15.9.13

#IB - Runaway Love: Capítulo 2


“De volta para casa, infelizmente.”

Acordei com alguma puta me sacudindo de um lado para o outro. Gritei com Caitlin, o que a fez me olhar assustada.

- Sua louca! Não se pode gritar aqui.
- Eu grito se quiser, ok? Quem mandou você me acordar desse jeito, vadia?
- Seu pai já está ai, se quer saber. – disse Maggie, escorando na parede e nos olhando sonolenta – ele quer nos tirar dessa coisa.
- Como se vocês não fossem acostumadas a passarem dias comigo em celas como essa. – comecei a rir e vi que aquele policial bonitão estava na porta, só me esperando acordar para destrancá-la.

- Ande Johnson, seu pai está a sua espera.
- Agora ele me chama de Johnson. Mais tarde vai ser vadia. Querem apostar? – disse a elas, que riram em seguida.

Nós três saímos, seguindo o policial que queria muito saber o nome. Com esse corpo, deve saber manejar muito bem uma vadia louca na sua cama. Droga, por que estou pensando isso?

Paramos naquela mesma sala cinza e vi meu pai ali, que correu até mim e me abraçou, apesar de eu estar imunda e cheirando a maconha.

- Finalmente você vai voltar, minha Tori!

Revirei os olhos.

- Como vão, garotas? – disse ele, olhando para Caitlin e Maggie.
- Precisando de um banho. – disse Cait, o que fez meu pai rir.

Logo, Chris surgiu com o policial gatão e nós três o abraçamos. Eu amo esse garoto, apesar de ele ser dois anos mais novo que eu e ter mais cabeça do que muitos rapazes mais velhos por aí.

- Christian, meu rapaz! Como você cresceu!

Ele se livrou de nossos braços e fez um toque com as mãos com meu pai. Olhava aquilo com certo ciúme, ou talvez pensando que meu pai é careta demais.

- Vamos, eu vou levá-los as suas respectivas casas. Obrigada Policial Carter.
- Não foi nada, Sr. Johnson.
Policial Carter. Hm, isso soa bem. – Até mais, bonitão. Tomara que a gente se encontre novamente. – disse, piscando para ele e rindo em seguida.  
- Sua atirada – disse Cait, me empurrando para fora da delegacia.
- Você viu aquela bunda? Um pedaço de mau caminho, Darling!

Cait riu de mim e entramos no station wagon do meu pai. Desde que me conheço por gente ele tem essa Mercedes velha. Meu pai deixou Maggie em sua casa primeiro, depois Cait e Chris. Finalmente em casa, subi para meu quarto sem nem conversar com meu pai e tirei minha roupa, deixando-a no chão e entrando no Box. A água morna melhorava a minha dor de cabeça e os meus calafrios por conta da heroína. Por um momento, me deixei apagar no banheiro.

- Filha? Você está ai?

Acordei com a água caindo em minhas pernas e me levantei com dificuldade. Desliguei o chuveiro e me sequei, enrolando-me numa toalha e saindo do quarto cambaleando.

- O que aconteceu? Você ficou uma hora lá dentro. – perguntou ele, me olhando preocupado.
- Dormi no chuveiro. Desculpe. – disse, abrindo o guarda roupa  Pode dar licença? Preciso me trocar.

Meu pai assentiu e saiu, fechando a porta. Analisei minha cama e reparei que a velha não tinha mentido. Haviam roupas dobradas pela cama. Todas as que eu não uso. Vesti uma roupa e joguei as outras que a velha dos infernos arrumou para mim.


Coloquei as minhas roupas decentes e coloquei-as na mala. Tinha que pensar em um jeito de levar pelo menos a minha maconha, já que a heroína é a Maggie que consegue. Minhas garrafas de vodka também. Coloquei-as em outra mala, em um fundo falso, e coloquei o resto das roupas ali e todas as minhas maquiagens, acessórios e o resto das coisas. Saí do quarto com as malas e deixei-as na sala, voltando para pegar meu celular e minha guitarra que havia esquecido no quarto.

Ao voltar, vi meu pai trazendo as suas coisas, nada mais do que uma maleta média e colocamos tudo no carro. Passamos na casa da Cait e do Chris e em seguida, na casa de Maggie para nos despedirmos. Essa vadia vai pegar todos em Winnipeg.

