizeram vocês felizes enquanto durou, ou pelo menos espero isso.
Quero dizer que isso não é o fim das minhas histórias, estou postando uma no animespirit, se me permitem dizer, lá é bem mais fácil de postar e até mesmo de comentar, de verdade.
Bom, quem quiser acompanhar a minha fic chamada Red lá, eu ficarei muito feliz, o link da história é está aqui (RED) , é uma história diferente de tudo que já escrevi e eu estou bem empolgada com ela, eu já escrevi até o capítulo 17 e postei até o capítulo 3, e pelo meu ponto de vista, está sendo a melhor fic que já escrevi.
Para vocês receberem uma notificação de quando a fic foi postada, adicionem ela nos favoritos, e quem não tiver uma conta no anime, faça uma, é bem fácil e rápido, quero ter as minhas leitoras lá, é importante pra mim, ok?
Acho que é isso, amo vocês.
Pra quem quiser o meu twitter, agora eu tenho dois, o (@thinkjdb) e o (@kidrauhlbr) .
O meu instagram é esse (whatlari) e o meu facebook é esse (Larissa Araújo).
E por fim, a minha página no animespirt é essa (whatlari).
Comentem bastante a minha última postagem ok? ): Quero ficar feliz com os comentários de vocês!
Amo vocês.
PS: desculpem os erros ortográficos, não tive tempo de reler o capítulo.

22 comentários:

  1. Chorei, pena que tu vai ter que sair, achava a tua fic a melhor realmente!A história acabou perfeita, parabéns pelo trabalho! bj

    ResponderExcluir
  2. ei princesa eu to chorando aqui kkk pode acreditar,eu n posso acreditar q lice e justin morreram mas eles vao ser felizes nos sonhos eles tiveram filhos sabia q isso ia acontecer,agora sobre vc eu vou sentir muitooo sua falta muito mesmo posso n estar com voce desde o inicio mas saiba q eu te amo princesa isso mesmo quando li Nothing Like Us fiquei tao impressionada com seu jeito de escrever,saiba q nao sou boa com palavras e sei q os outros comentarios serao mais bonitos q o meu mas eu apenas te digo uma coisa EU TE AMO (AMO MESMO IRMA) e vc e minha pequena princesa e estaqrei sempre com vc mesmo n sabendo ok? me prometa de dedinho que nao vai esquecer de mim ok? eu te amo enfim apenas isso a dizer como eu disse nao sou boa de palavras e por sua culpa eu to chorando kkkkk bom princesa espero que leia esse comentario pq deu trabalho para eu pensar en tantas palavras e para o fim de comentario EU TE AMO IRMA MUIO,ah e agradeça a sua mae por mim por vc ter nascido te amo te amo te AMOOOOOOOOO - Melaine XOXO

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. desculpa pelos erros esse teclado eh horrivel

      Excluir
  3. Oi Lari
    Antes de tudo,vou avisar: se você não quiser ler o que eu vou comentar aqui,não precisa,pois,vai ser o mais longo comentário de todos que eu escrevi.
    Bom,sabe a NLU não ficou como eu queria,não.Pois eu queria acompanhá-la quando tivesse seus filhos (e pelo visto muitos hein?) e ver todos eles crescerem,mas,por ironia do destino,Deus e mais umas bitches,decidiram ser assim.E eu fiquei super chatiada,acho que passei horas sem falar com ninguém,sem comer,por mim mesma,já teria morrido a muito tempo,mas não.Eu tive que ver com meus próprios olhos,a situação.Na verdade você tinha que ver a minha.Mas eu falar aqui,de tudo.Desde que eu comecei a ler a a sua IB.E por falar nisso,eu na época que entrei aqui,a primeira IB que eu li,foi justamente a sua.Eu como sempre,preguiçosa,não tive vontade de ler nenhuma IB.A não ser a SUA.Eu simplesmente gamei,igual quando vi o Justin,minha paixão,mas voltando a IB,na hora em que você falou que iria sair do blog,meu mundo foi ao chão.Mas dias depois,você falou que iria postar o capitulo 14,conseguiu me animar um pouco,mas nem tanto.Aí,depois disso (ou bem antes) você falou que iria postar um capitulo,com tudo resumido.Aí que fudeu tudo!Eu acho que tudo desabou,mesmo você falando que iria postar Red e vc falou aí que foi a melhor IB que vc escreveu,mas pra mim,NÃO.Eu acho que,se eu fizesse curso de ser cineasta,ou diretora,eu faria um livro e um filme dessa história,mas pelo visto,não deu.Eu não achava que a Gih ou até algumas bitches,iriam te julgar só por vc ter mais comentários do que ela.Na verdade,eu nem lia Little Angel na época,só li depois que vc avisou isso.E eu aqui,desabando em lágrimas,e meu pai me perguntando o porque.Afs '-'. Só que,amore eu te amo tanto que você nem faz idéia,tipo,vou te contar um segredinho,só eu e vc ok?"Eu na verdade prefiro VOCÊ do que a Gih"-shiiiiu é segredinho só nosso ok?-Isso é verdade.Eu nem quero fazer uma comparação idiota aqui,plmdds...Enfim,eu me arrasei vendo você colocando isso na IB: que a Alice e o Jus tiveram 4 filhos,ela venceu o câncer,teve filhos e depois morreu.É ISSO MESMO PRODUÇÃO?Se eu soubesse disso antes,eu simplesmente kill you!Ai cara,seria uma IB perfeita,simplesmente PERFEITA. Sim,perfeita.Eu amei a sua IB,e nunca trocaria ela por nada.Mas você trocou,e se eu fosse mesmo (quer dizer,se eu lá no futuro) uma cineasta/diretora ou até mesma escritora,faria o livro da sua IB,só trocaria o nome "Justin" por outro nome.E eu aqui,te passando esse sermão.Eu sempre estarei com você,Lari.Sempre,você vai me ver comentando em Red.Cara,vc gosta de fazer uma pessoa chorar néh?Pois eu estou agora.
    Lari,eu sempre vou estar com você,e não queria que nunca essa IB acabasse.
    Com todo o meu amor,
    MMandy (@Branadense_1994)

