7.11.13

#IB - Runaway Love: Capítulo 3

Aviso no final do capítulo

“Sexy Angel”

Estava em uma casa noturna. As quatro meninas ensaiavam em seus canos e havia uma mulher no meio do palco, de aparentemente 30 e poucos anos, não deixando de ser atraente, dando os comandos às garotas. Duas loiras, uma morena e uma ruiva. Todas magricelas, sem “conteúdo”, como diria o Chris. A mulher até que era bonita em meio às adolescentes. Todas aparentavam ter de 20 a 25 anos e vestiam roupas sensuais, espartilhos e coisas do tipo. Andei até o palco e chamei a mulher.

- Com licença, moça. – disse, parando atrás dela, sem pisar no palco.

Ela se virou, exibindo seu sorriso interessado e seus olhos verdes-claros me olhavam dos pés a cabeça, me analisando.

- Veio atrás de trabalho? – disse ela – Hoje é seu dia de sorte, querida! Estou precisando de uma atração principal.
- Na verdade - disse, mordendo os lábios e sorrindo em seguida –, eu gostaria de saber se você ansiava a um número musical, e acabei de ter uma ideia.
- Meninas! – gritou ela, se virando para as garotas – Cinco minutos!
As garotas pararam de dançar e desceram do palco, seguindo para os bastidores. - Conte-me. – disse a mulher.
- Você disse que precisava de uma atração principal, certo? – ela assentiu – Eu posso fazer uma atração musical enquanto canto e danço, seduzindo os homens.

A mulher fazia uma cara de compreendida e sentia minhas esperanças aumentarem.

- Gosta de rock? – perguntei, sorrindo.
- Se conseguir ser sensual enquanto canta, assino com você agora mesmo.
- Darling – disse, cruzando os braços -, meu apelido em L.A. é Sexy Angel. Eu deixo os homens loucos.
A mulher gargalhou, descendo do palco. – Então me mostre seu talento.
Assenti. – Tem um microfone?
- Claro.

Ela pegou um microfone e me entregou. Subi no palco e respirei fundo. Imaginei a melodia e o som da minha guitarra, até fazendo os movimentos com minha mão.

Somebody mixed my medicine
I don’t know what I’m on
Somebody mixed my medicine
Now baby it’s all gone
Somebody mixed my medicine
And somebody is in my head again

Cantava com uma voz sexy, andando pelo palco todo. Havia um cano atrás de mim e segurei no mesmo, descendo até o chão lentamente e voltando, mordendo os lábios e movia meu quadril conforme o ritmo da música. Tirei meu casaco, ainda mantendo contato visual com ela, piscando e sorrindo maliciosa em seguida. Voltei ao centro do palco, jogando o casaco a ela.

A mulher me aplaudiu, sorrindo.

- Incrível. Já vi porque os rapazes te chamam assim. E sua voz é muito bonita, garota. Tome seu casaco, vamos a minha sala para assinar o contrato.
- Obrigada.

Sorri vitoriosa. Desci do palco e segui-a até um escritório, onde havia uma papelada sobre a mesa. Ela me entregou o contrato, me mostrando onde assinar. Assinei e entreguei o contrato a ela, toda sorridente.

- Estarei aqui às 17hs com minha banda.
- Ótimo. Assim vocês terão tempo o suficiente para ensaiar. O show começa às 22h, é...
- Tori Johnson.
- Casey Flynn.  

Assenti, estendendo minha mão a ela, que a apertou em seguida. Deixei a casa de show convencida de que seria uma grande noite. Nada melhor do que um lugar desses para começar. Os homens vão comentar por toda a Stratford sobre a garota loira da casa noturna. Duvido que não tenha contratos assinados para o resto da semana toda.

(...)