Já estávamos na estrada e conseguimos passar pela alfândega sem problemas, para o meu alívio. Nós três ficamos nos banco de trás, deixando meu pai dirigir calmamente. Dividimos um fone de ouvido, ouvindo Metallica e Black Sabbath. Acabei adormecendo enquanto Ozzy cantava Paranoid.


All day long I think of things but nothing seems to satisfy
Think I'll lose my mind if I don't find something to pacify
Can you help me? Occupy my brain?
Oh yeah
(...)

Acordei com os cutucões de Caitlin. Olhei-a sonolenta e reparei que ainda estava com o fone em meu ouvido. Tocava Civil War, do Guns N’ Roses. 

And I don't need your civil war
It feeds the rich while it buries the poor
You're power hungry selling soldiers
In a human grocery store, ain't that fresh
I don't need your civil war

Saí do station wagon e avistei aquela casa branca e azul, com as mesmas cadeiras de balanço e o pomar com um balanço de pneu preso em um de seus galhos.

- De volta para casa, infelizmente. – disse, fechando a porta do carro.

Peguei minhas malas e entrei em “casa”. Não sabia se aquele quarto ainda era o meu, então andei pelos corredores, abrindo de porta em porta para saber onde seria. Após encontrar, decidi fazer uma mudança dele depois que voltasse da casa de Caitlin.

Fomos a pé mesmo, já que ela é minha vizinha. Entrei na casa dela e avistei Sandy cozinhando. Abracei-a, beijando sua bochecha e subi com eles dois, revezando em que quarto ajudar a arrumar as roupas.

- Aonde vamos mais tarde? – perguntei, colocando suas roupas no cabide e colocando-as no guarda roupa.
- Queria ver os meninos.
- Então vá sozinha. Sabe se o seu irmão vai com você?
- Provavelmente, Tori.
- Que porra. Vou passar a tarde planejando nosso show.
- Como vamos fazer shows sem a Maggie?
- O Chris sempre quis ser nosso baterista, então agora é a hora! Eu não vou deixar um trabalho comunitário de merda influenciar nos meus shows.
- Então tá. O mesmo repertório de sexta?
- Sim. Ensaie com seu irmão.
- Tudo bem.

Terminamos de arrumar o guarda roupa dela e fui ao quarto de Chris ver se ele precisava de ajuda. Quando menos tempo em casa, melhor. Bati na porta e vi-o só de cueca, exibindo aquele corpo atlético dele. Chris se virou, me olhando entrar.

- Quer ajuda? – perguntei, olhando para suas malas desfeitas e metade das roupas já colocadas.
- Se encontrar meu short, te deixarei passar a mão no meu precioso.
- Qual deles? – perguntei, rindo.
- No meu tanque de guerra, Sexy Angel. O outro precioso é intocável, só por mim, é claro.

Revirei os olhos e comecei a tirar as roupas dele na mala. Vi um short branco e olhei para Christian, já me imaginando passando minha mão naquele abdômen. Eu não seria louca a esse ponto. Mas eu achei o short, não achei? Sorri maliciosa e mostrei o short a ele.

- Você é super cego, bebê.
- Onde estava? – perguntou ele, confuso.
- Na mala. Na sua cara. – disse, erguendo as sobrancelhas.
- Sou um cego mesmo. Vai querer o prêmio? – disse ele, alisando seu abdômen sarado.

Mordi os lábios e olhei para ele inocente. Não podia.

- Não Chris, valeu. Deixa isso para as suas vadias.

Ele fez um bico fofo e apertei sua bochecha.

- Você também nem é tarado! – disse, rindo.

Chris deu de ombros e riu em seguida.

Baby, se poupe (mas eu estou apaixonado por você)
Eu não quero sua ajuda (mas vou enxergar através disso)
Eu estou longe demais para você me trazer de volta
Então querido, se poupe

Panic, The Pretty Reckless. 
###

Hey Geliebers! 