    ResponderExcluir
  4. Eu amei o capitulo. Eu chorei lendo, sério, muito perfeito. Eu só não entendi direito o que o Justin e a Alice tinham, e se o Justin era diferente, já que em um capitulo a Marta disse que o Justin não é humano, ou alguma coisa assim. oi uma honra ter lido a sua fic, eu simplesmente amei, me tocou muito sabe. E não foi aquelas fics tristes que os dois morrem no final em uma acidente ou um se mata pelo outro no maior estilo Romeu e Julieta. Mas realmente deu tudo certo na vida deles, o Justin e Alice foram felizes, lutaram contra a Marta e conseguiram vencer. Eu não tenho palavras para descrever como eu me senti lendo essa fic. Eu amei cada momento, claro que teve momentos em que eu quis enforcar o Justin e outras que eu pensava " Alice larga de ser estupida e volta para ele logo, eu sei que vocês se amam, para de cú doce". Em pouco tempo eu me apeguei aos personagens e eu não consigo acreditar que acabou. Foi uma história maravilhosa, está de parabéns. Nunca esqueça de que criticas sempre apareceram, não importa onde você esteja, sempre vai existir pessoas invejosas e pobres de espirito. Eu comecei a ler Red só não fiz a minha conta do anime ainda, estou terminando de fazer,pode ter certeza que eu vou acompanhar, pelo o pouco que eu li eu já adorei. Muito obrigada por tudo, mas principalmente por você mostrar o seu talento ao mundo.

    ResponderExcluir
  5. Não se vá Lari... eu quero que vc volteeeee aaaah. E eu to lendo Red e to amando. Afinal como não amar! Mas Lari duvida cruel.. pq aquela velha perseguia eles? Pq eles tinha esses sonhos? qual a explicação? Quero mais capituloooos buaaaaa. E Lari de agora pra frente não ligue pra vacas que te julgam , pois existem outras milhares que te amam ♥

    ResponderExcluir
  6. Nossa nem acredito que acabou. Eu lembro que eu comecei a ler sua fic por engano e me vi apegada a ela de uma maneira incrível. Eu Ne apaixonei por ela. Principalmente por ser inspirada na música Nothing Like Us, eu me acabo em lagrimas ouvindo essa música e nao foi diferente lendo esse capitulo. Eu tenho uma conta no anime, então pode contar com a minha presença lá na sua historia. Vc conseguiu me fazer chorar. E olha que eu nao costumo chorar lendo fics, so nao para de postar nao viu ? Vc escreve muito bem pra privar o mundo das suas historias ...

    ResponderExcluir
  7. Anônimo22:19

    Chorei... :-)

    ResponderExcluir
  8. Anônimo23:05

    Cara, pqp q ultimo capitulo foi esse? Vc n tem noçao como eu chorei, sério, é uma pena vc sair do blog! Meus parabéns, nunca vi um final como esse, nunca chorei como chorei agr lendo uma história. Espero que um dia volte e escreva mais uma das suas fics perfeitas. -lau

    ResponderExcluir
  9. omg, pqp primeira ib q mim fez chorar, apesar da historiar ser pequena e muito perfeita e ao mesmo tempo triste mas com suas alegrias nossa, serio nunca tinha chorado antes lendo uma ib mas essa mim surpeendeu muito, muito diva mesmo parabens, pena q terminou dessa forma mas de qualuqer jeito eles ficaram juntos mesmo com os acontecimentos.