- Cait! – disse, entrando em seu quarto – Consegui um lugar para fazermos o show!
- Onde? – disse ela, curiosa – Tenho que planejar a minha roupa!
- Vá com menos roupa possível.
- Por quê?
- Será em uma casa noturna. Mostre suas curvas, gata! – disse, fazendo-a rir.
- Gostei. Bom lugar para começar, Tori.
- Também pensei isso. Eu serei a atração principal, acredita? Já sei até que roupa usar.
- Você sempre é, Darling! – rimos - Vamos usar o repertório gótico?
- Sim.
- Ainda bem, foi esse que treinei com Chris. – ela fez uma cara interrogativa e me olhou confusa – Como vamos levar a bateria dele? Será que no station wagon do seu pai serve?
- Não sei. Temos que ver.
- Nós podemos perguntar ao Ry se ele pode nos ajudar. O pai dele tem uma camionete velha.
- Então você que faça isso, temos que estar lá às 17hs para ensaiar, depois voltamos e nos arrumamos e fazemos nosso show. Ainda tenho que encontrar um guitarrista, já que eu não vou poder tocar.
- A Maggie faz falta nessas horas. – disse ela, triste.
- Realmente. A vadia da mãe dela podia ter a deixado vir com a gente. – bufei. – E agora? Quem fica no meu lugar? O Chris já está ocupado.
- O Chaz sabe tocar.
- Ah, porque o Chaz? Justo o Chaz!
- Quem você prefere então? Ele sabe o nosso repertório, eu mostrei hoje. Se você o visse tocando...
- Tá bom! – disse, já estressada - Vai o Chaz mesmo. Mas na minha skull ele não toca.


Skull é caveira em inglês. Já dá para ver o porquê do nome, não é?


- Tudo bem. – disse ela, rindo – Você e seu ciúme com a guitarra. Ah, ele vai ficar tão feliz!
- Cala essa merda de boca. Já desanimei. Vá atrás dessas coisas que eu vou arrumar meu figurino.

Cait assentiu e fomos juntas até a porta. Cada uma se direcionou ao seu caminho e entrei em casa. Meu pai parecia não estar em casa. Melhor ainda. Subi para meu quarto e tranquei a porta. Procurei entre minha mala uma caixa de cigarros e tirei um, o acendendo com meu isqueiro. Não estava com vontade me drogar hoje. Deveria ser perfeito. Dei uma longa tragada e peguei a skull, plugando-a no amplificador enquanto soltava à fumaça em anéis no ar.  

Comecei a tocar Miss Nothing e me imaginava naquela casa noturna, cheia de homens de todos os tipos, uivando como loucos. Vai ser uma noite incrível.   

Linhas quebradas pelo meu espelho
Mostre meu rosto, todo vermelho e ferido
E embora que eu tenha gritado e gritado, bem, ninguém veio correndo
Não, eu não fui salva, eu não fui salva por você

Under the Water, The Pretty Reckless. 
###

Hey Geliebers! 


Espero que tenham gostado do capítulo, porque fortes emoções vem por aí. Tori de "stripper" não é coisa boa hauishui. Nosso querido Justin irá aparecer logo logo, para abalar as estruturas.

Continuo o próximo capítulo com mais de 20 comentários! 

Indicações:

O aviso é que eu vou começar a postar essa fanfic no Animespirit, a partir do meio do mês. Podem divulgar para as amigas, pessoas que amam ler fanfics e etc. auhihs. Quando eu começar a postar lá, irei postar um link aqui no blog mesmo e no grupo do blog.

Amo vocês meninas! 
Beijos, da Gih. 

15 comentários:

  1. Anônimo09:59

    Coontiinuua amoor perfeiiito .

    ResponderExcluir
  2. Nossaaaa continua q ja to amando
    Rockeira cheia de atitude amei

    ResponderExcluir
  3. Essa Tori viu? Só sabe aprontar, quero só ver a moda que ela vai inventar agora.
    Contina...

    ResponderExcluir
  4. Isadora22:47

    Amei, continua e ainda mais que eu amo a ''The pretty reckless''

    ResponderExcluir
  5. WOOOW continua ansiosa demais

    ResponderExcluir
  6. Anônimo17:44

    continuaaaaaa, ta pfta, quero o Justin logo

    ResponderExcluir
  7. Anônimo17:46

    continua continua continua plzzzzzzz

    ResponderExcluir
  8. Anônimo19:21

    continuaa

    ResponderExcluir
  9. Anônimo12:18

    Menina por que parou de postar :( , estou gostando beijos continuaa gata !!

    ResponderExcluir
  10. Anônimo16:08

    continua please

    ResponderExcluir
  11. Anônimo16:22

    continua por favor eu to enlouquecendo esperando




    ResponderExcluir
  12. Anônimo00:12

    Continua pf esta legal pra caralho eu amei sua IB continuaaa logoooo pf

    ResponderExcluir
  13. Anônimo00:14

    Continua por favor esta muito legal mesmo ee o que sera q vai acontecer em

    ResponderExcluir
  14. Anônimo23:23

    Continua pfv estou curiosa

    ResponderExcluir