É, eu esperei um século pra postar a fic, buuuut, estou de volta! Esperei vocês comentarem mais no último capítulo, por isso demorei. Poxa gente, na enquete todo mundo queria que eu continuasse e ninguém comentou direito ): #estou #chorosa. E em Little Angel, que só tem 25 comentários e faz dias que eu postei? Assim vocês me decepcionam, sério. :/

Falando da IB, mas que tarado o Chris heheh. Muitas coisas vão acontecer nesse show, se preparem! *o*

Continuo com mais de 35 comentários!

Indicações:

Amo vocês, gatenhos *3*
Beijinhos, da Gih.

24 comentários:

  1. Ansiosa pro Justin *O* bem que ela podia pegar o Chris não faria mal algum hehehehe Continuaaaaa to amando suas fics sempre perfeitas ha *=*

    ResponderExcluir
  2. AAAAAAAAAAAA jesuis até que enfim néh *-*
    Bom,pode ver néh?Ultimamente tô tão preguiçosa,e olha que era pra eu tá estudando,buuuuuut not (na verdade,pra mim tá ótimo,inglês,espanhol e artes eu já passei mesmo :3)!!!eu tô aqui...comentando U.u
    Hey diva,que tarado meu Chris néh?Será que ele é assim na vida real?Sei lá,queria tanto conhecer meu bebê <3
    Bom amore,continua viu?
    Kisses com swag!

    ResponderExcluir
  3. Gatinha divulguei seu blog no meu twitter espero que não tenha problema , é porque eu gostei dele sinceramente adorei mesmo , então queria passar as belieber e os boyliebers a sensação que sinto toda vez que leio cada capitulo seu , ja li 3 IBS , mto lindas todas vou continuar seguindo seu blog , ou seja continuar lendo claro nao posso parar (Rs) me segue la no twitter se tiver é : @Kidrauhl19_jb .. mto bom esse seu blog nao canso de elogiar parabéns !

    ResponderExcluir
  4. Estou começando a gostar da historia hihi Ok estou sempre comentando,e espero q não demore para as outras comentarem!! Continue... :)

    ResponderExcluir
  5. ooi , continua perfeito ! *-*

    é que estou começando agora escrever ib em um blog será que da pra ajudar a divulgar pra mim ? c:

    http://imaagiinnebelieber.blogspot.com.br/

    Obrigada :) !

    ResponderExcluir
  6. Anônimo17:12

    continua, please!

    ResponderExcluir
  7. gente , quem quiser que eu divulgue blog pode falar ..
    eu divulgo nas redes sociais , tem beliebers , boyliebers e ate qem nao é me seguindo divulgo sem problemas assim como fiz com esse blog mara aqui ;D

    ResponderExcluir
  8. Anônimo20:23

    continua

    ResponderExcluir
  9. Continuaaaaaaaaaaaaaaaaaa

    ResponderExcluir
  10. Anônimo16:21

    já quero o outro capitulo, perfeita demais!!!

    ResponderExcluir
  11. Isadora22:23

    Esta muito perfeito. Continua

    ResponderExcluir
  12. Continua ta perfeito *-*
    Mas só acho exagero você pedir 35 comentarios, eu acho injusto com quem comenta ter que esperar.

    ResponderExcluir
  13. Anônimo17:35

    Continua Tá perfeita >< mis acho exagero pedir 35 comentários.. mais ok !!
    poste logo ><

    ResponderExcluir
  14. Anônimo05:55

    Giovanna vc n presta,desisite logo dessa porra

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Desculpa mas quem é vc pra dizer q ela não presta? talvez algum dia vc faça chegue aos pés dela e ai pode pensar em falar alguma coisa

      Excluir
  15. Anônimo19:39

    Gih nao liga p esses comentarios ofencivos ..... simplesmente continuaaa na perfect ******

    ResponderExcluir
  16. continuaaaaa ta muito bom cara to amando

    ResponderExcluir
  17. Anônimo16:35

    continuaaaaaaaaaaaa, por-Geisiele

    ResponderExcluir
  18. Anônimo21:51

    Continua Gi, como sempre está perfeito u.u

    ResponderExcluir
  19. Anônimo17:46

    ahhh proximo gi

    ResponderExcluir
  20. perfeito perfeito perfeito

    indica?
    freedomtodreamtogethers2.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  21. Anônimo14:40

    Continua, ta pft!

    ResponderExcluir