    ResponderExcluir
  10. Anônimo01:57

    Perfeito, é essa a palavra que descreve NLU!! Uma das IBS mais emocionantes que eu ja li! Sei lá acho que você gostava muito de escrever essa história, e escrevia com amor e se essa era sua intenção, escrever uma IB que transmitisse amor você conseguiu, a cada capítulo eu sentia a emoção de cada palavra.O amor deles dois era lindo, quer dizer é lindo, você conseguiu que nós nos envolvessemos de uma tal forma na história que parece que a história dos dois aconteceu ao eu lado, parece que eu era amiga deles e vivi tudo isso junto, lado lado, cada momento difícil, cada momento . Não me conformo que você ira sair do blog, mais pode ter certeza que eu vou acompanhar RED e vai ser tão perfeita quanto NLU !! Cara, eu amo você vlh!! Melhor IB de todos os tempos! <3 #Mikaah
    P.S: Vou sentir falta do Juss e da Lice, e muita muita muita falta essa história perfeita! Quer dizer eu vou sentir sua falta! :') #Rainha #Das #IB's #Love @Mikaahviana

    ResponderExcluir
  11. olha parabéns pela ib foi perfeita chorei muito. fiquei triste por saber que você saiu do blog,mias eu amo muiiito muiitoooooo você sentirei sua falta <3

    ResponderExcluir
  12. Isadora21:39

    Muito perfeito, eu tive que me segurar para não chorar kkkk. E é uma pena você ter que sair do blog. Beijos

    ResponderExcluir
  13. LARI,AS VEZES PENSEI QUE A GIH FOSSE MELHOR DO QUE VC!!!CONFESSO ISSO PQ L.A Foi a primeira IB do blog que eu vi e li,e para mim a melhor de todas os outros blogs!!Sei como e chato comparar isso,entao peço desculpas!!!Pq agora que que eu estava vendo,eu lia TVD,amava,e estava observando sinto saudades dela,e queria que tivesse um final!!Mas NLU é Incrível!!!Uma bela historia...E estou chorando aqui por ela ter acabado,nao quero que acabe,nao mesmo!!Parece que eu to no lugar do Justin por ter perdido a Alice!!O pior e que nao tenho esses sonhos para poder reviver a Ib...Lari estou acompanhado RED e irei acompanhar,mas vou sentir saudades da Lari de NLU do Blog da Gih, Te adoro,a sua Ib vai ficar guardada na minha mente e no meu coraçao!!

    ResponderExcluir
  14. Anônimo00:39

    OMG!! Mesmo sendo reduzida ou sl essa historia foi perfeita!! Chore kk' vou sentir sua falta no blog /:
    Alice

    ResponderExcluir
  15. Porque você fez isso Lari?
    Porque você mexeu com meu emocional desse jeito?
    Eu estava tão bem até você aparecer com essa perfeição emudar minha vida por completo!
    Acho que NLU foi umas das poucas fanfics que li que mexeram com meu emocional tão forte quanto você!
    Só tenho a agradecer, Lari! Agradecer por essa história linda que você se dedicou tanto pra escrever, agradecer por tudo mesmo.

    ResponderExcluir
  16. OMG EU CHOREEI MTOOO , VC MEXEU COM OS MEUS EMOCIONAIS ENINA HAHA BRINCADEIRA FICOU PERFEITAA EU NÃO QUERIA QUE ELA MORRESSE MAS NEM PODE SER QUANDO VC QUER ! EU AMEEIII FICOOUU MARAVILHOSAA PARABÉNS <3

    ResponderExcluir
  17. pq faz isso chorei q nem uma vaca ou melhor estou chorando ainda :'/ n faz + isso n mana vou sentir saudades de vc muitas sua historia é linda te amo :D <3 esse é o meu blog se vc quiser ler

    http://imagine-belieber-my-world.blogspot.com.br/2013/07/ib-mysterious-sinopse.html

    ResponderExcluir
  18. Chorando rios aqui mano! Meu deus esse capitulo foi mais que perfeito, ainda n acredito q vc foi embora! Foi tudo perfeito, lindo, maravilhoso, de longe uma das melhores fic q ja li esse final foi muito lindo! quem disse q vc n escreve bem so pode ser completamente louca ou invejosa kk vc vai fazer muita falta no blog :(

    ResponderExcluir
  19. Choreiii to chorando escrevendo...incrivel como a gente sente!!perfeito cm as "beliebers" sentem incrivel uma imaginação fertil mais lindo.. Pelo menos eu tenho isso rs. Eu sempre choro cm alguns IB's parece que a gente sente... Que a gente que ta vivendo!!

    ResponderExcluir
  20. AMEI TOH EM LAGRIMAS AKI, EU NA1 KERIA QUE TIVESSE ACABADO AGORA :(

    ResponderExcluir
  21. Anônimo21:35

    estou me desmanchando em lagrimas q lindo AMEI, AMEI MESMO!!!

    ResponderExcluir